Minha conta
    O melhor filme de ficção científica dos últimos 5 anos está no Prime Video - e pode dar uma bela lição em Stranger Things
    31 de jul. de 2022 às 16:28
    Aline Pereira
    Aline Pereira
    -Redatora | crítica
    Jornalista que ama boas histórias e combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias.

    A Vastidão da Noite é o filme de ficção científica com nostalgia perfeito para os fãs de Stranger Things.

    Quem gosta de produções com o estilo “retrô” de Stranger Things precisa conhecer A Vastidão da Noite, obra de ficção científica disponível no catálogo do Amazon Prime Video. O longa encanta desde a primeira cena em que a câmera se move por uma sala antiga em direção a uma televisão futurista, nos levando diretamente para uma aventura na década de 1950 e homenageando a icônica série Twilight Zone dos anos 60.

    Ficção científica no Prime Video: Qual é a história de A Vastidão da Noite?

    A Vastidão da Noite se passa no estado do Novo México, EUA, em 1958. Pouquíssimo tempo antes, em outubro de 1957, o lançamento do Sputnik abalou os Estados Unidos: a União Soviética havia colocado em órbita o primeiro satélite artificial. Enquanto a corrida espacial acontece, dois adolescentes de uma cidadezinha americana ficam obcecados pelo rádio e mais ainda por uma estranha frequência de ondas aéreas que surge misteriosamente.

    Os heróis do filme são os alunos do ensino médio Everett (Jake Horowitz) e Fay (Sierra McCormick), que acompanhamos quase em tempo real por uma noite. Ele trabalha no turno da tarde na estação de rádio da cidade, enquanto ela trabalha na mesa telefônica local. Os dois são muito interessados por tecnologia e compartilham o sonho de sair dos confins de sua terra-natal.

    Tudo muda quando Fay ouve um estranho sinal de interferência enquanto trabalha: uma mulher liga, relatando luzes misteriosas sobre seu pasto. Com a ajuda de Everett, Fay tenta descobrir de onde vem o barulho e eles se deparam com uma conspiração de OVNIs, enquanto mais e mais pessoas denunciam luzes assustadoras no céu.

    A Vastidão da Noite empolga com formato da história

    Embora contada de uma forma emocionante, a história propriamente dita não é inovadora - e nem quer ser. Isso porque o fator decisivo aqui é a forma cinematográfica. A Vastidão da Noite é dividido em capítulos mais longos e quase todos são encenados em um estilo diferente. No primeiro, acompanhamos Everett enquanto ele se prepara para um jogo de basquete e a câmera segue o DJ quase em tempo real - com longas e imersivas tomadas de rastreamento, como Robert Altman ou Martin Scorsese

    Após um breve momento de misteriosas luzes, o estilo muda radicalmente. O segundo capítulo consiste quase inteiramente em closes de Fay atendendo chamadas na central telefônica e tentando rastrear os sinais de interferência. Em seguida, outra quebra de estilo: de repente, uma câmera voa por toda a cidade, logo acima do solo, como em um filme de terror. 

    Filme para fãs de Stranger Things

    Como uma homenagem à década de 1950, o longa mergulha fundo no clima retrô que faz sucesso em séries como Stranger Things. Mas A Vastidão da Noite não vai, exatamente, em referências específicas, mas em um sentimento de nostalgia mais geral - mesmo para quem nasceu muito tempo depois deste período. Além disso, o filme do Prime Video também traz uma discussão filosófica de fundo, que diz muito mais sobre as relações humanas do que sobre os “monstros” propriamente ditos.

    Tanto Stranger Things quanto A Vastidão da Noite bebem de fontes parecidas e trazem claras inspirações à visão de seres desconhecidos que Steven Spielberg, por exemplo, mostrou em algumas de suas melhores obras, como Contatos Imediatos do Terceiro Grau  e E.T. - O Extraterrestre. Quer mais nostalgia do que isso?

    A Vastidão da Noite
    A Vastidão da Noite
    Data de lançamento 29 de maio de 2020 | 1h 31min
    Criador(es): Andrew Patterson (I)
    Com Sierra McCormick, Jake Horowitz, Gail Cronauer, Bruce Davis Bayne, Cheyenne Barton
    Usuários
    2,9
    Adorocinema
    3,5
    Assista agora

    O AdoroCinema está concorrendo mais uma vez ao Prêmio iBest, a mais importante premiação da internet, na categoria Cinema, TV e Streaming e gostaria de contar com o seu voto. Então, clique aqui para votar na gente e nos seus favoritos em diversas categorias!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top