Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Moonlight: Sob a Luz do Luar
     Moonlight: Sob a Luz do Luar
    23 de fevereiro de 2017 / 1h 51min / Drama
    Direção: Barry Jenkins
    Elenco: Alex R. Hibbert, Ashton Sanders, Trevante Rhodes
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Imprensa
    4,6 33 críticas
    Usuários
    3,8 1129 notas e 131 críticas
    Adorocinema
    4,0
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 16 anos
    Três momentos da vida de Chiron, um jovem negro morador de uma comunidade pobre de Miami. Do bullying na infância, passando pela crise de identidade da adolescência e a tentação do universo do crime e das drogas, este é um poético estudo de personagem.
    Título original

    Moonlight

    Distribuidor Diamond Films
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2016
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 22 curiosidades
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Assista ao filme

    Críticas AdoroCinema

    4,0
    Muito bom
    Moonlight: Sob a Luz do Luar

    Um retrato universal da solidão, que recusa o lugar-comum

    por Renato Hermsdorff
    “Todo crioulo é uma estrela” (“Every nigger is a Star”). Essas são as primeiras palavras que se ouvem em Moonlight. A frase é, na realidade, o verso da música homônima de Boris Gardiner, artista negro, que ironicamente usa o termo pejorativo para inflar a autoestima da própria comunidade. Mas engana-se “de verde-amarelo” aquele que pensar que se trata, aqui, de um filme de gueto – embora a produção seja, sim, um importante instrumento de voz para os afrodescendentes.Escrito e dirigido por Barry Jenkins (do pouco conhecido Medicine for Melancholy), a partir de uma ideia de uma peça, o filme é o que, em cinema, se chama de um verdadeiro estudo de personagem. Apelidado de “Little” (pequeno), o tímido Chiron (Alex Hibbert, de um olhar acuado de cortar o coração) mora numa comunidade pobre da Miami da explosão do crack dos anos 1980 e, desde novo, sofre com os colegas de escola que o tacham d...
    Ler a crítica

    Trailers

    Moonlight: Sob a Luz do Luar Trailer Legendado 1:51
    Moonlight: Sob a Luz do Luar Trailer Legendado
    47 454 visualizações

    Entrevista, making-of e cena

    Os melhores filmes de 2017 segundo o AdoroCinema 3:01
    Os melhores filmes de 2017 segundo o AdoroCinema
    17 744 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Alex R. Hibbert
    Personagem : Little
    Ashton Sanders
    Personagem : Chiron
    Trevante Rhodes
    Personagem : Black
    Mahershala Ali
    Personagem : Juan
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Hugo D.
    Hugo D.

    Segui-los 847 seguidores Ler as 318 críticas deles

    2,0
    Enviada em 21 de fevereiro de 2017
    Um filme com uma ótima sinopse, mas que não consegue entregar o que promete. É um drama muito dramático mesmo, mas que acaba sem o menor envolvimento por conta das atuações muito travadas em todas as três fases da história. Se salvou apenas Naomie Harris que passa uma verdade na pele da mãe viciada em todas as fases do filme. O protagonista é fraco em todos os momentos e é impossível entender a indicação de Mahershala Ali para ator ...
    Leia Mais
    Mariana A.
    Mariana A.

    Segui-los 14 seguidores Ler as 5 críticas deles

    1,5
    Enviada em 28 de fevereiro de 2017
    Os assuntos abordados até são muito bons, mas não sensibiliza, não emociona. Os pulos que dão na fase da vida de Chiron deixa muitas interrogativas. A sinopse não promete o que diz.
    Jake D.
    Jake D.

    Segui-los 53 seguidores Ler as 108 críticas deles

    5,0
    Enviada em 3 de abril de 2017
    Moonlight: Sob a luz do luar... este é um filme espetacular, ganhou o óscar de melhor filme e foi muito bem merecido. O filme conta a história de Chiron, mais precisamente, em três momentos, a infância, adolescência e a fase adulta. A direção do filme é do Barry Jenkins, e ele faz um trabalho incrível, os movimentos de câmera são todos muito bem conduzidos, a maneira que o filme é contado é excelente, além do ótimo trabalho de ...
    Leia Mais
    Kamila A.
    Kamila A.

    Segui-los 3362 seguidores Ler as 559 críticas deles

    3,5
    Enviada em 14 de março de 2017
    A cena mais importante de Moonlight: Sob a Luz do Luar, filme dirigido e escrito por Barry Jenkins, é justamente aquela que explica o título do longa, na qual Juan (Mahershala Ali, numa performance vencedora do Oscar 2017 de Melhor Ator Coadjuvante) explica para Little (Alex R. Hibbert) o momento em que ele decidiu a pessoa que ele iria ser. Little ainda não conseguirá entender a mensagem de Juan, devido à sua pouca idade, mas o que ele quis ...
    Leia Mais
    131 Comentários do leitor

    Fotos

    32 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Tá na agenda

    Participante do Festival de Toronto 2016.

    Estreante

    Estreia no cinema de Alex R. Hibbert.

    Detalhe

    No filme, Juan ensina Little a nadar. Mas antes do início das filmagens, o jovem realmente não sabia nadar.  Então, Mahershala Ali realmente ensinou Alex R. Hibbert a nadar.
    22 curiosidades

    Últimas notícias

    Um Laço de Amor e outros dramas se você quer chorar muito no fim de semana
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sexta-feira, 24 de julho de 2020
    Os Filmes da Minha Vida: Babu Santana assume que morre de medo de Poltergeist
    NOTÍCIAS - Personalidades
    sexta-feira, 24 de abril de 2020
    Nosso eterno Tim Maia!
    Os 20 Melhores Filmes dos últimos 20 Anos, escolhidos pelo AdoroCinema
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    quarta-feira, 1 de abril de 2020
    Relembre conosco as obras que nos encantaram nas últimas duas décadas, selecionados pela equipe que faz o site.
    127 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Guilherme Guimarães Guedes Bik
      O filme é muito muito ruim!
    • Nelson Jr
      Um ótimo filme , mas na minha opinião , não merecia o premio de melhor filme de 2017 , sendo que tinha Lion e Manchester a Beira Mar que são muito melhores !!..., o filme peca no roteiro, a história do jovem Little , com o olhar acuado, de uma solidão e uma insegurança imensa...! é muito interessante .., Little que vira Chiron na adolescência , e Black na vida adulta., levando consigo sempre essa procura por si mesmo.., e a solidão e angustia .., mas creio que os hiatos que ficam entre uma passagem e outra não foram bem feitos, perde-se a empatia com os personagens .., perguntas ficam sem respostas, e acaba que o filme não sensibiliza.. não emociona. A fotografia é muito boa! ,o elenco é bom, mas os protagonistas poderiam ser melhores,.... destaque para Mahershala Ali e Naomie Harris que estão muito bem! ....a filmagem meio intimista , estilo Berlolucci é interessante, os temas bulling e homesexualismo é bem explorado., apesar do romance não cativar...e o retrato cruel dos subúrbios americanos é muito bem feito.
    • Pruda
      Ue, Bohemy Rapisody teve viado e eu achei ótimo. Cara não confunda cu com talento.
    • Bruno G
      chorem
    • Bruno G
      só vai ser batido quando a realidade mudar, enquanto isso vai ter viado sim no cinema!
    • Bruno G
      na próxima votação em que você for convocado pela academia de cinema fale isso
    • Crismika
      Um filme sensível para contar a história de um garoto negro passeando por temas como bulling, preconceito, drogas, descobertas sexuais tudo diante de um olhar atento do personagem em todas as fases de sua vida: como criança se descobrindo, na adolescência com o problemas aflorando e enfim na fase adulta com o mundo a seus pés. O filme é de uma sensibilidade que foca sua narrativa através do olhar dos personagens e das cores, principalmente do personagem principal de poucas palavras, tímido e que consegue se expressar quase exclusivamente através do olhar. Linda trilha sonora, roteiro bem amarrado para contar uma bela história de superações nesse mundo velho cheio de maldades. GRANDE FILME, merecedor dos OSCAR e prêmios que levou. SUPER RECOMENDO!!!!
    Mostrar comentários
    Back to Top