Minha conta
    Emma Watson fala sobre igualdade de gêneros em evento no Dia Internacional da Mulher
    Por Vitória Pratini — 9 de mar. de 2015 às 18:15

    É isso aí, garota!

    Emma Watson sempre será a eterna Hermione mas, aos poucos, a atriz tem conseguido superar este estigma e hoje é muito mais do que a amiga de Harry Potter. Está certo que ela vai viver a Bela, de A Bela e a Fera, na versão liveaction da Disney, mas antes disso a jovem de 24 anos tem mostrado serviço e atuado ativamente como embaixadora da boa vontade da ONU Mulheres. Um de seus maiores projetos é promover a campanha HeForShe (Ele por Ela), cujo objetivo é incentivar homens e meninos a lutarem pela igualdade de gênero.

    Aproveitando o Dia Internacional da Mulher, a atriz participou de um debate na sede do Facebook em Londres no último domingo, dia 08 de março, que foi transmitido ao vivo na rede social. Dias antes, ela havia feito um anúncio do evento na sua página do Facebook, incentivando as pessoas a mandarem perguntas e depoimentos e a se inscreverem para assistirem ao debate presencialmente. Durante o evento, Emma Watson explicou como funciona a campanha, na qual tanto homens quanto mulheres podem - e devem - atuar. Segundo ela, "não se trata dos homens salvando as mulheres. Eu acho que isso é um mal-entendido. As mulheres já estão no clube, porque é o nosso movimento. Não é um clube para homens. É um clube de igualdade para ambos os sexos. Trata-se de homens vindo em favor das mulheres, e as mulheres indo em apoio aos homens". Assim, ao chamar todos para contribuirem, Emma afirmou que "É desconfortável e constrangedor para as mulheres reconhecerem que há um problema, mas precisamos entender que somos cúmplices". Para aqueles - homens e mulheres - com um pé atrás sobre o movimento feminista, Emma foi clara: "Se você acredita em igualdade, você é feminista. Desculpe lhe dizer isso".

    Emma é ou não é uma diva? Se você se interessou pelo movimento, aqui vão algumas dicas de como participar: 1) Manifeste-se sobre a desigualdade, principalmente se você vir que uma mulher ganha menos que um homem pela mesma função; 2) crie conscientização, seja na sua comunidade local ou nas redes sociais, fale;  Além disso, homens podem fazer mais: 3) assine a petição para tornar a causa oficial (homens como o presidente Barack Obama e o ator Matt Damon já assinaram); 4) inclua as mulheres nas suas atividades; 5) mostrem o seu apoio a qualquer momento (na cerimônia do Oscar, por exemplo, o ator Steve Carrel usou uma abotoadura com o símbolo da HeForShe) E mulheres também podem: 6) reconheça que há um problema; 7) apoie outras mulheres; 8) não deixe ninguém lhe segurar ou impedir que você faça ou seja o que quer. E aí, se sentiu inspirado a fazer a diferença? Assista ao vídeo do evento de Emma Watson no Dia Internacional da Mulher:

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top