Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Aquecimento Oscar 2021: Confira os discursos mais memoráveis de vencedores da premiação
    Por Barbara Demerov — 13 de mar. de 2021 às 21:01

    Relembramos algumas palavras de astros como Frances McDormand e Halle Berry. É muita emoção!

    Oscar 2021 está chegando! O aguardado anúncio dos indicados acontecerá na segunda-feira, 15 de março, enquanto a cerimônia presencial será realizada em 25 de abril. E, em meio à famosa época de apostas sobre possíveis vencedores da estatueta, é hora de relembrar quais foram os discursos mais marcantes dos artistas que foram agraciados com o prêmio mais importante da indústria norte-americana.

    Oscar 2021 terá cerimônia presencial, segundo Academia

    Em 93 anos de existência, o Oscar já agraciou milhares de artistas e profissionais do cinema. Confira abaixo alguns nomes de destaque que chegaram com tudo no palco do Dolby Theatre dizendo palavras fortes e inesquecíveis -- há até quem mediu bem seus discursos ou impactou o público sem mesmo estar presente...

    Frances McDormand

    A atriz de Nomadland (filme super cotado ao Oscar 2021) já venceu na categoria de Melhor Atriz em 2018 pelo elogiado filme Três Anúncios para um Crime. Em um dos momentos mais poderosos da noite, McDormand destacou a vontade e o talento das centenas de mulheres ali presentes, e chamou os homens para ouvi-las e valorizarem o trabalho de cada uma:

    "Terei a honra de ter todas as mulheres indicadas em todas as categorias comigo nesta sala esta noite. As atrizes - Meryl [Streep], se você fizer isso, todo mundo fará -- as cineastas, produtoras, escritoras, compositoras, as designers. Vamos! Ok, olhem todos em volta, olhem em volta, senhoras e senhores, porque todos nós temos histórias para contar e projetos que precisamos financiar. Não fale conosco sobre isso nas festas desta noite. Convide-nos para o seu escritório em alguns dias ou você pode vir ao nosso, o que for mais adequado para você, e nós podemos lhe contar tudo sobre eles", disse, enquanto era ovacionada.

    Hattie McDaniel

    A atriz de ...E o Vento Levou foi a primeira mulher negra a vencer um Oscar, de Melhor Atriz Coadjuvante. No entanto, seu caminho até chegar ao palco da cerimônia foi duro: por ser negra, ela teve de pedir autorização para adentrar o teatro e, só depois de ouvir seu nome, foi quando pode entrar no salão. Só autorizaram sua entrada quando ela foi anunciada como a vencedora da categoria.

    Seu discurso destacou a alegria que sentiu ao saber que havia vencido um Oscar, na época em sua 12ª cerimônia anual. "Este é um dos momentos mais felizes da minha vida, e quero agradecer a cada um de vocês que participou da seleção de mim para um dos prêmios, pela gentileza. Sempre terei isso como um farol para qualquer coisa que eu possa fazer no futuro. Espero sinceramente ser sempre um crédito para minha raça e para a indústria cinematográfica", disse.

    Joe Pesci

    Três vezes indicado ao Oscar -- incluindo em 2020 por O Irlandês --, o ator Joe Pesci surpreendeu a todos durante seu discurso de vitória em 1991, por outro filme dirigido por Martin Scorsese: Os Bons Companheiros. Com curtas palavras, o ator disse "É meu privilégio, obrigado". Com isso, entrou para o hall de artistas mais "direto ao ponto" ao discursar!

    Halle Berry

    A atriz venceu o Oscar de Melhor Atriz por A Última Ceia em 2002 e entrou para a história da premiação: ela foi a primeira mulher negra a vencer nesta categoria principal. Visivelmente emocionada, Berry dedicou o prêmio a inúmeras mulheres e destacou a importância do prêmio: "Este momento é muito maior do que eu. Este momento é para Dorothy Dandridge, Lena Horne, Diahann Carroll. É para as mulheres que estão ao meu lado: Jada Pinkett, Angela Bassett, Vivica Fox. E é para cada mulher de cor sem nome e sem rosto que agora tem uma chance porque esta porta esta noite foi aberta".

    Spike Lee

    Além do discurso do diretor Spike Lee em si, os espectadores do Oscar 2019 ganharam outro momento inusitado e divertido: quem anunciou a vitória de Lee na categoria de Roteiro Adaptado foi Samuel L. Jackson e Brie Larson. Jackson comemorou muito no palco e, assim que o amigo subiu ao palco, a dupla se abraçou.

    Em suas palavras, Lee enfatizou a história negra dos EUA e destacou a importância de se votar "corretamente". "Diante do mundo esta noite, eu louvo nossos ancestrais que transformaram este país no que ele é hoje, juntamente com o genocídio de seu povo nativo. Todos nós nos conectamos com nossos ancestrais. Teremos amor e sabedoria reconquistados, reconquistaremos nossa humanidade. Será um momento poderoso. A eleição presidencial de 2020 está chegando. Vamos todos nos mobilizar. Vamos todos estar do lado certo da história. Faça a escolha moral entre o amor e o ódio. Vamos fazer a coisa certa!", afirmou.

    Marlon Brando

    O ator de O Poderoso Chefão venceu o Oscar de Melhor Ator em 1972 e, ao contrário do que se esperava, o astro não compareceu à cerimônia. Ao invés disso, ele convidou uma índia Apache, Sacheen Littlefeather, para discursar em seu lugar. A intenção era a de "recusar" o Oscar e protestar a favor dos direitos dos índios nas produções de cinema e TV nos EUA.

    Littlefeather disse: "Sou Apache e sou a presidente do Comitê Nacional de Imagem Afirmativa dos Nativos Americanos. Eu estou representando Marlon Brando esta noite e ele me pediu para falar com vocês em um discurso muito longo, que não posso compartilhar por causa do tempo, mas terei o prazer de compartilhar com a imprensa depois, que ele lamentavelmente não pode aceitar este prêmio generoso. E as razões para isso são o tratamento dado aos índios americanos hoje pela indústria do cinema e na televisão nas reprises de filmes, e também com os recentes acontecimentos em Wounded Knee. Imploro neste momento que não tenha me intrometido nesta noite e que, no futuro, nossos corações e nossos entendimentos encontrarão amor e generosidade. Obrigado em nome de Marlon Brando."

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top