Minha conta
    Ator mexicano é condenado após matar idoso com soco
    Por Nathalia Jesus — 6 de out. de 2022 às 20:38

    Ator é ex-namorado de Dulce Maria, uma das seis protagonistas de Rebelde, e cometeu o crime em uma briga de trânsito.

    O ator mexicano e ex-namorado de Dulce Maria (Rebelde), Pablo Lyle, foi condenado a 15 anos de prisão por matar um idoso com um soco. A vítima se chamava Juan Ricardo Hernández, tinha 63 anos de idade e faleceu no Hospital Jackson Memorial, em Miami, nos Estados Unidos. A sentença foi dada nesta terça-feira (4). O crime aconteceu em 2019. Durante um incidente de trânsito, Juan Ricardo Hernández reclamou que o carro no qual Pablo Lyle estava cruzou repentinamente seu caminho. Nisso, o ator mexicano saiu do veículo e deu um soco no rosto do idoso, deixando-o inconsciente, de acordo com o relato da polícia. Após a agressão fatal, Pablo Lyle fugiu do local, mas foi detido no mesmo dia, recebendo liberdade condicional quando pagou a fiança de cinco mil dólares. Em entrevista à imprensa local, o ator afirmou que abandonou a cena do crime porque "temia pela segurança do seu filho" Mauro, que na época tinha seis anos e estava com ele. Quando o processo criminal começou, em 15 de março de 2021, Pablo Lyle estava desempregado e não poderia viajar para o México. O ator passou a cumprir prisão domiciliar e sua esposa, Ana Araujo, se tornou a responsável pela renda da família. Segundo o jornalista Alex Kaffie, do programa de TV El Heraldo, a mulher tem vendido doces para sustentar a família, que inclui um casal de filhos.

    A esposa está em Mazatlán, no México, e sua situação é tão frágil que, há algum tempo, ela vende biscoitos e donuts.

    Pablo Lyle ficou conhecido por atrações na televisão como Código Postal, Una Familia Con Suerte, La Sombra Del Pasado e Mi Adorable Maldición.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top