Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Boa Noite e Boa Sorte
     Boa Noite e Boa Sorte
    3 de fevereiro de 2006 / 1h 33min / Drama, Histórico
    Direção: George Clooney
    Elenco: David Strathairn, George Clooney, Robert Downey Jr.
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Usuários
    3,9 159 notas e 72 críticas
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Edward R. Morrow (David Strathairn) é um âncora de TV que, em plena era do macarthismo, luta para mostrar em seu jornal os dois lados da questão. Para tanto ele revela as táticas e mentiras usadas pelo senador Joseph McCarthy em sua caça aos supostos comunistas. O senador, por sua vez, prefere intimidar Morrow ao invés de usar o direito de resposta por ele oferecido em seu jornal, iniciando um grande confronto público que trará consequências à recém-implantada TV nos Estados Unidos.
    Título original

    Good Night, and Good Luck.

    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2005
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 5 curiosidades
    Orçamento 7 500 000 $
    Idiomas Inglês
    Formato de produção 35 mm
    Cor Preto & Branco
    Formato de áudio DTS, SDDS, Dolby Digital
    Formato de projeção 1.85 : 1
    Número Visa -
    Boa Noite e Boa Sorte Trailer Original 2:26
    Boa Noite e Boa Sorte Trailer Original
    2541 visualizações
    Pela web

    Elenco

    David Strathairn
    Personagem : Edward R. Murrow
    George Clooney
    Personagem : Fred Friendly
    Robert Downey Jr.
    Personagem : Jimmy Darmondy
    Jeff Daniels
    Personagem : Sig Mickelson
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Victor V.
    Victor V.

    Segui-los 16 seguidores Ler a crítica deles

    4,5
    Enviada em 15 de janeiro de 2013
    O pós segunda guerra mundial não foi um período tão tranquilo para o povo americano. Com a aplicação do Plano Marshall e as duas potências mundiais dividindo a Alemanha ao meio, teve início o embate ideológico mais importante da modernidade. Na Guerra Fria, o que imperou durante longos anos foi o clima de instabilidade política externa e interna que tomou conta de diversos países, incluindo os Estados Unidos, como podemos ver no filme ...
    Leia Mais
    Carlos P.
    Carlos P.

    Segui-los 67 seguidores Ler as 157 críticas deles

    4,0
    Enviada em 24 de março de 2017
    Strathairn esteve magnífico como Eduard Murrow, um jornalista, cuja frase final do seu noticiário dá origem a esse filme. É uma história que trata de um período culturalmente sombrio para os EUA, onde queriam tanto evitar o comunismo que começaram uma caça desenfreada a todo mundo que "poderia" ter relação com o mesmo. Eduard Murrow é um jornalista que combate essa "Caça às Bruxas". Talvez não seja uma história significativa para ...
    Leia Mais
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 27516 seguidores Ler as 1 716 críticas deles

    2,0
    Enviada em 18 de setembro de 2014
    Um filme Burocrático e Vazio! Faltou muito pra ser bom! #Fracooooooooooo
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR

    Segui-los 779 seguidores Ler as 293 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    2005 foi um ano de ouro para George Clooney. Ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante por "SYRIANA" e concorreu ao Oscar de melhor filme com "BOA NOITE E BOA SORTE". Muito mais importante do que as nomeações da Academia de Hollywood é a qualidade que seus trabalhos apresentam. Clooney prestou uma grande e justa homenagem ao âncora de um programa jornalístico da rede de televisão CBS na década de 50, Edward Murrow (David Strathairn, em ...
    Leia Mais
    72 Comentários do leitor

    Fotos

    39 Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Segunda direção

    Este é o 2º filme dirigido por George Clooney. O anterior foi Confissões de uma Mente Perigosa (2002).

    Referência

    O título original é uma referência à frase com a qual o verdadeiro Edward R. Murrow encerrava todos os seus programas.

    Imagens de arquivo

    George Clooney declarou que preferiu usar cenas de arquivo do verdadeiro senador Joseph McCarthy, ao invés de escalar um ator para interpretá-lo. De acordo com Clooney, em algumas exibições de teste, o público não percebeu que se tratavam de cenas de arquivo, devido ao modo como o verdadeiro McCarthy atuava para as câmeras.

    Últimas notícias

    Robert Downey Jr. além de Homem de Ferro: Melhores filmes da carreira do ator
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020
    Nasceram estrelas: Relembre 11 estreias notáveis de atores na direção
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    sexta-feira, 12 de outubro de 2018
    Conheça atores que, assim como Bradley Cooper e seu Nasce uma Estrela, conseguiram arrancar elogios da crítica logo no primeiro...
    Dia do Jornalista: Relembre filmes e séries sobre o jornalismo
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sexta-feira, 7 de abril de 2017
    Uma lista de 25 produções de gêneros variados.
    8 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Senhor Ivan
      O elenco já é bem convidativo e temos bons assuntos políticos jogados na mesa.Clooney faz quase a mesma coisa vista em O Segredo de Berlim.-Especial George Clooney - 29 de Agosto de 2019-Dou nota 7/10
    • Andries Viljoen
      Um dos mais influentes opositores do macarthismo foi o famoso apresentador e analista da CBS, Edward R. Murrow . Em 20 de outubro de 1953, o programa de Murrow, See It Now, transmitiu um episódio sobre a demissão de Milo Radulovich , um ex-tenente da reserva da Força Aérea que foi acusado de se associar com os comunistas. O programa criticava fortemente os métodos da Força Aérea , que incluíam apresentar provas em um envelope lacrado que Radulovich e seu advogado não tinham permissão para abrir.Em 9 de março de 1954, See It Now transmitiu outro episódio sobre a questão do macarthismo, este atacando o próprio Joseph McCarthy. Intitulado Um relatório sobre o senador Joseph R. McCarthy, usou imagens de discursos de McCarthy para retratá-lo como desonesto, imprudente e abusivo em relação a testemunhas e proeminentes americanos. Em seu comentário final, Murrow disse:Não devemos confundir dissidência com deslealdade. Devemos lembrar sempre que a acusação não é prova e que a convicção depende da evidência e do devido processo legal. Nós não vamos andar com medo, um do outro. Não seremos levados pelo medo a uma era de irracionalidade, se nos aprofundarmos em nossa história e em nossa doutrina, e nos lembrarmos de que não somos descendentes de homens medrosos.Esta transmissão foi citada como um episódio chave em trazer o fim do macarthismo.Em abril de 1954, McCarthy também foi atacado nas audiências do Exército - McCarthy . Essas audiências foram transmitidas ao vivo pela nova rede da American Broadcasting Company , permitindo ao público ver em primeira mão o interrogatório de McCarthy sobre indivíduos e suas controversas táticas. Em uma troca, McCarthy lembrou ao advogado do Exército, Joseph Welch , que ele tinha um empregado em seu escritório de advocacia que pertencia a uma organização que havia sido acusada de simpatias comunistas. Em uma troca que refletia a opinião pública cada vez mais negativa de McCarthy, Welch repreendeu o senador: Você não tem senso de decência, senhor? Finalmente, você não deixou nenhum senso de decência?
    • ADEMAR
      Cinema de alta qualidade, com tema controverso, porém, muito bem cuidado. Direção primorosa de GEORGE CLOONEY, com uma excelente fotografia em branco e preto, e atuações marcantes de DAVID STRATHAIRN, na figura de EDWARD MURROW, excelente e convincente, FRANK LANGELLA, como BILL, o patrão da CBS., seguro e carismático, como sempre. Filme extremamente recomendável, para os amantes do bom, sincero e seguro cinema. IMPERDIVEL
    Mostrar comentários
    Back to Top