Minha conta
    Quem Vai Ficar Com Mário?
    Média
    3,2
    32 notas
    Você assistiu Quem Vai Ficar Com Mário? ?

    12 Críticas do usuário

    5
    4 críticas
    4
    1 crítica
    3
    2 críticas
    2
    2 críticas
    1
    2 críticas
    0
    1 crítica
    Augusto Borstmann
    Augusto Borstmann

    Seguir usuário Ler a crítica

    0,5
    Enviada em 22 de junho de 2021
    Filme com muita piada homofóbica, roteiro homofóbico e transfobico, machismo escrachado e que acaba por ser gratuito. Enfim, perda de tempo assistir
    Max Saldanha
    Max Saldanha

    Seguir usuário 38 seguidores Ler as 3 críticas

    4,0
    Enviada em 7 de setembro de 2021
    O enredo foi interessante, a trilha sonora foi péssima, trimbres desagradáveis, faltou mais realidade e impanas cenas, como beijo dos protagonistas, ficou muito dentro do armário, um certo medo de chocar. Mas num geral foi muito bom, cenas cômicas, ficaram bem divertidas.
    Vejo um bom comecona dramaturgia brasileira, precisa ser mais ousada e mais verdadeira, sem meias verdades.
    Thiago Melo
    Thiago Melo

    Seguir usuário Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 10 de agosto de 2021
    Divertidissimo! Depois que perdermos Paulo Gustavo finalmente poderemos respirar aliviados que existem ainda tantos outros atores, diretores, roteiristas etc a continuar esse legado genial LGBTQIA+ que ele abraçava nas suas obras, é um fôlego, uma continuidade do seu legado! Não levem nada muito a sério, é uma comédia, divertida, com ótimas piadas e truques! Parabéns a todos envolvidos!
    Nathália Menegazzo Linassi
    Nathália Menegazzo Linassi

    Seguir usuário Ler a crítica

    2,0
    Enviada em 2 de agosto de 2021
    Lado bom: mostra sobre o preconceito homofóbico e etc, bem legal!
    Lado ruim: é preconceituoso com o povo Gaúcho, defende um lado e generaliza outro... Vai entender.
    Fernanda D.
    Fernanda D.

    Seguir usuário Ler as 7 críticas

    3,5
    Enviada em 25 de maio de 2022
    Adorei, comédia muito hilária, excelente interpretação, bom roteiro, cenários bonitos, enredo bem engraçado, vale a pena ver.
    Paulinho S.
    Paulinho S.

    Seguir usuário Ler as 6 críticas

    3,0
    Enviada em 15 de agosto de 2021
    O filme começa com abordagens provocativas e mesmo com os abusos de clichês, parece que vai fluir... mas isso não acontece. Simplesmente se perde em diálogos confusos e sem nenhuma profundidade! Os personagens ficam suspensos no ar e o fim tenta dar um ar de continuidade... em vão. Produção equivocada, mas que se salva pelas cenografias, fotografia e produção musical. Só.
    Luís Oliveira
    Luís Oliveira

    Seguir usuário Ler a crítica

    1,0
    Enviada em 5 de agosto de 2021
    Na verdade, o filme é baseado no longa Italiano Mine Vaganti de 2010 (muito melhor) - “O primeiro que disse”, com fotografia e elenco muito superior. . No filme italiano, até dei umas boas gargalhadas, a despeito da apelação homofóbica. Riccardo Scamarcio poderia dar uma aula de atuação para o Daniel Rocha (fraquinho fraquinho)
    Gabriel Djerson
    Gabriel Djerson

    Seguir usuário Ler a crítica

    2,0
    Enviada em 16 de agosto de 2021
    Achei engraçado porém um elenco inteiro hetero branco cis?
    exceto a nany people, é claro. Que é trans.
    mas nossa? TODOS os gays são feitos por atores heteros???? que merda.
    Não critico os atores, mas nota dó pela escalação deles.
    Adilson Mariano
    Adilson Mariano

    Seguir usuário Ler a crítica

    1,0
    Enviada em 2 de agosto de 2021
    Uma pena que uma ideia excelente seja tão mal executada. Clichês são bem vindos em uma comédia, mas é duro assistir mais do mesmo e que pretensamente queira ser inovador. Premissa fantastica, inspirado em uma peça. O filme é conservador e piegas. Não compreendi, siunceramente, as cenas calientes e com beijos ardentes ficam restritas ao casal normativo (homem e mulher) quanto aos gays somente gags e quase lá. Sou fã de todo elenco, gosto da premissa, mas a execução é uma vergonha. Um filme que não precisava existir. Ficou muito complicado utilizar a suspensão da descrença enquanto que o roteiro é forçado, não se sustenta. Até a ideia da cerveja rosa é forçada, se o caminhar é ruim, a finalização é dolorosa. Existem filmes com esta temática muito superiores: Me Chame Pelo Seu Nome, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, Com Amor, Sam entre outros.
    Carolina Souza
    Carolina Souza

    Seguir usuário Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 29 de julho de 2021
    Filme muito divertido, garante boas risadas, melhor comédia de 2021. Recomendo a todos que assistam.
    Back to Top