Minha conta
    Festival de Cannes 2018: Nova leva de selecionados tem The Man Who Killed Don Quixote, Fahrenheit 451 e Lars von Trier
    Por Taiani Mendes — 19 de abr. de 2018 às 11:44

    Retorno do polêmico diretor, declarado "persona non grata", foi enfim confirmado.

    Vejam só quem está mesmo de volta ao Festival de Cannes! Lars von Trier, declarado persona non grata na edição 2011 após afirmar sentir "empatia" pelo nazista Adolf Hitler. Além do suspense The House That Jack Built, de Lars, a organização do festival anunciou a inclusão de um documentário sobre Whitney Houston, Fahrenheit 451, o novo filme do turco Nuri Bilge Ceylan, um longa estrelado por Vanessa Paradis e o controverso The Man Who Killed Don Quixote, de Terry Gilliam, problemático desde a pré-produção até agora. Conheça melhor as novidades:

    EM COMPETIÇÃO

    Un Couteau Dans Le Cœur, de Yann Gonzalez (França)
    Ayka, de Sergei Dvortsevoy (Cazaquistão)
    Ahlat Agaci, de Nuri Bilge Ceylan (Turquia)

    FORA DE COMPETIÇÃO

    The House That Jack Built, de Lars von Trier

    MIDNIGHT SCREENINGS

    Whitney, de Kevin Macdonald
    Fahrenheit 451, de Ramin Bahrani

    SESSÃO ESPECIAL

    Another Day of Life, de Raul de la Fuente & Damian Nenow

    FILME DE ENCERRAMENTO

    The Man Who Killed Don Quixote, de Terry Gilliam

    Com isso o júri comandado por Cate Blanchett terá 21 filmes a considerar na disputa pela Palma de Ouro. Novos títulos entraram também na mostra paralela Um Certo Olhar, entre eles um documentário filmado na aldeia do povo indígena Krahô, no Tocantins, e codirigido por uma brasileira*. São eles:

    FILME DE ABERTURA

    Donbass, de Sergei Loznitsa (Ucrânia)

    EM COMPETIÇÃO 

    Muere, Monstruo, Muere, de Alejandro Fadel (Argentina)
    Chuva e Cantoria na Aldeia dos Mortos, de João Salaviza e Renée Nader Messora* (Portugal)

    Com cobertura do AdoroCinema, o Festival de Cannes acontecerá entre os dias 8 e 19 de maio.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top