Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Mitos do Pop: Sete cenas cortadas que mudariam completamente os significados dos filmes
    Por Pablo Miyazawa — 22 de jun. de 2020 às 20:00
    facebook Tweet

    Graças ao poder da edição (e ao bom senso), algumas obras ficaram bem melhores do que o planejado.

    Fazer um filme é um trabalho longo, dispendioso e cansativo para todas as pártes envolvidas. Ao longo desse processo, é bem comum que nem todas as cenas filmadas entrem na versão final do longa-metragem, às vezes por motivos que o público jamais conseguiria entender. E em muitos desses casos, as cenas excluídas de última hora são tão importantes que fariam toda a diferença em como compreendemos a história, os personagens e o desfecho. Ou seja, às vezes um pequeno detalhe, por menor que seja, pode mudar um filme completamente aos olhos do público.

    Por que será que diretores mudam seus planos na mesa de edição e jogam sequências anteriormente importantes no lixo? Será que nosso entendimento de clássicos modernos como Corra!, Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, O Diabo Veste PradaIndependence Day, O Rei Leão, Blade RunnerTitanic seria realmente modificado se certas cenas não tivessem sido cortadas? São essas algumas das questões que levantamos no episódio 60 do Mitos do Pop. Assista abaixo.

    Apresentado pelo jornalista Pablo Miyazawa, o Mitos do Pop semanalmente desvenda os maiores mistérios do mundo do cinema e da televisão, passando também pelas histórias em quadrinhos, literatura, games, música e internet. Com conteúdo inédito, o programa é inspirado nas histórias contadas no livro 52 Mitos Pop - Mentiras e Verdades nos Boatos do Mundo do Entretenimento, lançado por Pablo em 2016.

    Clique aqui para conferir mais vídeos do Mitos do Pop no canal do AdoroCinema no YouTube.


     
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top