Meu AdoroCinema
    Mostra de Tiradentes 2018: Aos 85 anos, Sérgio Ricardo reestreia na direção com Bandeira de Retalhos
    Por Francisco Russo — 22/01/2018 às 16:49
    facebook Tweet

    Trata-se do primeiro filme do diretor em 44 anos.

    Os mais novos dificilmente se lembrarão, mas Sérgio Ricardo tem ao menos um momento antológico: quando, durante o III Festival de Música Popular Brasileira, quebrou seu violão ao vivo, diante das câmeras, ao ser vaiado após cantar "Beto Bom de Bola". Momento de transgressão registrado no documentário Uma Noite em 67, que marcou para sempre sua carreira.

    Entretanto, seria leviano simplificá-lo apenas por este acontecimento. Músico consagrado que também se aventurou pelo cinema, Sérgio dirigiu quatro longa-metragens, entre as décadas de 60 e 70. Desde A Noite do Espantalho, lançado em 1974, se afastou da sétima arte. Não por falta de interesse, mas devido às dificuldades em conseguir dinheiro para rodar novas produções.

    O tempo passou e, mais de quatro décadas depois, seu destino cruzou com o de Cavi Borges, produtor carioca conhecido por diversos longas de baixo orçamento, como RiscadoGuerra do Paraguay e Cidade de Deus - 10 Anos Depois. Do encontro, um antigo projeto veio à tona: Bandeira de Retalhos, ficcionalização da tentativa da prefeitura do Rio de Janeiro em retirar parte da comunidade do Vidigal, em 1977, para a construção de um hotel de luxo. Era o retorno de Sérgio Ricardo ao cinema, aos 85 anos.

    Antonio Pitanga e Osmar Prado, em cena de "Bandeira de Retalhos"

    Inicialmente orçado em R$ 2 milhões, Bandeira de Retalhos foi realizado com apenas R$ 90 mil e o essencial apoio da ONG Nós do Morro, que encampou o projeto. "Ninguém do elenco ou da equipe ganhou dinheiro com este filme", afirmou o diretor. "Não temos a cultura da ópera, mas a da macumba. Nosso cinema é o possível, dentro das contingências. Não é a crueza do capital que vai nos impedir de fazer."

    Apesar da garra e dedicação da equipe envolvida, a ausência de recursos fica nítida no filme devido a um punhado de problemas técnicos: fotografia, edição, som e até mesmo na sincronia entre movimento labial e o que é ouvido. Soma-se a isto um certo anacronismo entre diálogos e ambientação, já que o visto nem sempre combina com o período retratado na narrativa, o ano de 1977. Por outro lado, o retrato dos oprimidos pelo sistema, a partir do olhar dos moradores do Vidigal, apresenta uma triste atualidade, vide o ocorrido com outra comunidade carioca, a Vila Autódromo, durante as obras para as Olimpíadas de 2016.

    "A escola que respeito do cinema brasileiro é a do Cinema Novo", declarou o diretor, em debate sobre o filme. "Se a arte não tiver uma intervenção filosófica ou social ao seu povo, ela não tem valor algum. Ela pode ser um buquê de flores, esteticamente bonitinha, mas o cinema para ter importância precisa ter relação com alguma coletividade que o represente. No nosso país então, se você não chegar até o povo e revelar seus segredos a gente não vai descobrir este povo nunca, e ele mesmo não vai se descobrir."

    Protagonizado por Kizi Vaz e com participações especiais de Babu Santana, Antonio Pitanga, Osmar Prado e Bemvindo Siqueira, Bandeira de Retalhos ainda não tem previsão de estreia no circuito comercial.

    O AdoroCinema viajou a convite da organização do evento.
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    As Panteras Trailer Legendado
    Bixa Travesty Trailer Original
    Um Dia de Chuva em Nova York Trailer Legendado
    Dora e a Cidade Perdida Trailer Legendado
    Azougue Nazaré Trailer Oficial
    Sereia Predadora Trailer Original
    Todos os últimos trailers
    Notícias de cinema Festivais e premiações
    Oscar 2020: 7 filmes que você já pode assistir para se preparar para a temporada de premiações
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    sábado, 16 de novembro de 2019
    Globo de Ouro 2020: Ricky Gervais será apresentador pela 5ª vez
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    terça-feira, 12 de novembro de 2019
    People's Choice Awards 2019: Confira a lista de vencedores
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    segunda-feira, 11 de novembro de 2019
    People's Choice Awards 2019: Confira a lista de vencedores
    Oscar 2020: Previsões do AdoroCinema para os indicados
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    sábado, 9 de novembro de 2019
    Oscar 2020: Previsões do AdoroCinema para os indicados
    Últimas notícias de cinema Festivais e premiações
    Melhores filmes em cartaz
    Coringa
    Coringa
    4,5
    Diretor: Todd Phillips
    Elenco: Joaquin Phoenix, Robert De Niro, Zazie Beetz
    Trailer
    Malévola - Dona do Mal
    Malévola - Dona do Mal
    4,1
    Diretor: Joachim Rønning
    Elenco: Angelina Jolie, Elle Fanning, Harris Dickinson
    Trailer
    Doutor Sono
    Doutor Sono
    3,8
    Diretor: Mike Flanagan
    Elenco: Ewan McGregor, Rebecca Ferguson, Kyliegh Curran
    Trailer
    Invasão ao Serviço Secreto
    3,7
    Diretor: Ric Roman Waugh
    Elenco: Gerard Butler, Morgan Freeman, Lance Reddick
    Trailer
    A Família Addams
    3,7
    Diretor: Conrad Vernon, Greg Tiernan
    Trailer
    Ford vs. Ferrari
    3,6
    Diretor: James Mangold
    Elenco: Matt Damon, Christian Bale, Caitriona Balfe
    Trailer
    Todos os melhores filmes em cartaz
    Back to Top