Minha conta
    Noé, com Russell Crowe, é a maior estreia da semana
    Por AdoroCinema — 3 de abr. de 2014 às 08:00

    Épico bíblico dirigido Darren Aronofsky é o principal destaque desta quinta-feira, que também traz a estreia de Toque de Mestre, Belém - Zona de Conflito e Planeta Solitário.

    por João Vitor Figueira

    Depois de uma curta, mas comentada, passagem pelo Rio de Janeiro para divulgar Noé, o público brasileiro finalmente terá a chance de ver Russell Crowe interpretar o personagem bíblico nas telonas. O filme, que estreia em 1.015 salas de cinema do país, traz a direção do cultuado Darren Aronofsky, indicado ao Oscar por seu trabalho em Cisne Negro, que agora apresenta seu primeiro longa-metragem de grande orçamento (a produção custou US$ 125 milhões). O épico de ação e aventura conta a jornada do profeta que atendeu ao chamado divino e construiu uma imensa arca para salvar sua família e os animais de um dilúvio que iria dizimar todos os outros habitantes da Terra. Além de Crowe, o elenco de Noé conta com Jennifer ConnellyEmma WatsonAnthony HopkinsLogan Lerman. As demais estreias desta quinta são: Toque de Mestre, suspense sobre um pianista clássico ameaçado de morte, estrelado por Elijah WoodJohn Cusack; o drama Belém - Zona de Conflito sobre um jovem palestino que colabora com o serviço secreto israelense; e o suspense Planeta Solitário, que acompanha a rotina de um casal de mochileiros que vê o relacionamento se desintegrar após um acidente. Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação. Confira os trailers, as críticas do AdoroCinema e a opinião da imprensa:

    Noé : " Noé olha para o ser humano, com suas falhas e virtudes, demonstrando uma crença talvez infundada que pode ser representada pela frase mais importante do longa-metragem: 'o mal está em todos nós'. Sob os mais diversos aspectos."  Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Noé

    Toque de Mestre :   Leia a opinião da imprensa.

    Toque de Mestre

    Planeta Solitário : " São raríssimos os filmes que preferem esconder ao invés de mostrar, sugerir ao invés de explicar. Por isso, Planeta Solitário é tão estimulante e especial. "  Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Planeta Solitário

    Belém - Zona de Conflito : " Uma das principais qualidades da obra está em focar sua atenção na relação entre Sanfur e Razi, deixando um pouco de lado político. Desta forma, humaniza-se a história e desenvolve-se melhor os personagens."  Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Belém - Zona de Conflito

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top