Meu AdoroCinema
    Big Little Lies: Reese Witherspoon e Nicole Kidman negam drama nos bastidores e comentam possibilidade de 3ª temporada
    Por Laysa Zanetti — 29 de jul. de 2019 às 13:27

    Protagonistas e produtoras da série, Witherspoon e Kidman quebram o silêncio sobre o caso Andrea Arnold.

    Produtoras e protagonistas de Big Little LiesReese WitherspoonNicole Kidman enfim se pronunciaram a respeito da controvérsia da segunda temporada e do controle criativo supostamente tomado da diretora, Andrea Arnold.

    Em entrevista concedida à Entertainment Weekly, Witherspoon e Kidman ratificaram a afirmação feita por Casey Bloys na últimat semana durante o TCA, relatando que o trabalho na segunda temporada foi feito em conjunto entre elas, o roterisita David E. Kelley, Jean-Marc Vallée e Arnold.

    "Nas nossas mentes, não há controvérsia", afirmou Witherspoon. "Nós amamos a série e nos divertimos muito enquanto estávamos rodando. Há muita desinformação e nenhuma fonte creditada em nenhum dado. Este foi um processo incrivelmente colaborativo para todos nós, e a ideia de que qualquer um foi destratado e não comunicado é completamente falsa. Fiquei feliz por Casey ter falado tão claramente, e estamos muito concentes com a colaboração que construiu esta temporada. Nunca teria sido a série que é se não fosse por estes artistas particularmente colaborando neste material específico.

    Fontes ligadas ao IndieWire afirmam que houve uma crise de controle criativo na segunda temporada de Big Little Lies, envolvendo a autonomia da diretora Andrea Arnold, contratada para comandar os sete episódios, e a interferência do roteirista e produtor executivo David E. Kelley, assim como de Jean-Marc Vallée, que dirigiu e montou toda a primeira temporada — responsável quase singular pelo tom da temporada inicial.

    Uma extensa reportagem relata que Arnold não estava ciente de que não teria autonomia sobre os cortes dos episódios, revelando que ela até mesmo começou a fazer a montagem antes de o material ser retirado dela e entregue a Vallée. O diretor, por sua vez, teria feito algumas refilmagens e descartado parte do material filmado por Arnold, sem que ela fosse consultada.

    Segundo Casey Bloys, presidente de programação da HBO, não houve crise de controle criativo. Bloys afirmou que "diretores entregarem seus trabalhos para produtores executivos para o corte final é um processo habitual" na televisão, e que Arnold tinha consciência de que não teria a palavra final sobre o material.

    "O mais importante para nós é que o público compareceu para a segunda temporada", continuou Kidman. "Estou aqui na Austrália e a reção foi muito forte. Isso é adorável [...] Nós pulamos de um penhasco sem saber exatamente qual seria a pressão. E, de alguma forma, estamos aqui celebrando algo que nós, mulheres, fizemos juntas. Isso é algo que queríamos discutir porque o público apareceu com um apetite tão voraz e isso é incrível."

    Já sobre uma renovação — possibilidade já minimizada por Bloys —, Kidman afirma: "É uma colaboração. Trabalhamos como grupo, e somos muito unidas; falamos umas com as outras, estamos do lado uma da outra. Então, vamos decidir como um grupo."

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top