Minha conta
    Clássicos essenciais presentes no Festival 125 Anos de Cinema do Telecine
    Por Barbara Demerov — 28 de dez. de 2020 às 13:01

    Com filmes antigos e contemporâneos, o festival virtual acontece entre dezembro de 2020 e junho de 2021.

    O cinema chegou a um marco importante em 2020: já se passaram 125 anos desde que os irmãos Lumière fizeram a primeira sessão pública de um filme, que aconteceu na França. De lá para cá, muita coisa mudou, mas a experiência coletiva de se assistir a um filme nunca mudou. Pelo contrário, apenas se fortaleceu!

    Pensando na importância deste evento que aconteceu em 1895 e ainda possui tanta força na História da Sétima Arte, o Telecine organizou um festival online chamado 125 Anos de Cinema. No catálogo existem opções das mais diversas: de clássicos do cinema mudo até chegar aos grandes dramas do século XXI, o público cinéfilo poderá se divertir ao (re)ver tantas obras marcantes.

    Experimente 30 dias grátis no Telecine

    Por isso, vamos destacar filmes de algumas das cinelists criadas pelo Telecine para te dar dicas preciosas que dizem muito sobre as raízes do cinema. Estamos falando de clássicos atemporais que possuem histórias realmente impressionantes. Confira:

    PRIMEIRO CINEMA

    O Martírio de Joana D'Arc

    Em preto e branco e com trilha-sonora marcante, este filme mudo retrata os últimos momentos de vida de Joana D'Arc e foi a primeira adaptação cinematográfica sobre sua história de luta e desafios.

    Asas

    O primeiro vencedor de Melhor Filme no Oscar foi realmente um marco na história do cinema de Hollywood. Ambientado na Primeira Guerra Mundial, a obra traz sequências impressionantes com aviões e embates, que na época foram consideradas bem realistas. Além disso, Asas foi o único filme mudo que venceu a categoria mais importante do Oscar até 2021, quando O Artista conquistou o prêmio também. 

    Viagem à Lua

    Dirigido por George Meliès, uma das figuras mais importantes da época que apresentou o cinema ao mundo, este curta-metragem de 1902 ainda é tido como exemplo de estudo. Usando técnicas de animação e efeitos especiais, a produção ainda é considerada o primeiro filme de ficção-científica da História.

    A MONTAGEM SOVIÉTICA

    Cinema Olho

    Dirigido por Dziga Vertov, este filme é um dos que mais representa o movimento soviético que surgiu após a Revolução Russa em 1918. A técnica Kino-Glaz (que é a tradução do filme) almejava capturar o que não era visto a olho nu, tendo o cinema como ferramenta para isso acontecer.

    A Greve

    Em mais um filme mudo no catálogo do Telecine, A Greve traz a história de trabalhadores de uma fábrica russa que se vão contra o individualismo. 

    Outubro

    Produzido cerca de dez anos após a Revolução Russa, o filme de Sergei M. Eistensein é um docu-drama que reencena em tom de celebração várias cenas-chave do importante movimento social e político de 1918.

    ERA DE OURO EM HOLLYWOOD

    A Princesa e o Plebeu

    Este clássico com Audrey HepburnGregory Peck conta a história de uma princesa que só quer viver como uma pessoa normal por um dia. Ela conhece um repórter que, inicialmente, só se aproxima para garantir um furo, mas tudo acaba mudando. Um romance indispensável com uma dupla de talentos.

    A Felicidade Não se Compra

    Certamente este é um dos maiores filmes de todos os tempos, ainda que sua história seja realmente muito simples. Protagonizado por James Stewart, a mensagem de valorizar o presente e quem está ao seu lado traz o tom perfeito para o drama. 

    Doze Homens e uma Sentença

    Henry Fonda é o protagonista desta história que se passa em sua maior parte em um só cenário: na sala em que o júri de um crime precisa decidir se o réu é culpado ou inocente. Em uma trama que fala muito sobre racismo e o poder do diálogo, este clássico permanece sendo uma obra bastante necessária.

    FILM NOIR E TERROR

    A Marca da Maldade

    Dirigido e protagonizado por Orson Welles, de Cidadão Kane, este filme noir é um dos melhores do gênero e explora muito bem seus elementos mais marcantes: a profundidade de cenários, imagens que falam mais do que mil palavras, as surpresas que a história traz e, claro, a trilha-sonora sempre marcante.

    Drácula

    Bela Lugosi eternizou o vampiro mais famoso do mundo neste filme de 1931. A clássica história que envolve Drácula e sua paixão, Mina, marcou a primeira vez que a obra literária de Bram Stoker foi adaptada para o cinema com som.

    O Bebê de Rosemary

    Este terror nunca deixa de ser interessante pois ele aborda muito mais o terror psicológico (o medo do que não se vê) do que a abordagem de uma figura diabólica em si. O Bebê de Rosemary tem Mia Farrow em um de seus papéis mais impactantes de sua carreira. 

    WESTERN SPAGHETTI

    Trilogia dos Dólares

    Clint Eastwood pode ser um diretor muito renomado, mas sua carreira começou quando passou a atuar em filmes de faroeste! Com direção de Sergio Leone, a Trilogia dos Dólares alçou Eastwood à fama de bad boy e consiste nos filmes Por um Punhado de Dólares, Por uns Dólares a Mais e Três Homens em Conflito. Uma coleção de filmes imperdível e que sintetiza o faroeste spaghetti, que fez tanto sucesso na Itália.

    NOUVELLE VAGUE

    Os Incompreendidos

    François Truffaut foi um dos pioneiros do movimento francês e Os Incompreendidos se tornou num símbolo. Não é para menos! A história delicada e particular do menino Antoine sintetiza bem o "cinema de autor" que foi tão defendido por diretores europeus nos anos 50 e 60. 

    Cléo das 5 às 7

    Uma das obras mais conhecidas de Agnès Varda, Cléo das 5 às 7 traz uma protagonista em dúvida e com medo de receber um diagnóstico médico. Ambientado em uma única tarde, no período de 2h, o espectador acompanha a rotina de Paris sob os olhos de uma jovem que passa a se abrir mais para o mundo.

    O Bando à Parte

    Jean-Luc Godard dirige este outro filme que marcou bastante a Nouvelle Vague. Na história, dois jovens acabam se unindo para convencer a moça Odile a entrar num plano de assalto. Mistura perfeita de romance, drama e cotidiano.

    QUER ASSISTIR MAIS?

    No Festival 125 Anos de Cinema você pode conferir mais cinelists como esta, de Pioneiras do Cinema até A Retomada do Cinema Brasileiro. Clique aqui para conferir. Vale lembrar que o streaming do Telecine oferece 30 dias grátis para novos assinantes.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top