Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Mark Hamill presta nova homenagem a Carrie Fisher no aniversário da morte da atriz
    Por João Vitor Figueira — 27 de dez. de 2017 às 16:44
    facebook Tweet

    Ator publicou montagem com duas fotos e uma ilustração para celebrar a vida de sua amiga e colega de elenco em Star Wars - Os Últimos Jedi.

    Mark Hammil contracenou pela última vez com Carrie Fisher em Star Wars - Os Últimos Jedi, mais recente longa-metragem da franquia da Lucasfilm que estreou nos cinemas neste mês de dezembro. No geral, o filme recebeu boas avaliações da imprensa e algumas críticas dos fãs, mas discussões sobre o mérito da obra à parte, o filme foi um marco para a saga criada por George Lucas por representar a despedida de Fisher.

    A atriz, que gravou para sempre o seu nome na cultura pop moderna com suas atuações como a Princesa (e General) Leia Organa morreu há exatamente um ano, no dia 27 de dezembro de 2016, aos 60 anos idade, após complicações de um ataque cardíaco sofrido durante um voo.

    Para lembrar da amiga pessoal e colega de franquia, Hammil publicou uma imagem e uma singela mensagem para homenagear Fisher. "No one's ever really gone...", escreveu o ator, frase que pode ser traduzida como "Ninguém realmente se vai" ou "Ninguém realmente nos deixa" e é dita em Os Últimos Jedi. A publicação, que reúne duas fotos (uma da década de 1970 e outra recente, clicacada por Annie Leibovitz para a divulgação do filme de Rian Johnson) e uma ilustração que sintetiza a alma irreverente da lendária atriz. "Sempre conosco", diz uma das hashtags que acompanha a públicação.

    No one's ever really gone... #AlwaysWithUs #CarrieOnForever

    Uma publicação compartilhada por Mark Hamill (@hamillhimself) em

    Em novembro, durante o feriado do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, Hammil publicou uma imagem onde ele, caracterizado como Luke Skywalker e Fisher, como Leia, estão juntos. "Grato pelas memórias", disse o ator na ocasião.

    Após a morte de Fisher no final de 2016, o ator escreveu um belo tributo para a amiga de longa data. "Quando você caía nas graças dela, não havia pessoa mais divertida no mundo. Ela era capaz de fazer você se sentir a coisa mais importante da vida dela. Eu acho essa uma qualidade muito rara. E as coisas podiam virar 180 graus ao contrário, com um furioso com o outro e sem se falar por semanas. Mas isso é tudo parte do que faz uma relação ser completa. Não há só um lado. Como eu costumo dizer, ela era difícil. Era dramática. Mas minha vida teria sido muito mais tediosa e menos interessante se ela não tivesse sido a amiga que foi."

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top