Minha conta
    Penny Marshall, diretora de Tempo de Despertar e Quero Ser Grande, morre aos 75 anos

    Ela foi indicada a três Globos de Ouro por estrelar a série Laverne & Shirley, na década de 1970.

    Dia Dipasupil/Getty Images

    Penny Marshall, diretora de Tempo de Despertar e Quero Ser Grande, faleceu aos 75 anos. A cineasta, que iniciou sua carreira como atriz nas telinhas, emplacando sua aclamada personagem em Laverne & Shirley, pela qual foi indicada a 3 Globos de Ouro, sofria de diabetes. De acordo com a Variety, a realizadora e intérprete morreu em decorrência de complicações da doença em sua casa, nas colinas de Hollywood.

    Pioneira na indústria, Marshall foi a primeira mulher a cruzar a barreira dos US$ 100 milhões arrecadados — com Quero Ser Grande — e a segunda mulher na história a ver um de seus trabalhos ser nomeado ao Oscar de Melhor Filme — Tempo de Despertar, após Filhos do Silêncio, de Randa Haines. Em Laverne & Shirley, seriado que expandiu-se para um sem-número de spin-offs, de álbuns à animações, Marshall iniciou sua carreira como diretora. Foi então que fez sua transição para a sétima arte, em um processo raro até os dias de hoje para atrizes que fazem o salto para a cadeira de direção.

    Em seu Twitter, o diretor Rob Reiner (Harry e Sally - Feitos um para o Outro) lamentou a notícia da morte de Marshall, com quem foi casado entre os anos de 1971 e 1981:

    "Amava Penny. Cresci com ela. Ela nasceu com um grande dom. Nasceu com um dom para a comédia e um senso de como usá-lo. Tive muita sorte de conviver com ela e com seu senso de humor. Eu sentirei a falta dela"

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Back to Top