Minha conta
    O filme da Netflix que está guardado há anos: Ousado demais para ser lançado?
    5 de mai. de 2022 às 22:51
    Nathalia Jesus
    Nathalia Jesus
    -Redatora e crítica
    Apaixonada por filmes e séries (principalmente sul-coreanos), a redatora é uma contadora de histórias no mundo do entretenimento. No AdoroCinema, ela acompanha os principais lançamentos, premiações, festivais e solta o verbo em discussões relacionadas à diversidade e inclusão na sétima arte.

    Estrelado por Ana de Armas, filme biográfico de Marilyn Monroe nunca saiu do anonimato.

    Antes de assumir a pele de Paloma, uma habilidosa agente em 007: Sem Tempo Para MorrerAna de Armas havia filmado Blonde, um filme biográfico da vida de Marilyn Monroe, dirigido por Andrew Dominik. O longa-metragem, gravado em 2019 para a Netflix, ainda não foi lançado na plataforma de streaming. Este estranho atraso causou todo tipo de rumores e, afinal, o que aconteceu?

    CENAS DE SEXO MUITO ESCANDALOSAS?

    Muitos rumores têm a ver com o conteúdo ousado que a fita parece ter. Conforme publicado pela World of Reel em agosto de 2021, o filme continha "sexo oral sangrento realizado com menstruação" e "uma sequência de estupro" que horrorizou os executivos da Netflix. Embora muito tenha sido falado sobre essas cenas controversas, o diretor Andrew Dominik negou completamente que elas existam.

    O diretor acha que essa coisa do sexo oral é "um boato hilário", mas não há vestígios disso na produção. O certo é que há uma cena de estupro, tirada diretamente do livro de Joyce Carol Oates, no qual o filme se baseia. Embora não haja sexo oral sangrento, o cineasta alerta que Blonde é um "filme exigente".

    "Se o público não gostar, o problema é deles. Não foi feito para agradar a todos", disse ele em entrevista ao Screen Daily.

    Desde então, foi confirmado que a cinebiografia seria o primeiro filme original da Netflix proibido para maiores de 18 anos. Uma classificação que o diretor aprecia, como assegurou ao Collider: "A Netflix me deixa lançar o filme que eu queria fazer e, mesmo, com proibição para menores de 18 anos, acho muito bom." Portanto, Dominik e a companhia estão do mesmo lado. Não há drama entre eles!

    ATRASO NA ESTREIA

    Se não há diferença criativa entre as partes envolvidas, por que está demorando tanto para Blonde ver a luz? No início de sua jornada, foi anunciado que seria lançado em junho de 2021. Estamos em maio de 2022 e ainda não houve notícias do filme, embora tenha havido várias tentativas.

    As filmagens começaram em 2019 e, segundo o diretor, terminaram oficialmente em julho de 2021 — devemos levar em conta a pausa causada pela pandemia. Em 2021, o diretor do Festival de Cinema de Cannes convidou Blonde para exibir durante o evento, mas a Netflix recusou a oferta. Um ano depois, Dominik esperava exibir o filme em Cannes, mas não foi selecionado. Parece que o objetivo é levá-lo primeiro a algum evento de renome, então é possível que o encontro chegue em setembro, com o Festival de Cinema de Veneza.

    A TRAGÉDIA DE MARILYN MONROE

    Embora ainda não tenha conseguido ver a luz, Andrew Dominik deu vários detalhes sobre o tom do filme. Ele o define como uma mistura entre Touro Indomável e Cidadão Kane e garante que tenta contar o terror que a estrela de Hollywood vivia em sua mente. “O filme usa todas as imagens que você viu de Marilyn Monroe, os filmes, as fotos de sua vida. caminho." "diz o cineasta.

    E é uma tragédia. É como se um bebê indesejado se tornasse a mulher mais desejada do mundo e ela tivesse que lidar com isso. É uma espécie de pesadelo. É como estar em um carro sem freios. Ela só vai mais e mais rápido.
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top