Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Charlize Theron quer protagonizar versão lésbica de Duro de Matar
    Por Caio Garritano — 26 de fev. de 2021 às 13:17
    facebook Tweet

    A atriz protagonizou recentemente outros filmes de ação como The Old Guard, na Netflix, e Mad Max: Estrada da Fúria.

    Depois de protagonizar The Old Guard, um dos grandes sucessos da Netflix em 2020, Charlize Theron já está pensando em seu possível próximo trabalho. Durante uma entrevista para a Vanity Fair, a atriz afirmou que adoraria participar de uma versão lésbica do clássico Duro de Matar

    Por que demoramos tanto a ter filmes de ação protagonizados e dirigidos por mulheres? (Opinião)

    Para quem não se lembra, a história envolvendo essa nova adaptação do filme protagonizado por Bruce Willis começou no final do ano passado, quando a atriz respondeu no twitter um fã que escreveu: "Comédias românticas lésbicas de Natal são legais, mas o que eu realmente gostaria é de um Duro de Matar em que a Charlize Theron sai em fúria para salvar a sua esposa". Na época, o tweet dela viralizou ao escrever: "Aonde é que eu assino?"

    Ao ser questionada pela Vanity Fair se ela realmente estava falando sério e se tinha realmente gostado da proposta do fã, Theron respondeu: "Sim, quero dizer, é uma ótima ideia. É por isso que respondi no Twitter. Porque eu simplesmente achei isso brilhante". Agora, tudo que ela precisa é de um estúdio que esteja disposto a fazer isso! Para isso, ela já começou a fazer uma campanha incentivando o dono do tweet a vender sua ideia para Hollywood. “Eu achei que a ideia era meio brilhante. Eu falei tipo: 'Essa pessoa precisa começar a sugerir ideias. Essa foi ótima'. E o fato que seriam duas mulheres, eu já estava. 'Nossa, me contratem". 

    Charlize Theron defende a presença de mulheres em filmes de ação e cobra salários iguais

    Vencedora do Oscar em 2004 pelo filme Monster: Desejo Assassino, essa nova adaptação de Duro de Matar se encaixaria perfeitamente em sua filmografia repleta de filmes de ação, como Mad Max: Estrada da Fúria, Atômica, e claro, The Old Guard. Graças a esses papéis, Theron se tornou uma das melhores atrizes de ação em Hollywood. “Percebi que ainda havia muitos conceitos equivocados relacionando as mulheres e o gênero de ação”, disse na Comic-Con do ano passado.

    Essa também não seria a primeira vez que a estrela sul-africana interpretaria uma mulher LGBTQI+, já que em Monster: Desejo Assassino, ela encarnou uma  prostituta ainda na adolescente que estava prestes a acabar com a própria vida quando conhece Selby (Christina Ricci), uma jovem lésbica com quem acaba se envolvendo.

    Duro de Matar teve seu primeiro longa lançado em 1988 e contava a história de John McClane (Bruce Willis), um detetive de Nova York que está indo a Los Angeles para se encontrar com sua esposa (Bonnie Bedelia), que trabalha em uma empresa japonesa. Porém, ao chegar no prédio onde ela trabalha, percebe que o edifício está sendo assaltado por um bando de terroristas e decide atrapalhar seus planos para resgatar sua mulher. Depois do sucesso, longa ainda ganhou quatro sequências entre 1990 e 2013. 

     
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top