Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Festival de Cannes 2016: Juste la Fin du Monde, novo trabalho de Xavier Dolan, é o filme mais procurado até o momento
    Por Francisco Russo — 19 de mai. de 2016 às 10:45
    facebook Tweet

    Na disputa pela Palma de Ouro!

    Getty Images
    Nada de Ken Loach, Pedro Almodóvar, Olivier Assayas ou Woody Allen. O diretor que mais atraiu o público no Festival de Cannes, ao menos até o momento, foi Xavier Dolan. A primeira exibição de seu novo filme, Juste la Fin du Monde, estava abarrotada - e muita gente ficou fora, louca de vontade de entrar!

    Tamanha expectativa tem a ver com a paixão de muitos por Mommy, que conquistou corações no Festival de Cannes 2013, onde ganhou o Prêmio do Júri. Além disto, não é exagero dizer que Dolan é "filho de Cannes", já que quatro de seus cinco longas foram exibidos em alguma mostra do festival.

    O novo trabalho do diretor, de apenas 27 anos, é a adaptação da peça teatral homônima, encenada no Brasil como "Apenas o Fim do Mundo", e conta com um grande elenco, inteiramente francês: Vincent Cassel, Marion Cotillard, Léa Seydoux, Gaspard Ulliel e Nathalie Baye.

    Obviamente verborrágico, o longa-metragem apresenta as tensões de uma família cheia de conflitos a partir da visita do filho da matriarca (Ulliel), um escritor que deseja avisá-los que morrerá em breve. Fugindo da fórmula fácil do teatro filmado, Dolan desenvolve uma linguagem cinematográfica onde cada um dos personagens foi filmado individualmente, como se numa selfie estivesse. A edição ágil possibilita que as sequências onde eles interagem funcionem com bastante eficiência, com tais closes sendo seguidamente trocados.

    Outro ponto que chama a atenção é a trilha sonora, sempre bem trabalhada pelo diretor em seus filmes. Neste, Dolan volta a apostar em sucessos pop, inclusive a versão original da brasileira "Festa no Apê", a canção romena "Dragostea din Tei". Entretanto, a inserção de tais canções nem sempre é de forma fluida, soando histriônica em certos momentos.

    Com um elenco coeso, mas sem algum destaque em especial, Juste la Fin du Monde é um bom filme mais pela linguagem narrativa empregada do que propriamente pelo texto, sempre agressivo. No Brasil, o filme será lançado pela California Filmes, mas ainda não tem data de lançamento prevista.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top