Minha conta
    Além do Homem: Diretor explica reencontro com a cultura brasileira (Exclusivo)
    Por Fernanda Pineda — 1 de jul. de 2018 às 08:15

    Willy Biondani buscou diversas referências para compor um Brasil utópico na ficção.

    Entre as estreias de cinema da semana está o nacional Além do Homem, que traz um olhar de encantamento para a cultura e costumes do Brasil. Escrito e dirigido por Willy Biondani, o filme marca a estreia do diretor e mergulha em referências e alegorias para propor o reencontro do brasileiro com seu próprio país.

    Na história, Alberto Lupo (Sérgio Guizé) é um escritor brasileiro que há anos vive na França e renega suas origens. Tudo muda quando um famoso antropólogo francês é morto num ritual antropofáfico no interior de Minas Gerais e ele é o convocado para investigar o caso; ao chegar, o malandro Tião (Fabrício Boliveira) se torna o seu guia.

    Em entrevista ao AdoroCinema, Biondani conta que buscou resgatar símbolos tipicamente brasileiros, lendas indígenas, o tropicalismo e a antropofagia de Tarsila do Amaral, que aparece até de forma literal na trama. O diretor também elogiou a disponibilidade do elenco, que participou com suas próprias experiências no desenvolvimento dos personagens. 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top