Meu AdoroCinema
Os Suspeitos
Críticas AdoroCinema
4,0
Muito bom
Os Suspeitos

Livrai-nos do mal

por Bruno Carmelo

Os Suspeitos começa com o “Pai Nosso” rezado por Keller Dover (Hugh Jackman), para encorajar o filho a matar seu primeiro animal durante uma caçada. Ao longo da história, outros Pais Nossos serão rezados, geralmente antes ou depois de cenas de violência. Deus será invocado diversas vezes, justificando as decisões controversas de cada um, enquanto terços estão pendurados nos pescoços dos personagens, nos retrovisores dos carros, e mesmo na tatuagem dos policiais. Sem mostrar igrejas, este suspense é marcado, do início ao fim, pelo conflito entre a justiça dos homens e a justiça de Deus.


Os Suspeitos - FotoAfinal, todos os personagens desta história esperam por uma punição divina: o pai Keller Dover, cuja filha foi sequestrada, torce para que a polícia encontre provas contra o principal suspeito; o detetive Loki (Jake Gyllenhaal), quando cruza um padre pedófilo, espera que algum indício venha incriminá-lo; Holly Jones (Melissa Leo), vendo o sobrinho indiciado pelo desaparecimento da garotinha, torce para que Deus mostre o caminho certo aos policiais. Mas nenhuma pista aparece. Este filme é o anti-CSI por excelência: apesar do empenho dos investigadores, as provas não surgem, nenhum cabelo ou pedaço de unha permite culpar quem quer que seja. A justiça divina parece não funcionar, o que força os personagens a agirem com as próprias mãos.

 

Começa então um jogo complexo e perverso com o espectador: aquele mesmo Keller Dover, pai dedicado encarnado pelo sempre bonzinho Hugh Jackman (quem consegue lembrar do ator em algum papel de vilão?), começa a tomar atitudes muito condenáveis e violentas para salvar a sua filha. O fim justifica os meios? Pode-se torturar um suspeito de assassinato para conseguir provas? Esta mesma discussão, que despertou grande polêmica nos Estados Unidos com a exibição de A Hora Mais Escura, reapareceu após Os Suspeitos. Ninguém sabia dizer ao certo se o filme defendia ou atacava a prática da tortura, até porque a posição do espectador é incômoda: somos levados a nos identificar e a torcer por um torturador cada vez mais bárbaro, já que ele também é um pai corajoso que tenta salvar a sua filha. Dilema complicado, e grande astúcia deste filme.

 

O diretor Denis Villeneuve já transitou por águas igualmente turvas no edípico Incêndios, e agora prefere abordar os conflitos da moral cristã. O cineasta tem grande domínio do uso de trilha sonora e dos enquadramentos sempre fluidos, com a câmera se movimentando lentamente em direção aos rostos e corpos. Os personagens são vistos por trás de vidros enfumaçados, vitrines cobertas por chuva, poeira, granizo, neve. Aliás, raramente o clima invernal foi tão bem utilizado nos filmes de suspense quanto em Os Suspeitos, produção que faz da meteorologia e dos espaços (casas abandonadas, porões, esconderijos) elementos de grande tensão.

 

Os Suspeitos - FotoHugh Jackman e Jake Gyllenhaal estão excelentes em seus papéis, compondo figuras muito distintas do habitual: o ator australiano faz um homem impulsivo, bruto, de falas rápidas e gestos irrefletidos. Já o detetive Loki ganha um tique com os olhos piscando rápido, as tatuagens em forma de símbolos e outros elementos para ilustrar seu caráter obsessivo. Tecnicamente, a produção é impecável, mesmo com suas 2h30 de duração, que acomodam em bom ritmo um número impressionante de reviravoltas.

 

Talvez alguns elementos não sejam tão bem resolvidos, como a simbologia do labirinto ou a revelação do que realmente aconteceu com a garotinha sequestrada (elemento que tinha sido sugerido ao espectador de maneira tão eficaz), mas Os Suspeitos surpreende por evitar a trajetória da maioria dos suspenses hollywoodianos. Nada de personagens incorruptíveis, nada de pais dispostos a tudo para salvar as suas filhas. Ao contrário da moral e dos bons costumes, temos uma trama sombria, sobre homens e mulheres injustos, pecadores, controversos. Rumo ao final, uma traumatizada Grace Dover (Maria Bello), esposa de Keller, diz ao detetive: “Meu marido fez tudo o que era necessário. Graças a Deus. Ele é um homem bom”. Loki não responde. Este é o silêncio incômodo que paira em toda a história, sobre os pequenos arranjos que os homens fazem, em nome de Deus e da verdade, para construírem a sua própria noção de justiça.

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

  • rdmbeto
    Ótimo filme te prende do inicio ao fim, filme totalmente imprevisível, você nem sente essas 2h30 de tão interessante que é o filme e o final é surpreendente adorei, muito bom.
  • Pedro S.
    O filme é excelente até o segundo ato, se prestarem bastante atenção, descobrirão o culpado neste ato. Depois, o filme dá uns pequenos tropeços. Nada que prejudique o filme. Muito bom!
  • Monica X.
    Adoro Cinema,falem sobre Lucky Them,queria saber mais sobre esse filme.
  • Valdirlei F.
    tbm n entendi aquela parte em q a menina fala q o viu lá.....dai mostra a cena q ela fugiu mas n mostra quem era o cara q estava lá q ela confundiu com o Hugh Jackman...depois que ele ouve a confissão dela ele vai direto na casa da velha...não entendi qual a ligação. Por favor me ajudem.
  • Vanessa S. d.
    O filme tem um roteiro de tirar o fôlego, mas faltou ação em alguns momentos. A trama foi bem elaborada, e é super indicada para aqueles que gostam de finais surpreendentes. Não recomendo para quem deseja ver um filme de ação, mas recomendo para aqueles que desejam ver um filme surpreendente e inteligente.
  • Israell F.
    foi eu me liguei disso tbm !
  • Camila M.
    Gente...se é pra colocar "spoiler" pelo menos avisa né...coisa chata!!
  • Nana R.
    No momento do depoimento do padre já matei o restante do filme! Mesmo assim adorei, e o final fica pra cada um interpretar de sua forma,na minha opinião eh claro que Dover eh achado a julgar pelo comportamento dedicado e obsessivo do loki e pela expressão dele quando ouve o apito, como se tudo fizesse sentido!
  • Augusto G.
    O filme quase foi bom. Em uma certa parte ele tropeça nos detalhes.... Tem coisas que passaram em branco: O que realmente acontecia com o cara das cobras (o filho da velha) ? Qual o motivo real deles fazerem tudo aquilo com as crianças? Guerra com deus?? Podia ter um dialogo mais elaborado e plausível pra explicar isso.O padre parece q apareceu só pra tampar um buraco no enredo, depois sumiu. Porque labirintos? Porque cobras? Pareceu que foi escolhido aleatoriamente, só pra impressionar, porque os dois itens causam o efeito medo/suspense. A critica me mostrou alguns pontos que eu não tinha percebido e que gostei, mas mesmo assim essas falhas(pra mim são falhas) estragaram o filme. Tinha tudo pra ser um ótimo filme, mas não foi!
  • CineRenato
    Augusto G, esse filme poupa todos os clichês que os filmes de suspense de Hollywood costumam fazer: deixam o enredo todo redondinho sem nenhuma margem para o espectador pensar. Essa é uma das qualidades do filme que nos indicia a usar da nossa imaginação para alguns fatos. Outro ponto importante na trama é fazer todos os personagens vítimas e culpadas da trama. Ninguém ali é somente bonzinho ou somente mau. Existem motivos, fatos que acontecem em nossas vidas e cada um reage de forma diferente.
  • CineRenato
    Estou sentindo cheiro de indicação ao Oscar de melhor ator para Hugh Jackman, Atriz coadjuvante para Melissa Leo e ator coadjuvante para Jack Gyllenhaal e fotografia tbm.
  • Flavio Reis
    Amigos, por favor, me expliquem por que o cara das cobras que se suicidou se ele era inocente? Por que ele roubou roupas das meninas sequestradas? Por que tanto ele quanto o marido da velha tinham o mesmo hábito de cobras e labirintos? Por que o detetive do FBI que escreveu o tal livro, que tratava dos crimes do casal louco, não foi chamado para ajudar na investigação? Não entendi os manequins enterrados, isso foi uma maneira do autor despistar a nossa atenção??? ????
  • Carolina A.
    excelente esse filme, mas apesar das quase 3h dá a impressão que o film é corrido
  • Carolina A.
    "isso foi uma maneira do autor despistar a nossa atenção??? ????" sim, várias pistas são para despistar, como ele lendo que o pai do hugh se suicidou informação que não serve de nada
  • Carolina A.
    verdade. eu gostei do fato de não ter tantos cliches do genero
  • Carolina A.
    mas nunca vi alguem aguentar tanta tortura acho que nem um seal iria aguentar tanto isso é meio forçado
  • Carolina A.
    os dois estão excelentes
  • Maria G.
    Bom excelente
  • Maria G.
    vai ter suspeitos 2
  • Tati? O.
    o cara das cobras foi o primeiro homem que a grace sequestrou. entendi que ele simulava com sangue de cobra e de corpo a morte das meninas, para que isso acabasse com a agonia dos pais e eles desistissem. por isso desenhava labirintos sem fim. o resto também busco respostas! :)
  • Flavio Reis
    falou e disse amigo, concordo c vc!
  • Rodrigo P.
    Ótimo suspense!!
  • Lilian S.
    Mais a menina Joy Fala, "Você esteve la e me amordaçou!!!" Por que ela disse isso, não entendi!! Sugeriu que Keller o pai de Anna que tenha feito isso. Alguém pode me explicar por favor ??
  • Alex C.
    Acabei agora o filme. Achei excelente. Tenso, sombrio, ótimas atuações. O final é autoexplicativo, não precisa mais nada, como disse o Gustavo, o detetive ouviu o apito, pronto, the end.
  • Duilio Webb
    Filme super tenso, com pegada de cinema argentino. Espetacular!
  • Carolina A.
    a sim isso é verdade. é que na hora que ele leu pensei "a deve ser alguma coisa que deixou o keller transtornado ou algo do tipo"
  • Rosemary M.
    Excelente filme. Trama bem amarrada e tudo se explica no final. Final que amei e odiei. Náo senti o tempo passar. Personagens bem construídos. Desenho bem feito do que um homem que sente o peso de ser o protetor infalível para a família e o preço que se paga por isto. Lembrei muito de um texto de Provérbios 14:1 - Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos.Provérbios 14:1. Serve para este filme e para Sobre Meninos e Lobos. Para mim, pelo menos.
  • Marcos Jor P.
    Filme onde um pai chega a extremos para ter sua filha de volta.
  • Janaina B.
    Amei este filme !muito bom como a tempos não via um suspense tão angustiante
  • Fabiana P.
    filmãoooooooooooooooooo
  • Fabiana P.
    eu tenho certeza que o policial achou o cara , no hospital a mãe da menina falou que comprou outro apito pq ela tinha perdido o outro durante o sequestro,qdo a velha jogou o pai dela no buraco ele achou o apito lá, no fim qdo o policial começou a ouvir o apito aos poucos se tocou que tinha alguém ali.
  • Thiago D.
    Ótima obra cinematográfica, assisti por causa do elenco e não me arrependi. Excelente filme, agora pra quem não gosta de pensar muito ou precisa de explosões e inúmeros efeitos especiais para ser prendido frente a tela, não assista.
  • Lenice F.
    Excelente sugestão de filme!!! Adorei!!!
  • tiago N.
    Concordo!
  • Kelli M.
    Final horroroso!!! duas horas e meia de filme e ele não tem fim.
  • Kelli M.
    E que detetive mais fraco... não consegue memorizar provas. Amador.
Mostrar comentários
Back to Top