Minha conta
    Samuel L. Jackson diz que sofreu racismo durante as filmagens de Pulp Fiction
    Por Vitória Pratini — 13 de fev. de 2016 às 10:00

    Astro comentou sobre como é ser negro em Hollywood.

    Em uma época em que se discute o #Oscarsowhite, ou seja, a falta de negros indicados no maior prêmio do cinema, não é de se surpreender a recente revelação de Samuel L. Jackson. O ator, que já defendeu o uso do termo "nigger" nos filmes de Quentin Tarantino, comentou, em um artigo escrito para a revista Vanity Fair, que sofreu racismo durante as filmagens de Pulp Fiction - Tempo de Violência. Nos intervalos, mais precisamente. Jackson explica que, quando estava gravando o longa de Tarantino, as tomadas da lanchonete foram gravadas primeiro e, então, houve uma pausa de seis semanas para que as cenas de Bruce Willis e Uma Thurman fossem filmadas. No meio tempo, ele participou de uma peça em um teatro de Hollywood. O ator conta que, uma noite, depois da apresentação, ele foi com alguns amigos a um restaurante no final da rua do teatro. Ao sair, o grupo ficou conversando na esquina por um tempo. E, então, cinco viaturas da polícia os cercaram. Os policiais apontaram as armas para eles e ordenaram que todos se deitassem no chão. "E lá estavamos nós, de cara no chão no meio da Santa Monica Boulevard. Finalmente perguntei aos policiais: 'Por que vocês estão fazendo isso?'. Um deles disse: 'Ah, recebemos uma denúncia de que havia cinco homens negros parados na esquina com armas e bastões'. E eu disse: 'Então quando vocês encostaram o carro e não viram um bastão - quero dizer, talvez pudéssemos ter uma arma escondida, mas você não viu nada que se parecesse com um bastão. Tanto faz'". O incidente acabou bem, ninguém foi preso, entretanto, Jackson passou a ver o racismo em Hollywood com outros olhos. Em seu artigo, o astro de Os Oito Odiados comentou: "Pensei comigo mesmo: 'Estou em Hollywood agora, prestes a estourar na carreira, e isso ainda está acontecendo'. Isso meio que colocou meus pés no chão em termos de 'Ok, você ainda é outro negro trabalhando na cidade, ainda tem que andar com cuidado'. E ainda faço isso. Foi uma lição do que é a vida em Los Angeles." Samuel L. Jackson está em cartaz nos cinemas com Os Oito Odiados.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top