Minha conta
    “Ninguém queria fazer o filme”: Brad Pitt e Leonardo DiCaprio rejeitaram longa-metragem que entrou para a história
    Rafael Felizardo
    Rafael Felizardo
    -Redator | Crítico
    Sonhador desde pequeno e apaixonado por cinema de A a Z, encontrou em David Lynch um modo de sonhar acordado.

    A produção foi indicada a oito categorias do Oscar.

    Repetidamente, vemos em Hollywood casos de atores que não acreditaram em determinado projeto até vê-lo nas grandes telas. Foi o que aconteceu em O Segredo de Brokeback Mountain, um longa-metragem que entrou para a história do cinema por ousar contar a história de dois cowboys homossexuais em uma época em que ninguém falava sobre o assunto.

    O Segredo de Brokeback Mountain
    O Segredo de Brokeback Mountain
    Data de lançamento 3 de fevereiro de 2006 | 2h 14min
    Criador(es): Ang Lee
    Com Heath Ledger, Jake Gyllenhaal, Michelle Williams
    Usuários
    4,1
    Adorocinema
    2,5
    Assista agora

    Apesar do estrelato de Heath Ledger e Jake Gyllenhaal, muitos não sabem que durante a pré-produção alguns atores recusaram a obra. O longa-metragem passou por problemas até chegar às salas escuras, informação revelada por Gus Van Sant, primeiro diretor a assumir o trabalho.

    “Ninguém queria fazer o filme. Eu estava trabalhando nisso e senti que precisávamos de um elenco muito forte, como um elenco famoso. Não estava funcionando. Perguntei aos candidatos habituais: Leonardo DiCaprio, Brad Pitt, Matt Damon, Ryan Phillippe. Todos disseram ‘não’”, contou o cineasta durante uma entrevista de 2018 para a Variety.

    Diana Ossana, produtora do longa-metragem, confirmou a informação em conversa com o IndieWire, embora não tenha esclarecido os motivos pelos quais Pitt e os outros rejeitaram o convite. “Sim, todos aqueles jovens senhores rejeitaram o projeto por várias razões”, disse.

    "Partiu meu coração": Emily Blunt fala sobre como foi recusar o papel de Viúva Negra para fazer um fracasso

    Apesar das especulações, sabe-se que Josh Hartnett não fez parte do elenco devido a conflitos de agenda com Dália Negra, filme policial de 2006. Já Matt Damon recusou a proposta por não acreditar no enredo - fato que o ator assumiu ter se arrependido.

    Entre as muitas negativas, Gus Van Sant deixou a produção para então comandar o aclamado Milk - A Voz da Igualdade. Assim, Ang Lee assumiu Brokeback Mountain, contratando Ledger e Gyllenhaal para fazer história.

    O título se tornou um dos filmes mais bem-sucedidos já feitos, sendo indicado a oito categorias do Oscar em 2006 - incluindo Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante para Ledger e Gyllenhaal, respectivamente. Ang Lee levou para casa a estatueta de Melhor Diretor.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top