Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    House of Cards: Frank Underwood pode ser morto por causa do escândalo Kevin Spacey
    Por Renato Furtado — 3 de nov. de 2017 às 20:25
    facebook Tweet

    A sexta temporada seria protagonizada somente por Robin Wright.

    As novas denúncias de assédio sexual que surgiram contra Kevin Spacey podem marcar o fim de sua jornada na série House of Cards. Após a suspensão das filmagens da sexta e última temporada do seriado, Frank Underwood, personagem do ator no drama da Netflix, pode ser morto por causa do escândalo, iniciado a partir das acusações de Anthony Rapp (via Variety).

    Descrito como um "ambiente tóxico" por causa do comportamento "predatório" de Spacey, o set de House of Cards corre o risco de encerrar suas operações permanentemente e fontes ligadas à produção declararam ao Buzzfeed que "ninguém está esperando que a série retorne". Portanto, como forma de dar prosseguimento às atividades, não desempregar os mais de 300 membros do elenco e da equipe e desvincular a série da imagem de Spacey, os produtores de House of Cards consideram transferir o protagonismo do seriado para Robin Wright, a intérprete de Claire Underwood.

    Narrativamente falando, a movimentação é mais do que cabível. Assim que conseguiu equiparar seu salário ao de Spacey, Wright ganhou maior relevância dentro do universo House of Cards. Além de sua personagem ter se tornado tão estruturalmente importante quanto Frank no final da quarta temporada, a atriz também teve a chance de assumir a cadeira de direção de alguns capítulos. Ainda, vale ressaltar que a trilogia de livros de Michael Dobbs na qual tanto a série original quanto House of Cards são baseadas é finalizada com o assassinato de Francis Urquhart (Ian Richardson), o análogo britânico de Underwood.

    No entanto, retirar Spacey pode não ser tão fácil. Os produtores ainda estão analisando o contrato do ator - que também é produtor executivo de House of Cards - com a Netflix para saber se é possível removê-lo ou se o acordo demanda sua participação em todos os episódios até o final do show. Logo, mesmo que os roteiristas cortem Underwood do seriado, a questão jurídica ainda teria precedência. Caso os produtores encontrem problemas contratuais incontornáveis, dar sequência à trama do seriado através de spin-offs seria a outra saída estudada no momento pelos responsáveis.

    A Netflix ainda não se pronunciou sobre este novo desenrolar do caso e, até segunda ordem, a produção de House of Cards continua interrompida, sem data para ser retomada.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top