Minha conta
    "Se querem me chamar de pedófila, chamem", diz Xuxa ao comentar Amor Estranho Amor
    Por João Vitor Figueira — 6 de out. de 2017 às 11:49

    Apresentadora debateu com o público em transmissão ao vivo no Facebook para defender as aplicações da chamada Lei da Palmada.

    Xuxa Meneghel falou sobre um tema delicado de sua trajetória artística ao ser confrontada por internautas durante uma transmissão ao vivo no Facebook. Na tarde da última quarta-feira (4), a apresentadora passou quase duas horas discorrendo sobre a Lei Menino Bernardo e respondendo perguntas e provocações do público em sua página oficial.

    Em determinado momento, a Rainha dos Baixinhos comentou sua participação no controverso filme Amor Estranho Amor, lançado em 1982. "Não gosta de mim, não tem problema. Ótimo, não quero que gostem de mim… Querem me chamar de garota de programa, querem me chamar de pedófila porque fiz um filme quando tinha 18 anos, chamem. Aliás, eu gostaria que todo mundo visse o filme, por favor. É muito bom. Querem me chamar de prostituta, chamem, mas existe uma lei chamada Menino Bernardo, que vocês vão ter de aceitar. E essa lei é clara, não pode usar violência contra criança”, afirmou Xuxa.

    A participação de Xuxa no longa-metragem dirigido por Walter Hugo Khouri costuma ser usado como arma argumentativa de quem discorda do ativismo da apresentadora contra a violência infantil a favor da Lei 13.010/2014, também conhecida como Lei da Palmada. A lei foi aprovada pela Câmara dos Deputados, pelo Senado Federal e sancionada pela ex-presidente Dilma Houssef em 2014 para "estabelecer o direito da criança e do adolescente de serem educados e cuidados sem o uso de castigos corporais ou de tratamento cruel ou degradante". O texto prevê punições para pais que agridem seus filhos e para pessoas que se omitem de denunciar casos do tipo.

    Em Amor Estranho Amor, Xuxa interpreta Tamara, uma personagem de 15 anos de idade que seduz o menino Hugo, interpretado pelo ator Marcelo Ribeiro, que tinha 12 anos na época das filmagens. Desde então, o filme causa polêmica e debates acalorados. Meneghel se envolveu em extensas batalhas judiciais para proibir a comercialização do filme nos formatos de home video no Brasil, o que apenas serviu de combustível para o interesse de curiosos na controversa obra. Por questões contratuais, Xuxa não conseguiu impedir a comercialização do longa-metragem nos Estados Unidos e cópias americanas do filme em VHS e DVD existem, o que facilitou que versões piratas do longa (ou de seus trechos mais polêmicos) ganhassem a internet. Em 2013, Xuxa conseguiu impedir que a produtora Cinearte Produções relançasse o material no Brasil. Um ano depois, ela perdeu um processo contra o Google no qual solicitava que seu nome não estivesse relacionado ao crime de pedofilia no buscador. Ribeiro não fez sucesso como ator e na década passada chegou a publicar um livro sobre sua experiência em Amor Estranho Amor e atuar em uma produção pornográfica.

    "Deixa o povo falar. Não me importo com isso. Meus advogados resolvem isso, pago muito bem eles. Todo mundo diz que eu não tenho Deus no coração. Só não tenho Deus no coração, como tenho Deus na vida o tempo todo. Vamos parar de falar que eu tenho pacto com alguma coisa, porque senão eu não teria tudo isso. Isso está velho demais, tenho Deus no Coração sim"

    Durante a live, Xuxa diz que já foi chamada de "prostituta". Trata-se de uma resposta ao apresentador José Luiz Datena, que atacou a apresentadora, chamando-a de "garota de programa infantil, que cresceu e ainda continua infantil e, além disso, imbecil". A ofensa do jornalista ocorreu após Xuxa criticar uma fala de Datena no programa Brasil Urgente, no qual ele defendia o uso de castigos físicos contra crianças.

    Outra pauta que marcou a conversa da estrela de Lua de Cristal (1990) com fãs no Facebook foi a resposta a outra acusação recorrente que ganhou força em décadas passadas entre grupos religiosos e status de lenda urbana. Quem não lembra dos rumores de que a Rainha dos Baixinhos tinha feito um "pacto" com Satã para conseguir fama e riqueza? "Deixa o povo falar. Não me importo com isso. Meus advogados resolvem isso, pago muito bem eles. Todo mundo diz que eu não tenho Deus no coração. Eu não apenas tenho Deus no coração, como tenho Deus na vida o tempo todo. Vamos parar de falar que eu tenho pacto com alguma coisa, porque senão eu não teria tudo isso. Isso está velho demais, tenho Deus no Coração sim".

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top