Minha conta
    Tatuagem será o representante brasileiro na disputa pelo Prêmio Goya
    Por João Vitor Figueira — 10 de out. de 2014 às 15:14

    Filme de Hilton Lacerda venceu o prêmio do júri popular no Festival do Rio 2013 e a estatueta de melhor filme no Festival de Gramado.

    O filme Tatuagem é o representante brasileiro na disputa por uma indicação ao prêmio de Melhor Filme Ibero-Americano na 29ª edição do Prêmio Goya. Organizado pela Academia das Artes e Ciências Cinematográficas da Espanha, o Goya é frequentemente chamado de "Oscar do cinema Espanhol". A cerimônia de entrega dos prêmios será realizada no dia 8 de fevereiro de 2015, na cidade de Madri.

    Cartaz do filme.
    Tatuagem superou outros 11 filmes que foram inscritos na corrida para representar o Brasil no Goya: Até que a Sbórnia nos separeDe menorHoje eu quero voltar sozinhoO homem das multidõesIlegalO lobo atrás da porta, Não pare na pista – a melhor história de Paulo Coelho, Ouvir o rio – Uma escultura sonora de Cildo MeirelesPraia do Futuro, Quando eu era vivo e Sem pena.

    Com direção de Hilton Lacerda, roteirista de Febre do Rato e Capitães da Areia, Tatuagem se passa no ano de 1978, durante a Ditatura Militar no Brasil. Ambientado em Recife, o filme traz Irandhir Santos no papel do líder de uma trupe teatral anárquica que se envolve em um intenso relacionamento com um militar vivido por Jesuíta Barbosa.

    Em 2013, Tatuagem venceu três prêmios (melhor filme, ator - Irandhir Santos - e trilha sonora) no Festival de Gramado e o prêmio do júri popular no Festival do Rio. O longa chegou a integrar a lista que o Ministério da Cultura elaborou com os possíveis representantes brasileiros para a disputa do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2015, mas o escolhido foi Hoje eu quero voltar sozinho.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top