Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Top 5: Curiosidades sobre a série Divergente
    Por Vitória Pratini — 9 de mar. de 2016 às 19:00
    facebook Tweet

    A Série Divergente: Convergente vem aí nesta quinta-feira!

    Desde 2014, fãs têm acompanhado nas telonas a história de Tris (Shailene Woodley) em um mundo distópico e futurístico dividido em facções e se perguntaram, desde o início, o que existe depois do muro?!

    Chegou a hora de descobrir! Convergente, terceiro e penúltimo filme da série Divergente, chega aos cinemas nesta quinta-feira, dia 10 de março. Dirigida por Robert Schwentke, a produção e vai mostrar como é a vida além das fronteiras que isolam a cidade de Chicago do resto do mundo.

    Mas, antes de ir aos cinemas conferir o longa, que tal conhecer cinco curiosidades sobre a saga baseada nos livros de Veronica Roth? Veja abaixo!

    05. Jeanine grávida?

    Kate Winslet, que viveu a vilã Jeanine em Divergente e Insurgente, estava grávida de seu filho Bear - que nasceu em 7 de dezembro de 2013 - durante a produção do primeiro longa. "Eu ainda vou fazer o filme", foi a primeira coisa que a atriz disse para o diretor Neil Burger quando contou para ele que estava esperando um filho. Winslet quis deixar isso claro antes de continuar: "Estou grávida e, você sabe, teremos que reorganizar as coisas porque, na época da gravação, eu estarei muito grávida." Burger disse que não estava aparecendo tanto assim, mas que eles tiveram que redesenhar parte do figurino dela e, de alguma forma, "camuflar" a gravidez. E para as cenas mais físicas no final do filme, foi quase tudo conforme o planejado, mas eles tiveram que usar uma dublê por um pouco mais de tempo. Claro que, como qualquer boa atriz, Winslet permitiu se perder no personagem e se jogou - literalmente ou figurativamente - nas cenas. Segundo o diretor, Kate estava se perdendo no fato de que estava grávida e não podia exagerar nas cenas, então, o trabalho dele era garantir que ela não se machucasse.

    04. Namorado de Tris x Irmão de Tris

    Todo mundo sabe que Ansel Elgort vive o irmão de Tris, Caleb. Só que, originalmente, ele fez o teste para outro personagem: Quatro. Acontece que o diretor de DivergenteNeil Burger, não achava que o ator estava pronto para o papel. "O que é tão maravilhoso de Ansel é que ele é tão acessível", disse Burger, ao explicar que eles estavam procurando por alguém mais intenso. "Se você viu A Culpa é das Estrelas, [sabe que] ele é um cara ótimo, e às vezes isso prevalece." Eles queriam que o personagem fosse um líder poderoso, por isso acabaram escalando alguém mais velho (na época de Divergente, Theo James tinha 29 anos e Ansel, 19). Elgort acabou pegando o papel de Caleb, contracenando com Shailene Woodley como seu irmão, para depois viver o par romântico dela em A Culpa é das Estrelas.

    03. Encontrando o Quatro certo

    Shailene Woodley
    foi a primeira pessoa para quem o papel de Tris foi oferecido e ela aceitou de cara. Já conseguir quem interpretasse Quatro foi um desafio à parte. Eles queriam que o personagem fosse fechado como uma parede de pedra de certa forma, e apenas com uma pequena vulnerabilidade que pudesse ser vista através de algumas das rachaduras. Só que Shailene tinha uma presença poderosa e, segundo o diretor Neil Burger, "fizemos testes dela com algum cara, que era realmente um bom ator, e ela simplesmente passou por cima dele. Em uma cena onde eles discutiam ou algo assim, como ela era muito forte, precisávamos de alguém que a intimidasse, que fosse mais forte que ela". A equipe procurou o mundo todo pelo ator certo, incluindo Alemanha, Inglaterra e Austrália. Foi o diretor de elenco que sugeriu Theo James. "É claro que eu tinha visto Downton Abbey [série na qual James fez participação especial]", afirmou Burger. "E eu falei: 'oh, esse cara é fantástico', então, nós o trouxemos e foi um alívio. Primeiro vê-lo e então [quando] o colocamos com Shailene, foi exatamente a dinâmica que estávamos procurando."

    02. Duas partes de um mesmo final

    O que Harry Potter, Crepúsculo, Jogos Vorazes e Divergente têm em comum? Além de serem sagas adolescentes baseadas em livros, eles caracterizam franquias cujos últimos capítulos foram divididos em dois filmes. Tudo começou lá em 2010 quando anunciaram que o livro Harry Potter e as Relíquias da Morte ganharia dois filmes: Parte 1 e Parte 2. Como a estratégia funcionou, a moda foi aplicada à Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 1 e Parte 2, a Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1 e O Final (?), agora à Série Divergente e, futuramente, até a Vingadores 3 e 4 (Guerra Infinita - Parte 1 e Parte 2). Isso mesmo, o último livro será dividido em duas produções cinematográficas. Mas não tem nada de "Parte 1", "Parte 2" e nem mesmo "O Final". Seus nomes serão Convergente e Ascendente. O primeiro deles poderemos conferir nesta quinta-feira, somente nos cinemas.

    01. Mudando o visual

    Lembra que, em Insurgente, Tris corta os cabelos? Ela se sente compelida a encurtar as longas madeixas - que eram aparadas por sua mãe uma vez por ano - a fim de superar os traumas do passado e não ter nada que a impedisse de lutar pelo o que acredita. Na série de livros, a personagem deixa os cabelos abaixo do queixo e acima dos ombros. Entretanto, no filme Insurgente, Tris aparece com um cabelo muito mais curto, acima da nuca, estilo joãozinho, e isso se deve ao fato de que sua intérprete, Shailene Woodley, havia cortado os cabelos para viver Hazel em A Culpa é das Estrelas. Só que, para a felicidade dos fãs, no penúltimo filme, Convergente, que estreia nesta quinta-feira, poderemos conferir Tris com o visual que ela tem nos livros: cabelos abaixo do queixo e acima dos ombros, o famoso chanel.

     



    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top