Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Game of Thrones: Produtores comentam os principais eventos do episódio 'Eastwatch'
    Por Laysa Zanetti — 14 de ago. de 2017 às 12:18
    facebook Tweet

    Com a palavra, David Benioff e D.B. Weiss.

    Faltando dois episódios para o fim da temporada, Game of Thrones colocou o pé no acelerador com 'Eastwatch', que apresenta uma infinidade de subtramas em todos os cantos de Westeros para colocar a história em um novo patamar.

    Em um vídeo de bastidores divulgado pela HBO, os produtores David Benioff e D.B. Weiss detalharam os principais eventos da antepenúltima hora da série, sobretudo a respeito dos relacionamentos entre os personagens e o que conduz cada uma de suas decisões.

    Daenerys Targaryen

    A mãe dos dragões é clara em seu comunicado aos remanescentes do exército Lannister. Desde o início da temporada, vêm sendo feitas várias insinuações a respeito da sanidade mental de Dany (Emilia Clarke), com comparações com seu pai, Aerys II Targaryen. A rainha não tem dó dos Tarly, mas isto realmente significa que ela está louca?

    "Eu não diria que ela está agindo como a Rainha Louca", pontua David Benioff. "Porque é racional. Ela deu a eles uma escolha e eles escolheram não ajoelhar, e ela aceita esta escolha e faz exatamente o que disse que iria fazer. Do seu ponto de vista, ela não está agindo de forma insana. Ela está sendo rígida, o que ela precisa ser para vencer."

    Mas ele pondera que as opiniões podem – e devem! – divergir:

    "Isto é uma perspectiva. Tyrion (Peter Dinklage) tem outra perspectiva, e talvez o público assistindo tenha a sua própria, e vai decidir por conta própria se o que ela fez foi justo ou imoral."

    Arya contra todos

    Foi tudo flores entre Sansa (Sophie Turner) e Arya (Maisie Williams) no episódio 4, mas o clima entre as irmãs mudou radicamente no episódio seguinte; parte disso é culpa de Mindinho (Aidan Gillen), não há como negar. Com toda a sua experiência no jogo dos tronos, ele sabe exatamente quem precisa enganar para se manter vivo:

    "Arya está muito acostumada a ser mais esperta, sorrateira e inteligente que qualquer um contra quem ela estiver", explica D.B. Weiss. "Ela não lida com o Mindinho há um tempo. Então ela é incentivada a espionar alguém que está na verdade a levando pelo nariz até algo que ele quer que ela tenha."

    Mas por que Mindinho quer tanto ter Arya sob o seu olhar?

    "Ele está procurando por uma maneira de prevenir que esta união fraterna se aprofunde porque quanto mais unidas elas estiverem, mais definitivamente ele vai ficando de fora. Na parte de Sansa do relacionamento, ele vê esta abertura, e agora tudo o que ele precisa fazer é dar a Arya motivo para demonstrar raiva real contra Sansa e ele sabe muito bem que, com o que está se passando na cabeça de Sansa em relação ao quão perigosa Arya é, quando Arya começa a agir com raiva, ele sabe para onde Sansa irá se virar."

    Caminhante Branco ao sul

    A solução para fazer todos os westerosi acreditarem na existência do exército dos mortos-vivos Para-Lá-da-Muralha é levando uma das criaturas para onde todos possam ver. Será que vai funcionar?

    Game of Thrones 7.05: Atalaialeste, informação demais para tempo de menos (Crítica do episódio)

    "Havia a ideia de que trazer uma dessas coisas para o sul foi sugerida antes de uma forma que não aconteceu mas", disse Weiss relembrando a primeira temporada. "Em teoria, é possível trazer alguma daquelas coisas para o sul e tê-la ainda funcional quando chegasse a Porto Real. Parece que, a nível de história, isso seria a solução."

    Reme, reme, reme o seu barco...

    Demorou, mas Gendry (Joe Dempsie) voltou. E voltou gritando aos quatro cantos que é filho de Robert Baratheon (Mark Addy), inclusive empunhando um Martelo de Guerra numa homenagem à arma eternizada pelo antigo rei.

    "Não era uma questão de trazê-lo de volta ou não, era uma questão de como trazê-lo", confessou Weiss. "Dada a relação que ele tinha com Davos (Liam Cunningham) na terceira temporada (...), nós percebemos que Davos poderia ter ficado sentado no barco torcendo seus polegares, ou poderia ir procurar pelo rapaz que terminou sendo quase que um filho adotivo para ele."

    David Benioff continua:

    "Gendry é um pouco parecido com Jon (Kit Harington), acho que parte do motivo por que eles começam a gostar um do outro tão rapidamente é que ele só quer ser honesto, e está conhecendo estee jovem rapaz que nunca havia visto antes, que é bastante poderoso (...) mas também ambos são filhos bastardos de homens poderosos que eram amigos um do outro."

    Esquadrão Suicida do Inverno

    O time reunido em Atalaialeste do Mar para a missão de buscar uma das criaturas é provavelmente um dos mais valentes e o mais desunidos já visto nos Sete Reinos. Jon, Gendry, Sor Davos, Sor Jorah (Iain Glen), Tormund (Kristofer Hivju), Thoros de Myr (Paul Kaye), Beric Dondarrion (Richard Dormer) e Sandor Clegane (Rory McCann). Quem poderá contra eles?

    "No final, quando temos todo o time unido, em dois minutos você percebe que todo mundo ali tem um bom motivo para odiar o outro", pontuou D.B. Weiss.

    Benioff finalizou:

    "É uma rápida hostilidade que cresce entre eles e você percebe que todos esses caras vão caminhar para o norte selvagem juntos e tentar fazer algo extremamente perigoso."

    O que será que vai sair disso? Pelo teaser do próximo episódio, mais uma grande batalha. Confira abaixo, e lembre-se: Game of Thrones retorna no próximo domingo, às 22h, na HBO.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top