Minha conta
    Bruna Surfistinha
    Média
    3,3
    602 notas
    Você assistiu Bruna Surfistinha ?

    55 Críticas do usuário

    5
    9 críticas
    4
    8 críticas
    3
    17 críticas
    2
    11 críticas
    1
    6 críticas
    0
    4 críticas
    Mylena P
    Mylena P

    Seguir usuário Ler a crítica

    3,0
    Enviada em 29 de agosto de 2018
    Alguém reparou se a recepcionista do restaurante que a Bruna vai com o cara do primeiro programa, e a verdadeira Bruna, pq não tem ela no elenco, mas me parece ser a Bruna(Raquel)
    Eduardo Buss
    Eduardo Buss

    Seguir usuário 11 seguidores Ler as 87 críticas

    3,5
    Enviada em 12 de maio de 2018
    Eu esperava mais, sinceramente.
    O filme não tem enredo, é uma história saturada, que não flui, super clichê.
    Não valeu á pena ter perco tempo para ver isto.
    A única coisa de interessante é de como ela saiu de casa e como foi a aceitação de seus "familiares".
    Joel Leno
    Joel Leno

    Seguir usuário 3 seguidores Ler as 16 críticas

    2,0
    Enviada em 8 de maio de 2018
    Trata de um tema bastante conhecido pela sociedade. Embora não tenha sido um dos melhores da década, inovou um pouco nesse cenário pobre de filmes nacionais saturados. A atuação da protagonista não é muito boa mas passa verdade nas caras e bocas. Parabenizo a atuação da Drica e do Cássio.
    ldzsantos
    ldzsantos

    Seguir usuário 275 seguidores Ler as 235 críticas

    2,5
    Enviada em 20 de março de 2017
    Não sou de ver filmes nacionais, mas tive sempre curiosidade de ver esse, mas não me surpreendeu, muito pelo contrario, não trás nada de d+, para falar a verdade um filme fraco, que em momentos deixa a desejar.
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Seguir usuário 23.583 seguidores Ler as 1.122 críticas

    3,0
    Enviada em 16 de janeiro de 2017
    O momento que resume a ascenção de Bruna e ao mesmo tempo a visão do primeiro trabalho de Marcus Baldini é quando, em seu discurso na festa preparada por sua amiga, ela diz que acredita em si mesma e encoraja seus antitriões a fazerem o mesmo, pois se o fizerem, "conseguirão chegar aonde eu cheguei". E é precisamente nesse ponto que o filme deixa de ser uma visita convencional ao mundo da prostituição e vira uma discussão instigante sobre a capacidade das pessoas de fazer o seu melhor, não importando em que profissão ou atividade.
    Alvaro S.
    Alvaro S.

    Seguir usuário 1.915 seguidores Ler as 349 críticas

    3,5
    Enviada em 21 de abril de 2016
    Adaptado do livro o Doce Veneno do Escorpião, o filme conta a história da Raquel Pacheco (Deborah Secco), adolescente de classe média paulistana que se torna garota de programa por vontade própria.
    É um filme corajoso, que não maquia a história da mulher em que se baseou e mostra as várias facetas experimentadas pela moça tímida que ganha status de celebridade com sua profissão.
    Há momentos tristes e alegres. Do início difícil, ao prazer que ela encontrava nos programas que fazia e ao se tornar a mais procurada pelos clientes, no uso das drogas, em seu declínio e sua volta à razão, ajudada pelo seu primeiro cliente, todos bem intercalados pelo diretor.
    Ousado sem jamais ser explícito e vulgar.
    Curiosidade. Mais de 2 milhões de espectadores foram conferir a produção nos cinemas. Um sucesso brasileiro.
    Nota do público: 6.1 (IMDB)
    Bilheterias
    BRASIL - R$19 milhões
    Acesse o blog 365filmesem365dias.com.br para ler sobre outros filmes.
    Guillermo M.
    Guillermo M.

    Seguir usuário 41 seguidores Ler as 103 críticas

    2,5
    Enviada em 14 de fevereiro de 2015
    Filme superficial ao abordar ambição, rejeição familiar e prazer pelo sexo. Faltou conteúdo.
    Neto S.
    Neto S.

    Seguir usuário 23.252 seguidores Ler as 773 críticas

    3,5
    Enviada em 1 de janeiro de 2014
    Raquel (Deborah Secco) era uma jovem da classe média paulistana, que estudava num colégio tradicional da cidade. Um dia ela tomou uma decisão surpreendente: saiu de casa e resolveu virar garota de programa. Com o codinome de Bruna Surfistinha, Raquel viveu diversas experiências "profissionais" e ganhou destaque nacional ao contar suas aventuras sexuais e afetivas num blog, que depois acabou virando um livro e tornou-se um best seller. Bem Eu Nao Curto Muito Filme Nacional Mais Esse Foi Bom Com Uma Boa Historia e Excelentes Atuaçoes e O Filme Tem umas Partes Quentes Recomendo Nota 8.5
    Gabriel B.
    Gabriel B.

    Seguir usuário 3 seguidores Ler as 20 críticas

    3,5
    Enviada em 17 de outubro de 2013
    Conhecem o ditado: "Não julgue um livro pela capa"? Então, além de não julgar o livro pela capa, temos que aprender a não julgar um filme pelo personagem, ele exista ou seja fictício.
    Prova disso está no filme que acabei de ver: "Bruna Surfistinha- O doce veneno do escorpião".
    Todos conhecem essa menina, ela ficou famosa por manter um blog que depois deu aquele alvoroço todo, mas ninguém (ao menos os que não viram o filme) sabe pelo que ela passou.
    Claro que tendo uma atriz como a Deborah Secco (que dá de 10 na horrorosa da Raquel Pacheco) nome verdadeiro da "Bruna" instiga a curiosidade.
    Pois é, fiquei curioso não só porque era a Deborah Secco que a interpretava mas para saber o que se passa na cabeça de uma mulher para decidir virar garota de programa, e ter que passar por tudo aquilo, que na verdade não há absolutamente nada de glamouroso.
    Mas, também me forcei a compreender que nem todo mundo tem a VIDA QUE PEDIU À DEUS.
    Embora a Bruna (Raquel) na verdade, tinha. O que fica é que cada um tem a sua história, independente de ser boa ou ruim mas cada um aprende a sua lição com as escolhas que faz.
    Gostei do filme, não para ter como título de cabeceira mas para compreender que todos lutam por uma posição na vida. Pelo menos foi a lição que eu aprendi.
    Rosinha R.
    Rosinha R.

    Seguir usuário 5 seguidores Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 6 de fevereiro de 2013
    esse filme e pior que american pie ,muita safadesa isso sim
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    • Melhores filmes
    • Melhores filmes de acordo a imprensa
    Back to Top