Minha conta
    Jejum de Amor
     Jejum de Amor
    4 de março de 1940 No cinema / 1h 32min / Comédia, Romance, Drama
    Direção: Howard Hawks
    Roteiro Charles Lederer, Ben Hecht
    Elenco: Cary Grant, Rosalind Russell, Ralph Bellamy
    Título original His Girl Friday
    Usuários
    3,5 9 notas
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse

    Rosalind Russel (Hildy Johnson) é uma repórter debochada e que não resiste a um bom furo jornalístico. Ela trabalha para o seu ex-marido que é editor do jornal, mas decide largar o trabalho para se casar com um corretor de seguros sem graça. Decidido a prender a ex-esposa por mais um tempo na redação, o cheio de ciúmes Walter Burns (Cary Grant) coloca nas mãos dela uma grande história jornalística, ao qual ele sabe que ela não resistirá. Assim ela acaba se estendendo no trabalho e os dois travam verdadeiros duelos verbais, sendo assistidos por figuras caricaturatas de redação de jornal: Mascadores de chicletes, fumantes inveterados e jogadores de pôquer.

    Trailer

    Jejum de Amor Trailer Original 2:44
    Jejum de Amor Trailer Original
    820 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Cary Grant
    Personagem : Walter Burns
    Rosalind Russell
    Personagem : Hildy Johnson
    Ralph Bellamy
    Personagem : Bruce Baldwin
    Gene Lockhart
    Personagem : Sheriff Hartwell
    Ficha completa

    Fotos

    26 Fotos

    Curiosidade das filmagens

    O início da fala "atropelada" no cinema

    Um dos primeiros filmes, senão o primeiro a ter personagens que falam por cima da fala do outro, o que dá um som mais realista. Antes disso, os personagens de filme completavam suas falas antes do outro começar a falar.

    Como Hildy se tornou uma mulher

    A peça na qual o filme foi baseado ("The Front Page") tem no papel de Hildy um homem. Quando o diretor Howard Hawks decidiu filmar o longa, ele também ia escalar um homem só que enquanto ele estava realizando audições para outros papeis, uma secretária lia as falas que pertenciam a Hildy. Hawks gostou tanto das palavras do roteiro saindo da boca de uma mulher que ele decidiu reescrever o papel, dessa vez sendo uma personagem feminina.

    O roubo do relógio na peça e no filme

    A peça na qual o filme foi baseado tinha uma última fala que ficou famosa: "O filho-da-mãe roubou meu relógio!". Só que no filme não tinha como encaixar essa fala no momento original porque a história não conduzia a isso. No entanto, uma homenagem foi prestada quando Burns incrimina Baldwin pelo roubo de um relógio.

    Últimas notícias

    Os 25 roteiros mais engraçados já filmados
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sábado, 14 de novembro de 2015
    BBC elege os 100 Melhores Filmes Americanos de Todos os Tempos
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sábado, 25 de julho de 2015
    Veja quais são!
    20 personagens escritos para homens, mas interpretados por mulheres
    NOTÍCIAS - Personalidades
    domingo, 26 de outubro de 2014
    Sabia que a tenente Ripley de Alien era um homem na versão original? Conheça 20 histórias de filmes que escolheram uma mulher...

    Detalhes técnicos

    Nacionalidade EUA
    Distribuidor -
    Ano de produção 1940
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 5 curiosidades
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Preto & Branco
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top