Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Mente Criminosa
    Críticas AdoroCinema
    2,0
    Fraco
    Mente Criminosa

    Operação infeliz

    por Lucas Salgado

    Dizem os rumores que Nicolas Cage recusou o papel de protagonista de Mente Criminosa, que acabou com Kevin Costner. Quando o cara que disse "sim" para Motoqueiro FantasmaA Lenda do Tesouro PerdidoCaça às BruxasO Apocalipse e muitos outros projetos questionáveis, diz "não" para você, alguma coisa deve ser repensada.

    Mente Criminosa - FotoE quem diria? Nicolas Cage tomou uma decisão acertada. Criminal (no original) é uma produção repleta de equívocos que oferece um dos roteiros mais infelizes dos últimos tempos. A premissa é a seguinte: agente da CIA é assassinado em meio a uma importante investigação. Para não deixar o caso morrer, a agência conta com ajuda de um médico/pesquisador para transferir as memórias e sentimentos do agente para um presidiário. Enquanto tenta entender o que se passa em sua cabeça, o criminoso acaba atraindo a atenção não apenas da CIA, mas também do grupo que assassinou o agente.

    Ryan Reynolds vive o agente, enquanto que Kevin Costner interpreta o preso que acaba recebendo seus sentimentos. O time conta ainda com Gary OldmanTommy Lee JonesGal GadotMichael PittAlice Eve. Sem dúvida, um grande elenco. Mas todos incapazes de salvar o texto escrito por Douglas CookDavid Weisberg

    O personagem de Costner é um psicopata que não possui sentimentos e que começa a desenvolver os mesmos após receber as memórias do protagonista, passando até a se interessar para esposa (Gadot) e filha do falecido, rendendo inúmeros momentos constrangedores. Mas o que realmente incomoda é o fato de escolherem um sujeito tão instável para passar pela operação. O próprio personagem de Oldman questiona o médico (Lee Jones), que não apresenta qualquer resposta, afinal não faz sentido mesmo.

    Tudo é muito bizarro e ao mesmo tempo previsível. São vários e vários clichês e mais algumas sequências realmente constrangedoras. A cena final, por sinal, é inacreditável. É difícil aceitar que tenha passado por qualquer revisão de roteiro.

    A ideia de apresentar um protagonista sem empatia beira o absurdo, uma vez que o resultado disso é obvio: o público não se apega ao mesmo ou demonstra qualquer interesse. Recebe as cenas e informações de forma pouco envolvente ou apaixonada e não se interessa pelo que vem pela frente, algo fatal para um filme.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    • Miguel Neto
      Será que vimos o mesmo filme??? O que eu assisti está explicado a escolha do prisioneiro para a experiência, gostei do filme!!!!
    • Fabiano Onofre
      Rudny Caetano existem centenas de filmes com roteiros brilhantes, intrigantes e com questões de fundo filosófico nas entrelinhas. No momento vieram à minha mente o filme LUCY de Luc Besson e o excepcional O ADVOGADO DO DIABO, baseado na clássica obra de Andrew Neiderman.
    • Rudny Caetano
      Muito bem observado Fabiano Onofre. Foi isso que chamou minha atenção tbm, e muito contrário do que foi dito pelo crítico, o roteiro foi além do clichê bem/mal por usar um personagem com essa construção. Você por acaso tem em mente outros filmes que tbm tem essa idei filosófica fantastica pra recomendar?
    • Germano Soares
      Acabei de assistir...um dos melhores filmes q já assisti desse gênero...e e música no final...nota 10...
    Mostrar comentários
    Back to Top