Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Steven Spielberg diz que efeitos visuais poderiam ter arruinado Tubarão
    Por Vitória Pratini — 1 de jul. de 2016 às 15:50
    facebook Tweet

    Mas fizeram toda a diferença para O Bom Gigante Amigo.

    Steven Spielberg se rendeu aos efeitos visuais para fazer O Bom Gigante Amigo.

    O longa de fantasia inspirado na obra de Roald Dahl esteve 25 anos em produção mas, segundo o cineasta revelou em uma entrevista coletiva sobre o filme, The BFG (no original) não poderia ter sido produzido há cinco anos, por exemplo. Isso porque ele usa a avançada tecnologia de CGI de animação para criar o personagem-título, interpretado por Mark Rylance através de captura de movimento.

    Mas você já parou para pensar como seria se filmes clássicos de Spielberg tivessem sido lançados nos dias de hoje? Na mesma entrevista, o diretor foi perguntado como seria se a tecnologia atual existisse quando ele fez Tubarão. E a resposta foi a seguinte:

    "Bom, acho que se eu tivesse o computador e artistas digitais como temos hoje, em 1974-1975, eu provavelmente teria arruinado o filme, porque eu nós teríamos visto nove vezes mais a quantidade do tubarão. E eu acho que o que faz o filme é a escassez do tubarão."

    De fato, quem assistiu a Tubarão sabe que uma das melhores coisas do filme é que não vemos muito o animal, o que cria o suspense do filme. Sabemos que ele está lá, à espreita, mas só não sabemos quando ele de fato vai dar as caras, até que a trilha musical de John Williams.

    O Bom Gigante Amigo estreia no dia 28 de julho.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top