Minha conta
    Curta Cinema 2019: Festival com 153 filmes vai ajudar a selecionar pré-indicado ao Oscar
    Por Vitória Pratini — 29 de out. de 2019 às 16:14

    Realizado no Rio de Janeiro, evento terá obras exibidas em Cannes.

    Começa a partir da próxima quarta-feira (30), no Rio de Janeiro, o Festival Internacional de Curtas-Metragens do Rio de Janeiro. O Curta Cinema 2019 trará à cidade maravilhosa mais de 150 filmes na programação, de 35 países e 13 estados brasileiros, incluindo obras exibidas no Festival de Cannes.

    O evento ajudará a selecionar o curta pré-indicado ao Oscar e ao Bafta. Isso porque os vencedores das Competições Nacional e Internacional do evento estarão qualificados para concorrer a uma indicação às premiações na categoria de Melhor Curta.

    A mostra tem a tradição de exibir trabalhos com duração máxima de 30 minutos, e com caráter competitivo e informativo. A programação divide os filmes em categorias como Competição Internacional, Competição Nacional, Panoramas Latino-Americano e Carioca e Programas Especiais. Além da exibição de filmes, o Festival também promove workshops, laboratório de projetos de curta metragem, palestras e debates.

    De acordo com o diretor e curador do Curta Cinema, Ailton Franco, os temas mais recorrentes entre os curtas são o "retrato sociopolítico do país. Recebemos muitos filmes com temática indígena, o protagonismo feminino também foi destaque, além de roteiros com histórias LGBTQ+".

    Entre os destaques da seleção da mostra competitiva nacional estão A Volta para Casa, curta dirigido pelo paulista Diego Freitas, que traz Lima Duarte no papel principal; além de Tuã Ingügu (Olhos D’Água), novo curta de Daniela Thomas (Vazante, Linha de Passe), filmado nas aldeias Caramujo Kalapalo e Paraíso Kalapalo, no Parque Indígena do Xingu; e Extratos, novo filme de Sinai Sganzerla (O Desmonte do Monte).

    Já a Competição Internacional traz curtas como o romeno Ultimul Drum Spre Mare, de Aidi Voicu, selecionado para a Semana da Crítica de Cannes, o argentino Monstruo Díos, de Agustina San Martín, que recebeu menção honrosa em Cannes; o português Em Caso de Fogo, de Tomás Paula Marques, selecionado para o Indie Lisboa e a ficção-científica experimental queer Club Esplêndida, do alemão Caio Amado Soares, que virá ao país para o Festival.

    A abertura do festival será realizada às 20h no Estação Net Botafogo. Realizado de 30 de outubro até 6 de novembro, o Curta Cinema possui entrada franca. Mais informações podem ser conferidas no site da mostra.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top