Meu AdoroCinema
Looper - Assassinos do Futuro
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Looper - Assassinos do Futuro
Data de lançamento 28 de setembro de 2012 (1h 50min)
Direção:
Elenco: Bruce Willis, Joseph Gordon-Levitt, Emily Blunt mais
Gêneros Ficção científica, Ação
Nacionalidades Eua, China
Ver o trailer
Imprensa 3,6 14 críticas
Usuários 4,1689 notas e 44 críticas
Adorocinema 3,5

Sinopse e detalhes

Kansas City, 2044. Viagens no tempo são uma realidade, mas estão apenas disponíveis no mercado negro. Seu principal cliente é a máfia, que costuma enviar ao passado pessoas que deseja que sejam eliminadas, já que é bastante complicado se livrar dos corpos no futuro. Os responsáveis por estes assassinatos são os loopers, organização a qual Joe (Joseph Gordon-Levitt) faz parte. Um dia, ao realizar mais um serviço corriqueiro, ele descobre que seu alvo é a versão mais velha de si mesmo (Bruce Willis), trazida em viagem no tempo por ter se tornado uma séria ameaça à máfia no futuro.
Título original Looper
Distribuidor PARIS FILMES
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2012
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 2 curiosidades
Orçamento 30 000 000 $
Idiomas Inglês
Formato de produção -
Cor Colorido
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -

Críticas AdoroCinema

3,5 Bom
Looper - Assassinos do Futuro

Um homem, duas épocas

por Francisco Russo
Viajar no tempo é um dos sonhos da humanidade. O assunto já foi explorado de várias formas no cinema, nem sempre de maneira muito clara. Afinal de contas, mexer com o passado e alterar o que ainda irá acontecer, gerando realidades alternativas, não é algo tão simples assim. Looper - Assassinos do Futuro explora este lado complexo, e até faz graça com ele, ao contar a história de um assassino da máfia que encontra a versão mais velha de si mesmo. A trama se passa em 2044 e acompanha Joe (Joseph Gordon-Levitt, foto), que tem por tarefa eliminar os condenados da máfia enviados do futuro. Ele é um looper, muito bem pago pelo serviço mas também com um preço a pagar: pode viver por 30 anos, após este período será caçado pela máfia e enviado ao passado para ser morto por sua versão mais nova – este é o loop, ou fim de ciclo, para cada um dos assassinos. Só que a versão mais velha de Joe (Bruce...
Ler a crítica

Entrevista, making-of e cena

Entrevista 1 - Inglês 1:08
Entrevista 1 - Inglês
259 visualizações

Elenco

Bruce Willis
Bruce Willis
Personagem : Joe - future
Joseph Gordon-Levitt
Joseph Gordon-Levitt
Personagem : Joe
Emily Blunt
Emily Blunt
Personagem : Sara
Paul Dano
Paul Dano
Personagem : Seth
Ficha completa

Críticas da imprensa

  • Screen International
  • Cinema com Rapadura
  • Variety
  • The Guardian
  • Diário de Pernambuco
  • Revista Interlúdio
  • Preview
  • Cineplayers
  • The Hollywood Reporter
  • CineClick
  • Cineweb
  • Veja
  • O Globo
  • Rubens Ewald
14 Artigos de imprensa

Críticas de usuários

Almir S.
Crítica positiva mais útil

por Almir S., em 22/01/2013

4,0Muito bom

MUITO BOM. roteiro inteligente,excelente atuação de Joseph Gordon Levitt caracterizando Bruce Willis e um final excelente.... Leia mais

Alvaro S.
Crítica negativa mais útil

por Alvaro S., em 18/11/2015

3,0Legal

Bruce Willis, Joseph Gordon-Levitt e Emily Blunt integram esta produção que aborda no roteiro a possibilidade de viajarmos... Leia mais

Todas as críticas de usuários
18% 8 críticas 32% 14 críticas 30% 13 críticas 16% 7 críticas 0% 0 crítica 5% 2 críticas
44 Críticas de usuários

Fotos

51 Fotos

Curiosidades das filmagens

Parceria antiga

Este é o 3º filme em que o diretor Rian Johnson e o ator Joseph Gordon-Levitt trabalham juntos. Os anteriores foram A Ponta de um Crime (2005) e Vigaristas (2008).

Sem chegar ao final

Emily Blunt confessou que aceitou o papel sem ler o roteiro do filme até o final. Com isso ela não sabia o destino de sua personagem quando as filmagens foram iniciadas.

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

  • Dayane P.

    Pow, esse tá prometendo! :)

  • Dany D.

    adoro o joseph eo bruce vai ser show

  • Emilylcosta

    uma merdaaaaaaaaaaaaaa

  • Paulo C?sar

    Até os 20 minutos iniciais, muita ação...mas depois virou uma lentidão, com detalhes se arrastando e arrastando. A ação deu lugar a um drama quase familiar...Cansei de assistir!

  • Renn? A.

    Excelente, sei que vai ter muitos que nao vao gostar por ele ser depressivo demais, mas ele aborda um tema que se ve em extincao no cinema, chamado: Cyberpunk, que foi mostrado em Exterminador do Futuro, Blade Runner, Matrix, O Vingador do Futuro e AKIRA, principalmente esse ultimo que esse filme faz muitas referencias!

    Achei o roteiro bem facil, ja que falar de viajem no tempo pode ser muitas vezes bem complexo e no roteiro claro que pode contestar, mas eu digo pra essas pessoas que o grande diretor Hitchcock falou: "Nenhum roteiro de filme sobrevive a uma analise logica!"

    Recomendo muito, principalmente quem gosta de ficcao cientifica, thriler e cyberpunk!

  • Wilken

    Muito Louco, Looper é d+++

  • Dolacio M J.

    A melhor ficção do ano, sem dúvida. Não vai agradar a todos. Tem um toque de terror. Ótimo roteiro, bela música. Visualmente impecável. Até o Bruce Willis está bem ! Lembra muitos filmes Blade Runner, Matrix, A Origem. Abraços - Dolacio Jr.

  • Tito L.

    O filme é previsível. Espera-se que talvez vá haver uma reviralta na história, mas ela não acontece. O roteiro também tem alguns furos, como por exemplo, como se consegue entrar em contato com um Looper que vive trinta anos no passado se não se tem como voltar no tempo sem ficar preso naquela época? (uma vez que a máquina do tempo não vai junto, só a pessoa que a utiliza.)

  • Guta

    Honestamente, esperava mais, principalmente por conta do elenco que esta presente.

  • Mateuz F.

    ESTE É UM ALTO SPOILER DO FILME! QUEM AINDA NÃO VI E QUER VER NÃO LEIA. =)

    Acabei de assistir o filme e não demorei para perceber que existe um grande furo e gostaria que vocês prestassem atenção a isso.Vamos divir por Joe do Joseph e Joe do Bruce Willis, já que possuem futuros diferentes.No futuro de Bruce, ele mata ele mesmo da maneira como todos os outros Loopers faziam e dessa maneira prossegue sua vida por mais 30 anos. No fim, o "fazedor de chuva" acaba por levá-lo e sua mulher é morta, daí vem sua vingança de querer encontrá-lo ainda criança.Até aí tudo bem, caso o final fosse diferente. No fim, é mostrado que o Joe-Bruce iria matar a mãe do garoto e então ele seria a causa do fazedor de chuva se tornar mau. Mas como no futuro do Bruce ele já estava mau e já tinha aquela lenda que ele viu a mãe morrer, se o Joe-Bruce matou ele mesmo e não permitiu que nada daquilo acontecesse? Esse futuro que o Joe-Bruce mata a mãe só existe quando o Joe novo não mata ele, e isso nãoa aconteceu com o Joe-Bruce. Acho que não existe explicação lógica para isso e me decepcionou em relação a o filme. Sei que não tem como responder aqui, mas quem ler e quiser comentar sobre deixe um comentário com meu nome. xD

  • Drih S.

    É um bom filme de ação...meio tedioso....mais é bom....vale a pena conferir!!!!!!!!!!!

  • Walter Paes

    SPOILER

    Mateuz F. 
    Naturalmente andei dando uma pesquisada antes de falar. A princípio gostei muito do filme, mas achei sua questão interessante, por isso a pesquisa. Bem, acontece que em uma entrevista o diretor afirmou que a história do filme tem a ver com Carma (Termo usado em algumas religiões como o budismo. É mais ou menos aquela teoria "Para toda ação existe uma reação" "Você colhe o que planta" etc. ) e isso explica muita coisa. Então o fato da violência ter acontecido na vida do Joe-Bruce no futuro é resultado da violência que ele praticou no passado. Agora, o fato do Fazedor de chuva ter se tornado mal não é simplesmente por "perder a mãe" podem existir outros motivos, a sociedade violenta em que eles viviam por exemplo. A ideia do filme é na verdade dizer que não da pra concertar violência com mais violência, foi o que o Joe-Bruce fez, tentou concertar querendo matar o garoto, matando na verdade a mãe dele e assim tornando o garoto violento/mal do mesmo jeito, ou seja, ele começaria um novo ciclo, um novo "loop" de violência interminável. A única saída foi o que o Joe-Joseph fez, encerrando o ciclo. Enfim, é de quebrar a cabeça, mas o lance do carma esclarece legal e da pra entender. Mais uma vez, achei o filme inteligentíssimo.

    E para aqueles que criticaram o roteiro, assistam de novo com mais atenção.Filme Excelente! 

  • Ricardo L.

    SPOILER

    Esse filme é uma droga. Perdi meu tempo assitindo esse insulto... Se alguem puder me explicar uma coisa, pode ser que eu mude de opinião:
    Quando o Bruce Willis vê a cicatriz no braço indicando o local onde deve encontrar o jovem Joe, significa que tudo que é feito no passado, altera o futuro, certo? Então quando o jovem Joe se mata, como pode o velho Joe viajar para o passado, se ele não existe no futuro? Em todos os momentos, o velho Joe, sempre evita entrar em confronto com sua versão do passado, já que sua existência depende da sobrevivência do jovem Joe!

  • William di Souzah

    Walter Paes discorde de vc e  Mateuz F.  to contigo.

    Não gostei... pelo simples fato.
    O garoto nao pode ter se tornado o fazedor de chuva por influencia do Joe-Bruce,pois o Joe-jovem e o Joe-bruce só encontraram o garoto e a mãe por causa do Joe-bruce ter voltado no tempo. As coisas acontecem de uma forma natural primeiro. o garoto vira o fazedor de chuva sm influencia do joe.
    Por tanto de alguma forma, por alguem, a mãe do garoto morreu e o acontecido foi influencia para o garoto ficar revoltado. O Joe-bruce voltando no tempo e influenciando na vida do Joe-jovem e do garoto com a mãe,cria-se outra realidae, outra linha de tempo. 
    é o mesmo erro do filme "Exterminador do Futuro": o John Connor manda o cara ao passado p proteger a mae, ai o cara engravida a mae dele se tornando o pai dele. ai no futuro se ele nao mandar o mesmo cara ao passado ele nao vai nascer. pow? mas como ele nasceu primeiro e  cresceu e mandou o cara ao passado?? entende? o mesmo erro.

    Agora se vc fala de carma Walter Paes, o Joe-jovem se matou em vão, pois se o carma do garoto é virar o Fazedor de Chuva, ele vai virar o fazedor de chuva independente de o Joe-bruce nao ter matado a mae dele ali.

    Enfim um erro q pra mim matou o  filme q tinha uma ideia genial.
    e aquele lance de telecinética p mim foi uma besteira  parte...acho q nao tinha nada a ver com o filme...

  • Marco L.

    Um filme pro "casal".... essa é a melhor definição que encontrei pra esse aqui. Um bom drama leve pra "ela" e ficção e efeitos especiais para "ele". Resumindo, um filme que ninguém sai perdendo. 
    História muito boa, elenco bom também. Assista vale a pena !!!!!
    Não tinha melhor ator pra fazer as caras do Bruce Willis do que esse Joseph Gordon-Levitt, igualzim kkkkkkkkkkkk

  • Gug?o

    Aos q disseram q o filme tem "furos" peço q vejam dinovo com o entendimento sobre "Teoria das cordas" e realidades alternativas. O filme naum tem furos. E o Diretor-roteirista teve uma sacada genial (e q por si só abrange filmes dessa natureza) q é deixar a interpretação pra cada um. Toda interpretação encontrará um furo se naum for entendida como uma sucessão de fatos q são a todo tempo modificados. Depois volto com uma análise completa.

  • William di Souzah

    Entaõ só se cria uma organização com telecinese??? então temos varias organizações ai no mundo,máfias, empresas multinacionais e tal criadas por pessoas com telecinese???

    besteira...só p ter "algo a mais" no filme...

  • Luan G.

    Baita filme ! Joseph Gordon-Levitt impecável.

  • Ivan Sousa

    Rian Johnson conseguiu alguma notoriedade como diretor em 2005 quando seu filme de estreia, Brick, ganhou atenção em festivais como Sundance e Toronto. Looper é excessivamente verbal. A narração em off explica detalhes desse mundo futuro que seriam muito mais interessantes se fossem explorados dentro do filme. Ao mesmo tempo, o roteiro tem buracos enormes, e mesmo o nó central do filme parece não fazer sentido.Outro problema é a manipulação do rosto de Joseph Gordon-Levitt para deixá-lo mais parecido com Bruce Willis. Não funciona, deixa o ator beirando o ridículo, rouba boa parte de suas possibilidades de atuação e, principalmente, seu carisma. Seus melhores momentos estão quando ele consegue aparecer por baixo da computação gráfica e finalmente parecer humano para o espectador.

Mostrar comentários