Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Luis Lobianco conta que visual de seu personagem em ‘TOC’ foi inspirado no papel de Javier Bardem em Onde Os Fracos Não Têm Vez (Entrevista exclusiva)
    Por Renato Hermsdorff — 1 de fev. de 2017 às 18:29
    facebook Tweet

    Protagonizado por Tatá Werneck, ‘Transtornada Obsessiva Compulsiva’ estreia nesta quinta.

    Quem nunca? Em TOC - Transtornada Obsessiva CompulsivaLuis Lobianco encarna Felipão, fã da atriz Kika K (Tatá Werneck), que faz de tudo para estar perto da musa que venera – desde mandar uma cueca melada a enviar uma carta de amizade, linda. Eeeewwww

    É um personagem clássico do cinema”, comenta o ator (se ponha no lugar de Michael Douglas e pense na Glenn Close de Atração Fatal). Para a caracterização, no entanto, a equipe do filme seguiu em outra direção: “Em comum, a gente achou a referência do [personagem psicopata de] Javier Bardem, em Onde Os Fracos Não Têm Vez".

    Será que Lobianco já passou por situação parecida? Não. E sim. Bom, pelo menos, virtualmente, de “uma pessoa que me mandava mensagens dizendo que sempre pensava em se matar, mas quando eu postava alguma coisa [nas redes sociais], quando via algum vídeo meu, ele desistia”.

    Confira no vídeo a entrevista completa com o ator do coletivo "Porta dos Fundos", que ainda fala sobre a autoralidade do humor de sua geração e os tabus do cinema nacional. “Filme de comédia só podia ter comédia. O público tinha que rir histericamente o tempo todo. Hoje a gente faz filmes que têm essa reflexão da personagem da Tatá, que presta praquilo tudo, mas [está] vazia por dentro”.

    A dramédia TOC - Transtornada Obsessiva Compulsiva, em que Kika K passa por uma “crise de identidade”, estreia nesta quinta, 2 de fevereiro, nas salas brasileiras.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top