Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    The Walking Dead S10E06: Entrando no covil dos Sussurradores em grande estilo
    Por Vitória Pratini — 11 de nov. de 2019 às 18:18
    facebook Tweet

    Confira nossa análise do 6º episódio da 10ª temporada!

    AMC

    Atenção: o texto a seguir contém spoilers do 6º episódio da 10ª temporada de The Walking Dead, "Bonds".

    The Walking Dead conseguiu apresentar no último domingo (10) um dos episódios mais concisos de sua 10ª temporada. Como o próprio nome do capítulo já diz, "Bonds" ("Laços", na tradução) focou no desenvolvimento do relacionamento entre alguns de seus personagens.

    Girando em torno da fronteira dos Sussurradores, o episódio coloca sob os holofotes a excelente química entre Carol (Melissa McBride) e Daryl (Norman Reedus), mostrando mais uma vez cenas do cotidiano (apostas de arremesso em uma lata, por exemplo) com uma das duplas mais antigas e queridas da série. É interessante ver como os dois têm objetivos diferentes na "missão", trazendo uma pitada de humor para a história: apesar de Carol dizer que vai procurar por Negan, ela quer buscar a horda dos Sussurradores e descobrir o plano deles; enquanto isso, Daryl quer simplesmente garantir que a amiga não se machuque com qualquer que seja o plano dela.

    AMC

    Outro destaque de "Bonds" foi o arco de Negan (Jeffrey Dean Morgan) no acampamento dos Sussurradores, que bebe diretamente da fonte das HQs. Recém-chegado no local e mais estiloso como nunca, ele observa o relacionamento entre Alpha (Samantha Morton) e Beta (Ryan Hurst) e faz o que sabe melhor: vende o seu peixe sobre conhecer como funciona a mente dos inimigos deles. Enquanto o debate sobre ele ser um traidor ou um infiltrado ainda não estar em pauta, é interessante ver um personagem já conhecido tentando se adaptar a outro local. A partir do treinamento dele, TWD finalmente mostrou um pouco mais do dia a dia dos vilões, explicando como funciona sua "sociedade".

    Dean Morgan e Hurst estão excelentes como Negan e Beta, trocando farpas, piadas e frases de efeito — fruto do roteirista iniciante em The Walking Dead, Kevin Deiboldt. As interações da dupla deixam um gostinho de quero mais, e mal podemos esperar para ver como Samantha Morton vai se encaixar na disputa, considerando que Negan estava acostumado a dar ordens quando era líder dos Salvadores. Desde a entrada da showrunner Angela Kang, a série tem apostado em mostrar cenas cinematograficamente interessantes. É o caso da sequência final do capítulo, que traz Negan mostrando que é mais forte do que parece, impressionando os membros dos Sussurradores e ajoelhando em frente a Alpha já é uma das mais marcantes da temporada.

    AMC

    Outro "laço" que começou a ser formado no capítulo foi o de Eugene com uma misteriosa voz no rádio. O vocabulário rebuscado e o jeito estranho do personagem podem ter incomodado no passado, mas vieram a calhar quando ele fez contato com — aparentemente — uma nova comunidade. Josh McDermitt consegue entregar emoção e dominar a cena sozinho, sob a direção atenta de Dan Liu. Sentimos como o personagem é solitário, ainda que as rejeições que ele leva acabam servindo de alívio cômico na produção.

    À título de comparação, é fácil para Dean Morgan entregar uma atuação digna de seu personagem, especialmente quando possui uma troca com um mestre como Ryan Hurst. Difícil é para McDermitt entregar uma atuação emotiva quando se está sozinho em cena e, convenhamos, seu personagem não tem o mesmo apelo frente aos espectadores.

    AMC

    Siddiq (Avi Nash) está ganhando mais espaço, o que significa (pelo histórico de TWD) que algo de ruim vai acontecer com ele em breve na série, ou que ele vai ganhar parte do protagonismo daqui para frente. Além disso, Alexandria está sendo assolada por uma estranha virose. Seria resultado das tripas de zumbis que foram jogadas nos rios? Falando nisso, onde está Gama (Thora Birch) que não apareceu desde que Alpha lhe deu uma missão envolvendo Aaron (Ross Marquand)?

    "Bonds" serviu não somente para alavancar questionamentos sobre o futuro dos personagens e suas relações — afinal, restam somente dois episódios para a midseason finale — como também para apresentar arcos novos e misteriosos. O que vem por aí é incerto, mas parece que a produção está novamente no caminho acertado. 

    The Walking Dead é exibido todos os domingos, às 23h10 nos canais Fox, Fox Premium e pelo Fox Play.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top