Meu AdoroCinema
Metrópolis
facebookTweet
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Filmes Online Curiosidades Bilheterias Filmes similares Notícias
Metrópolis
Data de lançamento 4 de novembro de 1927 (2h 33min)
Direção:
Elenco: Brigitte Helm, Alfred Abel, Rudolf Klein-Rogge mais
Gêneros Ficção científica, Suspense, Drama
Nacionalidade Alemanha
Ver o trailer
Imprensa? 0 crítica
Usuários 4,060 notas e 7 críticas

Sinopse e detalhes

Metrópolis, ano 2026. Os poderosos ficam na superfície, onde há o Jardim dos Prazeres, destinado aos filhos dos mestres. Os operários, em regime de escravidão, trabalham bem abaixo da superfície, na Cidade dos Trabalhadores. Esta poderosa cidade é governada por Joh Fredersen (Alfred Abel), um insensível capitalista cujo único filho, Freder (Gustav Fröhlich), leva uma vida idílica, desfrutando dos maravilhosos jardins. Mas um dia Freder conhece Maria (Brigitte Helm), a líder espiritual dos operários, que cuida dos filhos dos escravos. Ele conversa com seu pai sobre o contraste social existente, mas recebe como resposta que é assim que as coisas devem ser. Quando Josafá (Theodor Loos) é demitido por Joh, por não ter mostrado plantas que estavam em poder dos operários, Freder pede sua ajuda. Paralelamente Rotwang (Rudolf Klein-Rogge), um inventor louco que está a serviço de Joh, diz ao seu patrão que seu trabalho está concluído, pois criou um robô à imagem do homem. Ele diz que agora não haverá necessidade de trabalhadores humanos, sendo que em breve terá um robô que ninguém conseguirá diferenciar de um ser vivo. Além disto decifra as plantas, que são de antigas catacumbas que ficam na parte mais profunda da cidade. Curioso em saber o que interessa tanto aos operários, Joh e Rotwang decidem espioná-los usando uma passagem secreta. Ao assistir a uma reunião, onde Maria prega aos operários lhes implorando que rejeitem o uso de violência para melhorar o destino e pensar em termos de amor, dizendo ainda que o Salvador algum dia virá na forma de um mediador. Mas mesmo este menor ato de desafio é muito para Joh, que ouviu a fala na companhia de Rotwang. Assim, Joh ordena que o robô tenha a aparência de Maria e diz para Rotwang escondê-la na sua casa, para que o robô se infiltre entre os operários para semear a discórdia entre eles e destruir a confiança que sentem por Maria. Mas Joh não podia imaginar uma coisa: Freder está apaixonado por Maria.

Título original Metropolis
Distribuidor -
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 1927
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 2 curiosidades
Orçamento 6 000 000 Marks
Idiomas Alemão
Formato de produção -
Cor Preto & Branco
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -
Metrópolis Trailer Oficial 2:01
Metrópolis Trailer Oficial
2 906 visualizações
Recomendado para você

Elenco

Brigitte Helm
Brigitte Helm
Personagem : Maria
Alfred Abel
Alfred Abel
Personagem : John Fredersen
Rudolf Klein-Rogge
Rudolf Klein-Rogge
Personagem : Rotwang
Theodor Loos
Theodor Loos
Personagem : Josaphat / Joseph
Ficha completa

Críticas de usuários

Roberto O.
Crítica positiva mais útil

por Roberto O., em 31/08/2015

5,0Obra-prima

Metropolis é a gênese da ficção científica. Se o curta-metragem Viagem À Lua de George Méliès (1902) é considerado o primeiro... Leia mais

luiz carlos
Crítica negativa mais útil

por luiz carlos, em 08/01/2001

2,5Regular

Considero o filme apaixonante! Conheço apenas a versão colorizada e a única linha filosófica que ví no filme, foi a da ficção... Leia mais

Todas as críticas de usuários
57% 4 críticas 14% 1 crítica 0% 0 crítica 14% 1 crítica 14% 1 crítica 0% 0 crítica
7 Críticas de usuários

Fotos

41 Fotos

Curiosidades das filmagens

Vários

- A primeira versão de Metrópolis tinha mais de três horas de duração, mas se perdeu; - A primeira versão americana tinha 159 minutos e a alemã 153 minutos. Há uma versão restaurada pelo Filmmuseum Munich, que editou cenas perdidas e tem 150 minutos;- Uma versão inglesa, chamada erroneamente de "versão do diretor", tem 139 minutos;- Há uma versão dos anos 80, restaurada na Alemanha, com 115 minutos, mas a versão em vídeo tem apenas 93 minutos;- Em 1996, foi feita uma versão americana com música, que tem 115 minutos. Existe uma outra versão, só com 94 minutos, que tem uma trilha sem música e apenas efeitos eletrônicos gerando som;- Em 2001, uma versão restaurada foi apresentada no Festival de Berlim, mostrando cenas que eram consideradas perdidas, e dura 147 minutos;- Existem ainda as versões com 119 minutos (DVD) e 87 minutos (1984), que foi colorizada e musicada por Giorgio Moroder;- Foi um dos filmes mais caros da história do cinema, tendo custado na época cinco milhões de marcos, e quase levou a Universum Film S.A. à falência;- Teve pelo menos 1100 extras;- Em 2008, em Buenos Aires, Argentina, foi encontrada a versão original do filme;- A versão original foi restaurada e exibida na edição de 2010 do Festival de Berlim, data em que o festival comemorou 60 anos.

Prêmios

FRAMBOESA DE OURO1984IndicaçõesPior Trilha Sonora - versão restauradaPior Canção Original - "Love Kills"

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

Mostrar comentários