Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Kevin Spacey entra para reabilitação para viciados em sexo após acusações de assédio
    Por Vitória Pratini — 6 de nov. de 2017 às 20:55
    facebook Tweet

    Ator de House of Cards estaria na mesma clínica que Harvey Weinstein está se tratando.

    Rochelle Brodin / Getty Images

    Após inúmeras acusações de assédio e de ter sido demitido pela NetflixKevin Spacey iniciou um programa de reabilitação para viciados em sexo em um luxuoso centro de reabilitação na vila Wickenburg, no Arizona.

    Na última quarta-feira (01), o representante de Spacey alegara que ele estava "tirando o tempo necessário para buscar avaliação e tratamento". De acordo com o Daily Mail, o ator duas vezes vencedor do Oscar começou o tratamento na clínica Meadows na última semana.

    Spacey estaria pagando US$ 36 mil (cerca de R$ 118 mil) por mês no local, que seria considerado o melhor programa contra vício em sexo dos Estados Unidos. Ele estaria passando por um tratamento de 45 dias chamado "Gentle Path", no qual pacientes por aconselhamento e "artes expressivas" para tentar e lidar com suas questões.

    A clínica é popular entre celebridades como Tiger Woods, Elle MacPherson, Kate MossSelena Gomez e até Harvey Weinstein. Segundo relatos, o produtor de Hollywood também acusado de ter assediado e/ou estuprado inúmeras mulheres está buscando tratamento neste mesmo centro de reabilitação.

    O escândalo envolvendo Spacey começou quando o ator Anthony Rapp (Star Trek: Discovery) alegou ter sido assediado pelo astro de House of Cards quando tinha apenas 14 anos de idade. Spacey soltou um comunicado pedindo "sinceras desculpas", dizendo que não se lembrava do caso, e usou a ocasião para assumir sua homossexualidade, gerando críticas negativas. Desde então, oito membros da equipe de House of Cards afirmaram ser vítimas do ator, assim como o filho do ator Richard Dreyfuss, que revelou que Kevin o "apalpou" quanto ele tinha 18 anos.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top