Minha conta
    Minha Mãe é Uma Peça 2 é a maior estreia da semana
    Por João Vitor Figueira — 22 de dez. de 2016 às 11:30

    Animação musical Sing - Quem Canta Seus Males Espanta domina o circuito de estreias junto com a comédia estrelada por Paulo Gustavo.

    Às vésperas do Natal, estreia nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (22) um dos filmes nacionais mais aguardados do ano. Depois de levar mais de 4,5 milhões de pessoas aos cinemas com o filme original, Paulo Gustavo está de volta ao papel de Dona Hermínia em Minha Mãe é Uma Peça 2. Na sequência, Hermínia enriqueceu após se tornar apresentadora de um programa de TV, mas não deixou de se preocupar por um segundo com seus filhos e seu neto.

    De acordo com informações do site Filme B, a comédia nacional  estreia em 1.055 salas de cinema do Brasil, um recorde para um filme do gênero produzido por aqui — o recorde absoluto entre os filmes nacionais permanece com Os Dez Mandamentos, que estreou em 1.129 salas em janeiro.

    Além de Minha Mãe é Uma Peça 2, outro grande lançamento chega aos cinemas de olho no publico familiar em tempos de férias escolares e festas de final de ano. Trata-se da animação Sing - Quem Canta Seus Males Espanta, produzida pelo mesmo estúdio de Meu Malvado Favorito e Minions. Na trama, o coala Buster organiza um grande concurso de canto com outros animais para manter vivo o teatro que administra. O elenco de vozes da versão dublada da animação conta com Mariana Ximenes, Wanessa Camargo, Fiuk, Sandy e Marcelo Serrado.

    um circuito mais restrito, a principal estreia é Capitão Fantástico, 16º melhor filme de 2016 de acordo com a redação do AdoroCinema. Na trama,Viggo Mortensen interpreta Ben, um homem que, junto com sua esposa, desenvolveu um estilo de vida próprio baseado em ideiais anticapitalistas e em sua rejeição ao estilo de vida americano. No meio da floresta, Ben ensinou aos seus seis filhos lições de sobrevivência e filosofia, mas um dia, por motivo de força maior, a família vai ter se confrontar com o restante da sociedade. O elenco do filme foi indicado ao prêmio principal do SAG Awards e Viggo Mortensen recebeu uma nomeação ao Globo de Ouro por seu trabalho neste filme.

    Segundo filme do cineasta italiano Marco Bellocchio a estrear no brasil no mês de dezembro, Belos Sonhos abre em 26 salas. O filme é um drama focado na vida de um homem em dois momentos distintos, começando por sua infância, quando ele ficou órfão de mãe de forma inesperada, até sua vida adulta, quando ele terá de reviver o trauma ao ter que vender a casa que morou quando era criança. Depois de estrelar Elle, um dos principais filmes de 2016, Isabelle Huppert é a força motriz do drama francês O Que Está Por Vir, sobre uma professora de filosofia que leva uma vida tranquila mas está prestes a lidar com algumas tragédias pessoais. Estreia em 16 salas.

    Completam o circuito de estreias o drama francês A Última Lição (estreia em oito salas) e o coreano O Lamento (estreia em quatro salas), mix de filme de terror, suspense e filme policial.

    Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

    Confira abaixo os trailerscríticas e a opinião da imprensa sobre os filmes que estreiam nesta semana.

    Minha Mãe é uma Peça 2: "Com uma roupagem (literalmente?) mais arrumada (três anos após Minha Mãe É uma Peça – O Filme, é nítido o salto de qualidade técnica aqui; fora que Hermínia está rica agora, né?), o longa novo acerta ao se apoiar no carisma e espontaneidade de Paulo Gustavo. Mas a franquia corre o risco de cair no limbo da repetição se não investir em uma trama mais robusta" Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    Sing - Quem Canta Seus Males Espanta: "Por incrível que pareça, o roteiro encontra uma maneira de amarrar os seus fios soltos e ligar, de modo orgânico, a trajetória de todos os bichos. No meio do caos pop surge um filme sonhador, de valores clássicos, adaptado à sensibilidade do século XXI." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     



    Capitão Fantástico: "Ainda que tenha a alma de um filme independente, Capitão Fantástico apresenta um ótimo trabalho de design de produção, fotografia, montagem e, especialmente, trilha sonora. Mas a grande força está mesmo, além das atuações, no roteiro, que consegue passar a ideia de que estamos diante de um grupo de pessoas libertários e não revoltados. Não há espaço para ódio. Há para amor." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    Belos Sonhos: "Com uma bela trilha sonora, o filme conta ainda com um grande elenco, com destaque para Valerio Mastandrea na pele de Massimo adulto. O ator parece um pouco inexpressivo, mas dá o tom exato que o personagem precisa." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    O Que Está Por Vir: "Este é um cinema ultra naturalista sem vocação militante (ou seja, algo diferente do estilo dos irmãos Dardenne, por exemplo), preferindo um olhar intimista, psicológico. Um grande filme travestido de obra singela." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    A Última Lição: "Num projeto que carece tanto de tato, A Última Lição decepciona pela artificialidade. Não basta mostrar que a senhora idosa tem dificuldades em viver sozinha: é preciso criar uma cena catártica, com closes assustadores dentro do banheiro" Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    O Lamento: "Talvez o maior mérito de O Lamento seja combinar os prazeres menos sofisticados do cinema de gênero (sangue, monstros) com o ritmo contemplativo e a precisão do cinema “de arte”. As vísceras são filmadas com beleza, enquanto as paisagens são retratadas como um cenário horrível." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top