Minha conta
    Diários de Motocicleta
     Diários de Motocicleta
    7 de maio de 2004 No cinema | 2h 06min | Drama, Histórico
    Direção: Walter Salles
    |
    Roteiro Jose Rivera
    Elenco: Gael García Bernal, Rodrigo de la Serna, Mercedes Morán
    Título original The Motorcycle Diaries
    Usuários
    3,9 738 notas, 16 críticas
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse

    Che Guevara (Gael García Bernal) era um jovem estudante de Medicina que, em 1952, decide viajar pela América do Sul com seu amigo Alberto Granado (Rodrigo de la Serna). A viagem é realizada em uma moto, que acaba quebrando após 8 meses. Eles passam a seguir viagem através de caronas e caminhadas, conhecendo novos lugares e pessoas. Em Machu Pichu a dupla conhece uma colônia de leprosos e questiona a validade do progresso econômico da região, que privilegia apenas uma pequena parte da população.

    Trailer

    Diários de Motocicleta Trailer Original 1:57
    Diários de Motocicleta Trailer Original
    13.775 visualizações
    Pela web

    Últimas notícias

    Elenco

    Gael García Bernal
    Personagem : Ernesto Guevara de la Serna
    Rodrigo de la Serna
    Personagem : Alberto Granado
    Mercedes Morán
    Personagem : Celia de la Serna
    Mia Maestro
    Personagem : Chichina Ferreyra

    Críticas dos usuários: eles gostaram

    As melhores e mais úteis críticas
    Kamila A.
    Kamila A.

    6.990 seguidores 776 críticas Seguir usuário

    4,0
    Enviada em 29 de julho de 2013
    A vida da gente é feita de momentos. Alguns deles são bons, outros ruins; existem até mesmo aqueles momentos que são de satisfação, de realização, de alívio, de contestação, de amor, de paz e de guerra. O filme “Diários de Motocicleta”, do diretor Walter Salles e do produtor executivo Robert Redford, fala justamente sobre um momento na vida de um homem; um momento definidor e que vai marcar a vida desse homem para sempre. O homem ...
    Leia Mais
    anônimo
    Um visitante
    5,0
    Enviada em 12 de agosto de 2020
    Independentemente da opinião de cada um sobre o personagem real retratado aqui, esta é sem dúvidas uma das biopics mais efetivas, tanto narrativa quanto visualmente, que eu já vi. É um filme que explora de forma muito autêntica e competente uma parte pouco contada da história de vida desta figura tão controversa. Obviamente, aqui é retratada a vida do Che pré-revolucionário, nos mostra as experiências pelas quais ele passou que podem ...
    Leia Mais
    Sany N.
    Sany N.

    7 seguidores 1 crítica Seguir usuário

    4,0
    Enviada em 28 de dezembro de 2014
    Gael interpreta um Che Guevara em sua forma humana, não condiz com a realidade, olhando para Gael eu quase acreditei que fosse verdade.
    Kid Janjão
    Kid Janjão

    13 seguidores 66 críticas Seguir usuário

    5,0
    Enviada em 21 de janeiro de 2015
    Um filme cativante que conta apenas uma pequena parte da história de um homem que foi maior que a vida. Fantástico.

    Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Em uma outra língua

    Diários de Motocicleta é o primeiro filme dirigido por Walter Salles cujo idioma predominante não é o português.

    Trilha sonora

    A canção "Al Otro Lado del Rio" foi a primeira cantada em espanhol a ser indicada ao Oscar.

    Locações

    O longa foi gravado na Argentina, no Chile e no Peru.

    Detalhes técnicos

    Nacionalidades EUA, Argentina, Brasil, Peru, Chile
    Distribuidor -
    Ano de produção 2003
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 3 curiosidades
    Orçamento -
    Idiomas Espanhol
    Formato de produção -
    Cor Colorido e Preto & Branco
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes : Melhores filmes do ano 2003, Melhores filmes Drama, Melhores filmes de Drama de 2003.

    Comentários

    • Jonas Bittencourt Jr.
      Independentemente da opinião de cada um sobre o personagem real retratado aqui, esta é sem dúvidas uma das biopics mais efetivas, tanto narrativa quanto visualmente, que eu já vi. É um filme que explora de forma muito autêntica e competente uma parte pouco contada da história de vida desta figura tão controversa. Obviamente, aqui é retratada a vida do Che pré-revolucionário, nos mostra as experiências pelas quais ele passou que podem ter tido significativa influência no seu ativismo político. E em se tratando de uma figura política, já era de se esperar que despertasse a paixão dos entusiastas de suas ideias, e o ódio de seus adversários ideológicos. Mas o filme não se apequena a ponto de ser tão somente uma ''história de origem'' de uma figura notória, retratando de maneira heroica e endeusada o começo da trajetória de Ernesto Guevara. Walter Salles está mais interessado no homem, não no mito que fizeram dele, ou seja, o que temos aqui é um estudo intimista sobre uma pessoa de convicções fortes, que dedicou sua vida à elas, e influenciou a geopolítica do Séc. 20, o cineasta tem, sim, um olhar humano e professoral sob o biografado, mas nunca chega ao ponto de canoniza-lo, ou justificar seus erros, tendo momentos no filme em que vemos ramificações de suas atitudes. Todos podemos absolver algo relevante tanto do tema central do filme, quanto de seus aspectos laterais. Não importa sua orientação política, qualquer um pode sentir a dor nos olhos do povo pobre da américa latina, retratado com tanta humanidade aqui, não precisa ser nenhum expert para saber que nossa região enfrenta problemas sociais sérios, e esses problemas geram conflitos, e Che Guevara foi fruto desses conflitos. Não confundam este filme com uma aula de humanas, porém. Pois ele não te joga determinadas ideias de determinado viés, e dedica todo o seu tempo a te convencer delas, ele apenas as apresenta e te dá a liberdade para interpretar as ideias do personagem principal da forma como você achar melhor. Mas tirando toda a pesada carga política envolta, e examinando o filme como entretenimento puro, sem dúvidas se trata de uma excelente obra. Tem um elenco brilhante, é visualmente lindo, e tem uma narrativa desenvolvida de forma fluída e de fácil engajamento. É um filme feito para agradar qualquer cinéfilo à moda antiga! Tem um rigor clássico que traz calma e elegância ao ritmo do longa, mas também tem uma vivacidade contemporânea revigorante. E ainda consegue ser emocionalmente arrebatador no final. Realmente, um excelente filme que pode ser apreciado por qualquer um que consiga deixar as paixões políticas de lado e admirar uma obra bem feita!
    • Fabricio Menezes
      Se ele ta falando que é uma parte desconhecida dele, aposto que não é sobre isso que ele quis dizer. É cada um rsrs
    • Alisson S.
      muito bala 
    • Jorge M.
      Onde assiste essa porra filha da puta
    Back to Top