Minha conta
    Elza Soares morre aos 91 anos: Veja filmes sobre a história da cantora
    20 de jan. de 2022 às 17:59
    Aline Pereira
    Aline Pereira
    -Redatora | crítica
    Jornalista que ama boas histórias e combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias.

    Uma das maiores cantoras da história do Brasil, Elza Soares morreu nesta quinta-feira (20), em casa.

    Morreu na tarde desta quinta-feira (20), Elza Soares, aos 91 anos de idade. A cantora estava em casa e faleceu de causas naturais, comunicou a equipe. Uma das vozes mais importantes na história da música brasileira, reconhecida internacionalmente e vencedora do Grammy Latino. Com mais de 60 anos de carreira, Elza também já levou seus talentos para as telas e teve sua história contada em documentários.

    Uma das principais obras sobre a cantora é My Name is Now, Elza Soares, documentário assinado pela jornalista e cineasta Elizabete Martins Campos, que fez um mergulho de anos na história de Elza. O filme conquistou prestígio fora do Brasil e foi selecionado para Festival Internacional de Cine Guadalajara, um dos maiores eventos da América Latina. Nele, a diretora destricha não só a carreira da artista, mas também sua vida, abordando passagens importantes que tornaram a cantora e compositora uma figura querida e de referência ao longo dos anos.

    Elza também é o centro de O Gingado da Nêga, documentário em que ela conta sua história de vida e conta com a participação de amigos e conhecidos famosos, como Jorge Aragão, LobãoNegra Li e Pedro Bial. Como grande representante da música brasileira, Elza também aparece em outras produções sobre o assunto, como os documentários O Samba é Meu Dom e Do Jazz ao Samba.

    A artista também foi uma das convidadas para o documentário Garrincha do Timão, que conta a história de Mané Garrincha, considerado um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos. Elza Soares e Garrincha foram casados entre 1966 e 1982 e tiveram um filho, Manoel Francisco dos Santos Júnior, o Garrinchinha.

    Além destas produções, a cantora também já esteve em obras de ficção, representando ela mesma ou personagens. Seu primeiro filme foi o clássico O Vendedor de Linguiça, estrelado por Mazzaropi, em que aparece cantando o samba “Não Ponha a Mão”. 

    Em 2007, Elza esteve no elenco e na trilha sonora de Chega de Saudade, drama dirigido pela cineasta Laís Bodanzky, que tem como cenário um clube de dança, pelo qual diversos personagens passam durante o dia. 

    Pelas redes sociais, os familiares e a equipe profissional da cantora lamentaram o falecimento. “É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais. Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo. Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim”, diz o comunicado.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top