Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Mitos do Pop: Por que Titanic exagerou tanto nas mentiras?
    Por Pablo Miyazawa — 10 de ago. de 2020 às 18:00
    Atualizado 14 de ago. de 2020 às 22:42
    facebook Tweet

    Quando o assunto é fidelidade aos fatos, o filme de James Cameron falhou bastante. Será que isso tira os muitos méritos da obra?

    O desastre do Titanic é um dos acontecimentos mais famosos e intrigantes de todos os tempos. Na madrugada de 15 de abril de 1912, o gigantesco navio de passageiros de origem britânica bateu em um iceberg e, menos de três agonizantes horas depois, afundou no Oceano Atlântico. Das mais de 2200 pessoas a bordo, 1500 morreram. Menos de 400 corpos foram resgatados.

    Essa história terrível foi abordada dezenas de vezes em séries, documentários e filmes, mas nenhuma versão ficou tão famosa quanto aquela lançada em 1997: Titanic, escrito e dirigido por James Cameron e estrelado por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet, é um dos longas-metragens mais rentáveis e premiados de todos os tempos, apresentando uma bela história de amor que se desenrola em torno da tragédia.

    Grande parte do que assistimos na tela deve mesmo ter acontecido na vida real, mas também há muitos momentos do filme que são frutos da imaginação de James Cameron, que baseou-se nos relatos de sobreviventes e em teorias sobre o que realmente aconteceu a bordo do Titanic. Será que essas licenças poéticas são válidas e justificáveis? O que é fato e o que é inventado em Titanic? São essas as questões que vamos responder no episódio 64 do Mitos do Pop. Assista abaixo.

    Apresentado pelo jornalista Pablo Miyazawa, o Mitos do Pop desvenda os maiores mistérios do mundo do cinema e da televisão, passando também pelas histórias em quadrinhos, literatura, games, música e internet. Com conteúdo inédito, o programa é inspirado nas histórias contadas no livro 52 Mitos Pop - Mentiras e Verdades nos Boatos do Mundo do Entretenimento, lançado por Pablo em 2016.

    Clique aqui para conferir mais vídeos do Mitos do Pop no canal do AdoroCinema no YouTube.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top