Minha conta
    Batwoman: CW procura atriz lésbica para estrelar o show
    Por Katiúscia Vianna — 17 de jul. de 2018 às 15:16

    Representatividade importa sim!

    Nessa terça-feira (17/07), a CW anunciou que está desenvolvendo uma série sobre a Batwoman, com produção de Greg BerlantiCaroline Dries (The Vampire Diaries). Porém, as informações sobre tal projeto não terminam por aí...

    Segundo o portal TVLine, a emissora procura uma atriz abertamente gay para assumir o papel da protagonista, que se tornou a primeira heroína homossexual da DC Comics. O site afirma que a jovem escolhida deve ter entre 25 e 29 anos, mas pode ser de qualquer etnia. Batwoman será apresentada durante o próximo crossover do 'Arrowverse', marcado para dezembro.

    Essa não é a primeira vez que a CW toma uma decisão desse estilo, afinal escalou Russell Tovey para interpretar o herói gay The Ray no crossover Crise na Terra-X, que ainda ganhou sua própria série animada. Inclusive, tal personagem é noivo de Cidadão Frio (Wentworth Miller) e ambos os atores já declararam sua homossexualidade abertamente e são ativistas da causa LGBT. Outros nomes que investem na representatividade do 'Arrowverse' são Sara Lance (Caity Lotz), Alex Danvers (Chyler Leigh), Curtis Holt (Echo Kellum) e Anissa Pierce (Nafessa Williams).

    Batwoman será centrada em Kate Kane, jovem lésbica e lutadora altamente treinada, decidida a lutar contra o crime em Gotham City, armada apenas com sua paixão por justiça e falando sempre o que pensa. Porém, a protagonista precisa superar seus próprios demônios antes de se tornar um símbolo de esperança.  Caso seja aprovado pela emissora, o show será lançado em 2019. 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Bernardo Bastos Guimarães
      Puxa, muito obrigado por seu comentário, DCepção da Justiça. De fato, fico muito abatido quando entram uns estúpidos aqui só para dar patada. Gente que entra de sola, tentando menosprezar o conhecimento e a inteligência alheia. Diz um ditado que, na vida real, quem age assim é porque tem inveja da gente, quer ser quem somos. E é verdade. Mas no mundo virtual, que nem nos conhecem? Suponho que sejam pessoas agressivas gratuitamente, mas não gosto de receber essas grosserias; não entro em sites de comentários para receber essas tentativas de ofensas, tanto que nem entro nos comentários dos outros, mas atenho-me aos meus. Muito raro entrar em algum comentário, e se o faço é com suavidade. Estranho, de fato, essa avalanche de personagens lésbicas e gays surgindo assim como geração espontânea, os novos produtores se aproveitando de personagens antigos, das décadas de 30, 40, 50, 60... Não havia esse comportamento tão exagerado na sociedade, e certamente os criadores de personagens não os teriam feito homossexuais, como querem fazer crer agora. Fiz apenas uma pergunta no primeiro comentário, e recebi uma resposta educada do Felipe F., mas como estranhei a convicção dele, fui fazer uma breve pesquisa online, para abrir o leque e o que eu vi foi isto, ela não foi criada homossexual não.Abraço.
    • DCepção da Justiça
      Liga não Bernardo, tem muita gente retardada nesse mundo e ainda se sente no direito de ser burro e não pesquisa mas fala o que é mais fácil e conhecido. Eu descobre que a antiga Batwoman (que era bem diferente dessa ai) era hétero através de um vídeo do Jujuba Atômica, entra lá no canal do cara no youtube e vai saber tudo sobre as duas versões da personagem. Inclusive essa versão hétero ganhou uma hq em 2011, mas a Batwoman lésbica (de 2006 ou 09) ganhou tanta repercussão, em partes pela sexualidade, que a outra é bem difícil de achar. Eu também pesquisei, se pesquisar a fundo nos grandes sites americanos de hq vai ver a diferença entre as duas. Quando o cara é burro, tapado e ignorante, só tem uma coisa a se fazer, negativar e bloquear. Fica em paz e procura o canal que eu te falei, vai aprender muita coisa.E se entende espanhol, entra no Mopho Comics que fala muita coisa das séries da CW.
    • DCepção da Justiça
      As séries da CW sempre vingam, tem público cativo e eles não ligam se tem baixa audiência, vide Arrow que já capenga a muito tempo e não cai. Batwoman teve tomar o lugar de Arrow, então o povo acaba migrando e ainda ganhará vários curiosos ou aqueles que se identificam com a personagem, tanto o público feminino como o público LGBT.
    • Mr.V
      Eu penso que o papel deveria ser dado a uma atriz que fosse a mais adequada para o papel (carismática, tom de voz, porte físico etc.), independentemente do que ela faz na vida privada, e não para aquela que fosse a lésbica mais ostensiva. Se a famigerada audição no sofá constrangeu atrizes e atores iniciantes à prática sexual em troca de papéis, esse requisito da CW obrigará a uma exposição desnecessária da sexualidade dos interessados no papel, sem falar no ativismo inconsequente. Por fim, com base nessa premissa, há grande chance de insucesso da série, pois, ao que parece, a marca da heroína será a sua sexualidade e não sua capacidade de salvar o mundo.
    • Alan Bitencourt
      E vamos expandir a Batfamília, torço para que seja aprovada, porque eu estou com vontade de assisti.
    • Bernardo Bastos Guimarães
      Tua última resposta foi civilizada, ao contrário das duas anteriores, agressivas e petulantes. Bastaria ter-me respondido como agora e não teria havido atritos. Procuremos viver num mundo de paz, não de agressões, até porque aqui fiz uma colocação crítica ao que foi postado na matéria, não me dirigi pessoalmente contra ninguém, como tu fizeste.
    • ChadGrey
      Pois, mas as minhas fontes não são o wikipédia ou afins. São mesmo as bandas desenhadas. Nos arcos canónicos da BatWoman assumia ser homossexual sempre que esta manifestava a sua sexualidade. Normal que isso ficou mais evidente ou até mesmo assumido na série dos 52 Universos. Nas antigas aparições canónicas simplesmente não tinha sido divulgada a sua orientação sexual.
    • Bernardo Bastos Guimarães
      O que eu li, não sei se leste também, é: A ATUAL Kate Kane é lésbica. Donde se conclui que não era. Sabes ler ou só procuras irritar?
    • ChadGrey
      Ah... Está explicado. Deste-te ao trabalho de copiar e colar mas ler que é bom fica para os outros.Sim, Batwoman sempre foi homossexual. Renee Montoya é uma mulher.
    • Bernardo Bastos Guimarães
      Dei-me ao trabalho de copiar e postar uma informação sobre a origem da personagem e tu vens me dizer nem te deste ao trabalho? Vais pagar-me quanto por mais?
    • ChadGrey
      Tens toda a razão... Confusão minha pelo facto de ultimamente ele estar muito activista no que diz respeito à liberdade sexual e afins, mas sim, ele identifica-se como heterossexual e é realmente casado e não me lembrava (ou não sabia) e o erro foi todo meu.Permite-me então corrigir e substituir por Neil Patrick Harris e quaisquer actores/actrizes assumidamente homossexuais e que não tiveram problema nenhum em assumir e representar papéis em filmes ou séries de personagens heterossexuais.
    • Júlio
      Benedict Cumberbatch não é homossexual. É casado com Sophie Hunter.A não ser que ele seja homossexual dentro do armário e só você conheça o segredo dele
    • ChadGrey
      Nem te deste ao trabalho de ver quem foi Renee Montoya, pois não?! Lolol
    • Bernardo Bastos Guimarães
      A atual Kate Kane é lésbica e teve um romance no passado com Renee Montoya. Uma ironia do destino, uma vez que a primeira Batwoman foi criada para afastar os rumores de homossexualidade de Batman, gerados pelo livro A Sedução do Inocente, do psiquiatra Frederic Wertham. A atual, diz a nota... A criação dela foi em 1956, e acho difícil que tenha sido feito alusão, na época a ela ser homossexual.
    • Felipe F.
      Sim Nas HQs ela é lésbica e sempre foi desde sua criação
    • Felipe F.
      Verdade, é bem fácil confundir
    • Bernardo Bastos Guimarães
      que se tornou a primeira heroína homossexual da DC Comics desde quando? Gostaria de saber da criação da personagem, se era lésbica.
    • FSociety
      Pode crer brother!
    • Bruno
      Os bolsofascistas piram.
    • ChadGrey
      Sim, eu sei e conheço; apesar de confundir algumas vezes BatWoman com BatGirl.
    Mostrar comentários
    Back to Top