Minha conta
    Oscar 2017: Vestidos de Charlize Theron e Anousheh Ansari são censurados em transmissão iraniana
    Por Bruno Carmelo — 1 de mar. de 2017 às 17:00

    Estados Unidos e Irã, cada um a seu modo, restringem importantes liberdades individuais.

    Em 2017, o Irã venceu pela segunda vez o Oscar de melhor filme estrangeiro, com o drama O Apartamento. No entanto, o prêmio suscitou diversas questões sobre liberdades individuais, no Ocidente e no Oriente.

    Nos Estados Unidos, o problema surgiu do diretor de ir e vir, graças à decisão de Donald Trump de bloquear a entrada aos cidadãos de uma série de países de maioria muçulmana, incluindo o Irã. Segundo a nova lei, nem o diretor Asghar Farhadi nem a equipe poderiam comparecer à cerimônia. Ao invés de solicitarem uma exceção ao veto, os responsáveis por O Apartamento preferiram ser representados por dois cientistas iranianos residentes nos Estados Unidos, comprovando a importância dos estrangeiros para a economia norte-americana.

    O Irã teve problemas com a cerimônia no que diz respeito aos direitos das mulheres e à desigualdade de tratamento em relação aos homens. O país transmitiu a premiação, permitindo à população presenciar a vitória do filme local. Mas o vestido decotado de Charlize Theron foi censurado com um grande borrão preto sobre o colo e pescoço, para "preservar a sua decência". O borrão voltou a ser aplicado sobre o vestido comportado da astronauta iraniana Anousheh Ansari, que recebeu o prêmio em nome de Farhadi. 

    "Este é mais um típico exemplo de que a República Islâmica tem medo dos braços descobertos das mulheres iranianas. É uma vergonha, mas é assim que a mídia iraniana tem apresentado esses eventos há anos", critica Masih Alinejad, fundadora da associação local My Stealthy Freedom, que luta pelos direitos das mulheres. 

    "No momento em que Farhadi escolheu uma astronauta e um cientista da NASA para provar que os direitos humanos não possuem fronteiras, a República Islâmica faz o total oposto, usando a magnífica declaração de Farhadi no Oscar para fazer sua própria propaganda, enquanto permanece cega sobre o assunto", completa. 

    Ironicamente, O Apartamento aborda o tratamento desigual das mulheres na sociedade iraniana. Na trama, uma mulher sofre abuso sexual, e passa a ser considerada culpada e desonrada por isso.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top