Minha conta
    Beasts Of No Nation tem desempenho pífio nas bilheterias
    Por Rodrigo Torres — 19 de out. de 2015 às 15:15

    E a Netflix está contente com o sucesso de seu primeiro filme original — via streaming, claro.

    Beasts Of No Nation teve um "resultado horrendo" nas bilheterias norte-americanas, noticia o Deadline. Vítima de boicote por parte de grandes redes de cinemas ao redor do mundo, o primeiro longa-metragem de ficção da Netflix foi lançado em apenas 31 salas de cinema independentes, marcando um total estimado de 50.699 mil dólares e apenas a 33ª posição dentre 44 filme lançados na semana nos Estados Unidos.

    E o que a Netflix achou do lançamento? Ótimo!

    ""Não divulgaremos números sobre o desempenho do filme na Netflix, mas eu posso te dizer que, nos bastidores, estamos muito felizes", disse um representante da plataforma online, em resposta ao desempenho ruim nas bilheterias. A verdade é que a direção da empresa jamais esperou lucro de seu lançamentos tradicional. O principal objeto da Netflix sempre foi habilitar Beasts Of No Nation à disputa pelo Oscar 2016.

    A polêmica em torno de Beasts of No Nation começou quando a Netflix investiu uma quantia milionária nos direitos de distribuição do filme, numa tentativa de realizar seu lançamento simultâneo na plataforma online e nos cinemas. A iniciativa desagradou aos maiores exibidores do mundo, mas não desanimou a Netflix, que investe em outros títulos, como a nova comédia de Adam Sandler (The Ridiculous 6), O Tigre e o Dragão 2 e Pee Wee’s Big Holiday.

    Assistimos à comovente história de Agu (Abraham Attah) no Festival de Toronto 2015, e aprovamos. Confira!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    • Beasts of No Nation: Envolto em polêmica, estreia hoje o primeiro longa-metragem de ficção da Netflix
    • Festival de Toronto 2015: Beasts of No Nation é um passo adiante da Netflix
    • Um menino precisa lutar na guerra no primeiro trailer de Beasts Of No Nation, filme da Netflix
    • Exibidores se unem contra a compra milionária de Beasts of no Nation pela Netflix
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top