Minha conta
    50 Cent cria franquia de séries de TV com Power (Entrevista)
    Por Vitória Pratini — 7 de set. de 2020 às 09:46

    Spin-off Power Book II: Ghost estreou no Starzplay.

    Acredite se quiser, Curtis “50 Cent” Jackson está fazendo sua própria franquia de séries de TV. Depois da premiada Power, o artista vai atuar como produtor executivo não de uma mas de seis produções televisivas. A próxima é Power Book II: Ghost, spin-off de Power que estreou no STARZPLAY no último final de semana. O AdoroCinema conversou com o rapper e ator sobre a série inédita.

    Ghost é uma continuação de Power

    A trama Power Book II: Ghost começa logo após os surpreendentes acontecimentos de Power. Para quem não assistiu à série anterior, não se preocupe, é possível acompanhar ao novo enredo a partir da retrospectiva apresentada no início. A produção acompanha o jovem Tariq St. Patrick (Michael Rainey Jr.) indo para a faculdade para ter direito à sua herança. Fugindo do legado de seu pai, ele acabou assassinando-o para proteger sua mãe, Tasha (Naturi Naughton), que foi acusada pelo crime e agora enfrenta um julgamento. Na escola, ele acaba se envolvendo a perigosa família liderada por Monet Stewart Tejada (Mary J. Blige).

    Para 50 Cent, que interpretou Kanan em Power e foi novamente produtor executivo de Ghost, a história de Tariq e seu pai ressoa com o relacionamento com seu próprio filho. “Tem muito a ver com a terrível relação que tenho com meu filho mais velho”, afirmou o músico. “Como na rua, alguém que não liga pra você nem um pouco, eles não são durões com essas pessoas, eles são duros com os entes queridos em casa, ficam bravos com eles e fazer todos os tipos de coisas. E foi isso que foi capturado de forma real nas cenas de Power e não há comparação entre os dois. Na série, Tariq matou seu pai. Como já aconteceu de duas maneiras na série, o filho mata o pai do outro lado, imitando uma ação do pai. Foi colocado estrategicamente dessa forma porque esta é uma energia inesperada e eu acho que a genética gosta de, como seus pais dizem, que você age exatamente como sua mãe e como seu pai.”

    Amazon Prime Video Channels chega ao Brasil com conteúdos do Starzplay, Paramount e +

    50 Cent criou músicas para a franquia televisiva
    StarzPlay
    50 Cent ao lado de Michael Rayner Jr.

    Se tem uma coisa que 50 Cent tem é paixão pela série, e queria fazê-la acontecer de qualquer maneira. “A última coisa que eu queria fazer era tornar a série cara. E é por isso que aceitei ganhar US$ 17.000 por episódio, produzindo e atuando no programa. Eu só queria fazer isso”.

    Jackson trabalhou por dois anos na franquia Power, antes da série ser aprovada, ao lado de Courtney A. Kemp (The Good Wife), que atuou como criadora, showrunner e produtora executiva das duas séries. O artista revelou ao AdoroCinema que escreveu cerca de oito músicas para a série. “Elas eram representações de cada personagem. Então, quando começamos a pré-produção, era como se falássemos sobre o personagem e apertássemos o play”, disse ele, apontando que os diretores criavam uma sequência específica em cada episódio para as canções brilharem.

    O diferencial de Power Book II é o elenco
    StarzPlay
    Mary J. Blige em cena.

    Na série spin-off Power Book II: Ghost, há a adição de novos atores de peso, entre eles, Mary J Blige e Clifford Smith/Method Man. Para 50 Cent, esse é o grande trunfo de sua franquia, que ele espera expandir em uma espécie de universo televisivo de Power, sempre com elenco e equipe majoritariamente não-brancos. “Ainda há muito talento por aí. E muitos outros personagens que participaram da série são atores realmente talentosos e eu estou animado para ver como as pessoas abraçam a história”, afirmou Jackson, relembrando que a produção é uma continuação. “É uma história que vai ressoar com o público e, em seguida, trazer novos personagens que as pessoas podem realmente se relacionar, ou de alguma forma você sabe, as pessoas realmente críveis ao invés de serem apenas coisas fictícias.”

    5 importantes filmes dirigidos ou estrelados por negros

    Outra marca registrada de todas as séries de Power é o elemento surpresa e de tensão, desde um cliffhanger até algo acontece na vida dos personagens. “É realmente por isso que acredito que continuamente seja algo para se olhar e por que temos uma equipe de escritores talentosos envolvida nisso. Volta e meia quando leio o roteiro, digo: ‘Ah, eles não vão esperar isso. Isso vai ser bom’”, comentou sobre ser surpreendido. “Há um ponto alto que não está dentro do estilo de vida ou nos cantos quando as pessoas estão escolhendo para onde ir, está no inesperado que pode vir e levá-los, alguém pode matá-los, coisas podem acontecer, mas é sempre alguém novo que emerge nesses cantos. Uma nova erva daninha que sai do solo quando você corta a grama, há um todo um ciclo de coisas que estão em Power, que nunca acaba assim, ele simplesmente continua”, explicou ele, comentando que cada série da franquia vai ser protagonizada por um personagem diferente.

    A primeira temporada de Power Book II: Ghost está disponível no STARZPLAY, assim como os seis anos completos de Power.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top