Minha conta
    Oscar 2018: As maiores gafes do prêmio da Academia
    Por Rodrigo Torres — 11 de fev. de 2018 às 08:43

    As edições do Oscar que quase se comparam ao anúncio de La La Land no lugar de Moonlight.

    Oscar 2005 - O 'shade' de Jorge Drexler

    O Academy Awards é um grande espetáculo, essencialmente voltado para celebração do cinema americano, premiação de suas estrelas, assim gerando um ciclo virtuoso de tendências e personalidades cinematográficas, do sucesso da indústria. Portanto, é um negócio. Portanto, nem sempre o bom senso vem em primeiro lugar.

    Em 2005, o filme Diários de Motocicleta, do diretor brasileiro Walter Salles e equipe de produção sulamericana, concorreu ao Oscar de canção original com "Al Outro Lado Del Rio", composta e interpretada pelo uruguaio Jorge Drexler. Porém, durante a apresentação, a AMPAS decidiu escalar rostos latinos conhecidos do público norte-americano: o ator Antonio Banderas e o guitarrista Carlos Santana.

    Jorge Drexler foi literalmente vetado de interpretar sua canção, e ela tampouco foi exibida em sua versão original. Porém, a música foi premiada com o Oscar. E, em um protesto elegantíssimo ao desrespeito da Academia, o músico subiu o palco, recebeu a estatueta, foi ao microfone e, em vez de fazer um discurso, cantou os versos da música — de forma muito mais bela e tocante que Banderas. Brilhante!

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Andrew Houtarou
      E que venha mais gafes, é disso que o povo gosta!
    • Andrew Houtarou
      Todos queremos.
    • rafahribeiro
      gostei do tipão de George C. Scott, se achava bom demais para não ir receber o prêmio e nem queria que seu nome fosse incluído na lista de indicados. Praticamente é um dos meus mas com uma diferença, eu adoro o oscar
    • Dora Sales
      Que esse ano tenha muitas gafes também, é isso que quero ver XD
    • Marcos Adriano Dams
      Quanta loucura aconteceu
    • Bernardo Bastos Guimarães
      Mas a melhor de todas as histórias aqui relembradas foi a do peladão, em pleno anos 70 loucos e doidos... kkkkkkkkk
    • Bernardo Bastos Guimarães
      Essa do compositor cantar seus versos ao invés e discursar foi um tapa de luva de pelica. Não me lembro disso. Parabéns!
    • Bernardo Bastos Guimarães
      O propósito do segmento era apontar os artistas vencedores dos Academy Awards futuros?.. Entendi não. Como se anuncia vencedores futuros??? Bola de cristal?
    • alan ramos
      Apesar de todo glamour a festa tem a cada ano menos audiência ,a gafe da ultima edição foi tao grotesca que da ate pra imaginar que possa ter sido uma armação pra gerar publicidade ,nao vejo outra explicação para tamanha incompetência .
    • rafahribeiro
      quem sabe faz ao vivo
    • Vidamell Vida R.
      Todos foram f***, até demais.
    Mostrar comentários
    Back to Top