Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Crash - No Limite
     Crash - No Limite
    28 de outubro de 2005 / 1h 47min / Drama, Suspense
    Direção: Paul Haggis
    Elenco: Sandra Bullock, Don Cheadle, Matt Dillon
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Usuários
    4,4 882 notas e 273 críticas
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Jean Cabot (Sandra Bullock) é a rica e mimada esposa de um promotor, em uma cidade ao sul da Califórnia. Ela tem seu carro de luxo roubado por dois assaltantes negros. O roubo culmina num acidente que acaba por aproximar habitantes de diversas origens étnicas e classes sociais de Los Angeles: um veterano policial racista, um detetive negro e seu irmão traficante de drogas, um bem-sucedido diretor de cinema e sua esposa, e um imigrante iraniano e sua filha.

    Título original

    Crash

    Distribuidor IMAGEM FILMES
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2004
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 7 curiosidades
    Orçamento 6 500 000 $
    Idiomas Inglês, Espanhol, árabe, Persa
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -
    Crash - No Limite Trailer Original 2:26
    Crash - No Limite Trailer Original
    24665 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Sandra Bullock
    Personagem : Jean Cabot
    Don Cheadle
    Personagem : Graham
    Matt Dillon
    Personagem : Policial Ryan
    Jennifer Esposito
    Personagem : Ria
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Marcelo Lopez
    Marcelo Lopez

    Segui-los 43 seguidores Ler as 56 críticas deles

    4,0
    Enviada em 1 de março de 2014
    Crash - No Limite, tem em seu cartaz de divulgação a seguinte frase: "Até que Ponto Você se Conhece?". É um filme que levanta perguntas, gosto disso! Após assisti-lo você olha para dentro e procura se autoconhecer antes de tentar compreender o outro. E aí está o grande exito de Crash. Não há um vilão ou mocinho no filme. Nas menos de duas horas de filme são traçadas histórias paralelas que se fundem, se confundem e estabelecem ...
    Leia Mais
    Jonas Furtado Bittencourt
    Jonas Furtado Bittencourt

    Segui-los 1383 seguidores Ler as 549 críticas deles

    2,0
    Enviada em 22 de fevereiro de 2020
    Sem dúvidas, o pior vencedor do Oscar de Melhor Filme junto com Shakespeare Apaixonado. Over-the-top, melodramático, e uma caracterização bizarra de situações reais, Crash é aquele típico "Oscar bait" desavergonhado. É aquele filme "dos temas importantes" que se vale de nada menos que a sua premissa inicial para levantar aquela aura antipática de auto importância e iludir o público com a sensação de estar vendo uma obra de alto ...
    Leia Mais
    Antonio R
    Antonio R

    Segui-los 9 seguidores Ler as 51 críticas deles

    2,5
    Enviada em 22 de agosto de 2013
    Um filme que ao focalizar o dia dia de uma agitada metrópole como Los Angeles, ora nos choca, ora nos emociona e também nos surpreende. O drama de vários grupos de pessoas é visto de uma forma a nos mostrar que, a intolerância e o preconceito sempre presente em suas ações resultam em situações que irão impactar de forma definitiva a vida de cada um. No elenco todos estão bem, inclusive Sandra Bullock num papel fora de sua linha ...
    Leia Mais
    Neto S.
    Neto S.

    Segui-los 13616 seguidores Ler as 773 críticas deles

    4,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2014
    Jean Cabot (Sandra Bullock) é a rica e mimada esposa de um promotor, em uma cidade ao sul da Califórnia. Ela tem seu carro de luxo roubado por dois assaltantes negros. O roubo culmina num acidente que acaba por aproximar habitantes de diversas origens étnicas e classes sociais de Los Angeles: um veterano policial racista, um detetive negro e seu irmão traficante de drogas, um bem-sucedido diretor de cinema e sua esposa, e um imigrante ...
    Leia Mais
    273 Comentários do leitor

    Fotos

    17 Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Ficaram de fora

    Antes de Ryan Phillippe acertar sua presença no filme o ator Heath Ledger estava em negociações com os produtores para interpretar o oficial Hansen.Forest Whitaker recusou o papel do diretor de TV.John Cusack era a primeira escolha para o papel de Rick Cabot, que acabou com Brendan Fraser.

    Abraçando a idéia

    Sandra Bullock queria tanto fazer parte do elenco que pagou ela própria sua passagem de avião para se dirigir ao set de filmagens.

    Experiência própria

    Paul Haggis teve seu carro assaltado e usou da experiência na construção do roteiro.Além disso, o diretor emprestou sua própria casa para servir de cenário da produção. Ele também emprestou seu carro, sempre na tentativa de reduzir os custos.

    Últimas notícias

    O AdoroCinema elege os melhores vencedores do Oscar de melhor filme desde o ano 2000
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    sábado, 4 de março de 2017
    Alguns filmes ótimos, outros bem fracos. Qual é o seu preferido?
    Filmes na TV: Hoje tem A Invenção de Hugo Cabret e Cine Holliúdy
    PLAYLIST - Lançamentos
    domingo, 19 de fevereiro de 2017
    De Wallace Nascimento. Entre as opções do dia na telinha estão também A Rede Social e A Incrível de Adaline. Prepare a pipoca...
    9 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • J. Heleno Paiva
      Sem dúvidas, o pior vencedor do Oscar de Melhor Filme junto com Shakespeare Apaixonado. Over-the-top, melodramático, e uma caracterização bizarra de situações reais, Crash é aquele típico Oscar bait desavergonhado. É aquele filme dos temas importantes que se vale de nada menos que a sua premissa inicial para levantar aquela aura antipática de auto importância e iludir o público com a sensação de estar vendo uma obra de alto nível, quando na verdade não passa de um trabalho bem rasteiro. Além dos diálogos pretensiosos e irrealistas, super mal colocados, piorados por um elenco totalmente fora de tom. Apenas Matt Dillon entrega uma performance realmente inspirada, e Don Chidle até que tem bons momentos aqui e ali, mas no geral, o filme é bem carente de atuações convincentes. Tudo é sisudo e dramático demais, a mão pesada do diretor junto à uma montagem atrapalhada piora tudo. Enfim, o filme só não é uma bosta total por causa da ótima atuação de Dillon, a fotografia, e a sonorização. Mas de resto, é um dos filmes mais ridiculamente superestimados...
    • Luciana L.
      Está no meu Top Five, embora seja quase impossível não ser injusto quando fazemos lista de melhores filmes.
    • Ana Karina L.
      Filme incrível! Inúmeras cenas em que me surpreendi fazia muito tempo que não assistia a um filme tão bem elaborado!
    • Marcus Padilha
      Eu vi mas não me lembro mais. acho que era bom.
    • Senhor Ivan
      Filme que extrai as mais perfeitas atuações de todo seu elenco.Drama forte,cruel e atual.-19 de Março de 2018-Dou nota 8/10
    • Tarcisio Tark F.
      Crash, acredito que tem a ver com choque. O choque de diversidades numa cidade.
    • Tarcisio Tark F.
      Excelente, mostra pessoas reagindo conforme a circunstância. É. Nem sempre a circunstância está sobre controle. O bonzinho de agora pode virar o vilão de amanhã.
    • Bruna O.
      Antes de tudo uma obra corajosa, capaz de nos fazer pensar sobre como as diferenças nos afastam e nos ligam de uma maneira impiedosa.
    • Milc?ades C.
      Excelente filme!
    • Feia Blair!
      Paul Haggis,é um grande diretor,mas pouco conhecido por aqui.É claro que não conseguiu fazer um grande filme antes de Crash,onde teve apenas uma tentativa em Hoje é Dia de Rock,um filme de 1993.Mas nada que tenha mudado realmente sua carreira.Mas em Crash,ele transforma uma simples história,em um verdadeiro ótimo filme,com histórias cruzadas e tudo mas.Acertando em cheio,a escolha do elenco,grandioso,com bons nomes com muita experiência no assunto.Um filme que precisa realmente ser visto mas de uma vez.
    • Marcolinospitefire
      Uma produção que chama a atenção para a dramaticidade das cenas. São diversas cenas, diversas situações que abordam o cotidiano de uma cidade cosmopolita como Los Angeles.Violência, racismo, intolerância, mas também altruísmo e perdão. Filme de primeira linha. Nota: 6,9.
    Mostrar comentários
    Back to Top