Minha conta
    15 escolhas de elenco que despertaram polêmica
    Por Bruno Carmelo — 27 de abr. de 2016 às 01:00

    Scarlett Johansson, Johnny Depp, Daniel Craig...

    11. Joseph Fiennes em Elizabeth, Michael e Marlon (2016)

    Por que despertou polêmica? Porque é um tanto chocante um ícone negro da cultura pop como Michael Jackson ser interpretado por um ator branco e britânico. Mesmo que seja apenas um curta-metragem satírico de 20 minutos... Aliás, a defesa de Fiennes aproveitou este argumento, dizendo que se tratava apenas de uma sátira, então a questão racial não deveria ser um problema.

    Qual foi o resultado? As filmagens já ocorreram, mas o resultado ainda não foi mostrado ao público. Aguarde novas polêmicas quando a produção chegar à TV.

    12. Audrey Hepburn em My Fair Lady (1964)

    Por que despertou polêmica? Hepburn era uma atriz talentosa, que acabava de trabalhar nos sucessos Bonequinha de Luxo e Charada. Nada mais lógico do que convidá-la para esse musical, certo? Errado. Até porque a atriz não sabia cantar, nem o mínimo necessário. Atrizes de grande talento vocal como Julie Andrews se ofereceram para o papel, mas foram recusadas pelos produtores, que preferiram dublar Hepburn em todos os momentos de canto.

    Qual foi o resultado? My Fair Lady conquistou um imenso sucesso, vencendo nada menos que oito Oscar. Mas os votantes da Academia não toleraram a dublagem e decidiram boicotar Hepburn, que sequer foi indicada pelo papel principal.

    13. Jesse Eisenberg em Batman vs Superman - A Origem da Justiça (2016)

    Por que despertou polêmica? Eisenberg tinha se saído bem como Mark Zuckerberg em A Rede Social, mas chamar o astro jovem e cheio de tiques de atuação para o importante papel de Lex Luthor? Entre as várias escolhas controversas no elenco deste filme, a de Eisenberg gerou algumas das repercussões mais negativas.

    Qual foi o resultado? Com a estreia do filme, as discussões se concentraram principalmente nos méritos e na bilheteria. O ator continua lá, com seus tiques intactos e o cabelo meio estranho, mas o resultado agradou parte do público. Você gostou?

    14. Michael B. Jordan em Quarteto Fantástico (2015)

    Por que despertou polêmica? Por questões étnicas, essencialmente. Alguns fãs dos quadrinhos reclamaram da escolha de um ator negro para o papel de Johnny Storm, logo após Chris Evans interpretar o mesmo personagem na última versão do Quarteto Fantástico nos cinemas. Ainda por cima, sua irmã, Sue Storm, seria interpretada por Kate Mara.

    Qual foi o resultado? Quarteto Fantástico foi um desastre de crítica e de bilheteria tão grande que quase ninguém comentou as escolhas do elenco após a estreia. Além disso, Michael B. Jordan é um ator muito competente.

    15. Emma Stone em Sob o Mesmo Céu (2015)

    Por que despertou polêmica? Pobre Emma Stone. A atriz já foi criticada por ser uma líder branca libertando os negros em Histórias Cruzadas, e por não ser compatível com a Gwen Stacy de O Espetacular Homem-Aranha. Mas o caso de Sob o Mesmo Céu foi ainda mais grave: neste romance, ela interpreta uma personagem tipicamente havaiana.

    Qual foi o resultado? O erro na escolha foi tão óbvio que Stone pediu desculpas pelo papel em rede pública, e depois o diretor Cameron Crowe se desculpou com ela por tê-la escolhido para o projeto. No fim, o filme foi detonado pelos críticos e esnobado pelo público.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top