Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Convenção das Bruxas
    Média
    3,4
    113 notas e 16 críticas
    distribuição de 16 críticas por nota
    2 críticas
    2 críticas
    6 críticas
    2 críticas
    2 críticas
    2 críticas
    Você assistiu Convenção das Bruxas ?

    16 críticas do leitor

    Luiz Antônio N.
    Luiz Antônio N.

    Segui-los 18372 seguidores Ler as 1 298 críticas deles

    3,0
    Enviada em 25 de outubro de 2020
    The Witches” se passa nos anos 60, no Alabama (EUA), e segue um jovem (Jahzir Bruno) e a sua avó. Eles cruzam os caminhos com um grupo de bruxas durante as suas férias, e terão de arranjar uma forma de pararem o seu plano maléfico: transformar todas as crianças do mundo em ratos. A história já foi filmada em Hollywood, em 1990, estrelada por Anjelica Huston. é claro que os filmes originais na sua maioria são sempre muito melhores do que os da atualidade, mesmo tendo uma história até que em alguns pontos parecido com o filme de 1990, ainda assim eu prefiro o original
    Jackson A L
    Jackson A L

    Segui-los 4930 seguidores Ler as 697 críticas deles

    3,0
    Enviada em 29 de novembro de 2020
    O filme tem classificação etária a partir de 10 anos, então não dá para reclamar que está muito infantil. A versão de 1990 também era, mas provavelmente quem assistiu ainda era criança e por isso teve medo. Anne Hathaway cumpre bem seu papel, figurada em uma bruxa mais caricata, diferentemente da versão anterior, onde a bruxa era realmente assustadora, ainda mais interpretada por Anjelica Huston. A ambientação também foi muito bem reproduzida. Vale a pena assistir pela diversão, mas não espere que seja um filme assustador com uma faixa etária como essa.
    Rodrigo Gomes
    Rodrigo Gomes

    Segui-los 3493 seguidores Ler as 557 críticas deles

    4,0
    Enviada em 3 de novembro de 2020
    Nada vai suprir o original, no entanto, esse elenco proporciona todo um chame a história. Ótima caracterização física e um trabalho corporal excelente.
    B.Boy Jc
    B.Boy Jc

    Segui-los 1517 seguidores Ler as 396 críticas deles

    3,0
    Enviada em 20 de fevereiro de 2021
    Mesmo tendo um valor de produção superior, bem como de recursos financeiros e efeitos especiais, esse filme é de longe muito inferior ao dos anos 90. Eles fizeram algumas alterações na história, ademais, outras coisas também me incomodou como o excesso de CGI(confesso que preferia muito mais os efeitos práticos do cinema. Hoje é tudo muito artificial!!), o tom do filme antigo mesmo tendo algumas cenas cômicas é mais sombrio o que te faz temer as bruxas. Já as bruxas desse filme não traz nenhuma sensação de ameaça real. E por fim, apesar de gostar muito da Anne Hathaway, a Anjelica Huston foi muito melhor no papel. Impossível não fazer comparações com o filme anterior... Eu achei um filme bacana, mas ainda prefiro o dos anos 90.
    Enilson S.
    Enilson S.

    Segui-los 79 seguidores Ler as 152 críticas deles

    0,5
    Enviada em 3 de janeiro de 2021
    Tenho preguiça de falar de remake, ainda mais de remake que não tem nada de novo e é igual que nem. Filme preguiçoso que achei um desperdício de dinheiro e de atrizes maravilhosas. Se você já assistiu o filme antigo esse é a mesma coisa.
    Ryan
    Ryan

    Segui-los 172 seguidores Ler as 286 críticas deles

    3,0
    Enviada em 15 de fevereiro de 2021
    É um filme legal, os adereços e figurinos cativam, o roteiro é um pouco sem sentido, o humor prevalece as vezes mas também se perde. É o tipo filme de filme que você chama de legal e fica receoso de indicar. Sendo um filme voltado para o público infantil, a forma que as bruxas são representadas podem causar certo espanto, o que geralmente não é comum em filmes do tipo mas mesmo assim o filme não perde o seu tom principal. Tem nomes importantes no elenco e apesar de papéis meio avulsos, cumprem muito bem com a atuação. Gostei apesar das ressalvas.
    Iracema J
    Iracema J

    Segui-los Ler as 34 críticas deles

    4,0
    Enviada em 2 de novembro de 2020
    Divertido remake do cult movie da década de 90, essa versão mantém alguns elementos do original reduzindo a carga de humor negro e crítica corporativa que a primeira versão tinha. Moderniza contextos e diálogos deixando principalmente a atuação da avó feita agora por Octavia Spencer menos maternal e adocicada enfatizando agora a experiência e sabedoria de uma vovó voodoo, a bruxa do bem, necessária para lutar contra o mal, esse último representado na figura da Grande Bruxa agora feita por Anne Hathaway que embora não seja Anjelica Huston, ainda assim, com a ajuda do CGI e sotaque germânico consegue manter o público hipnotizado com seus lábios cortados por uma grande cicatriz, ela está ótima. O roteiro de Robert Zemeckis, Kenya Barris e Guillermo del Toro é enxuto com edição de Jeremiah O'Driscoll e Ryan Chan que garantem bom ritmo ao filme. A produção é de extrema qualidade com figurinos lindos e efeitos especiais em CGI estlizados magníficos, algumas vezes grotescos, lembrando por vezes pinturas acrílicas e fotografado com competência. O filme é recomendado com ressalvas à faixas etárias menores tal como a segunda versão da Fantástica Fábrica de Chocolates.
    Pop C.
    Pop C.

    Segui-los Ler as 5 críticas deles

    3,5
    Enviada em 23 de outubro de 2020
    A convenção da bruxas pode não derrubar original mas consegue ser único, perturbador e divertido o bastante para considerar um novo clássico daqui alguns anos.
    danilo h.
    danilo h.

    Segui-los Ler as 4 críticas deles

    2,0
    Enviada em 7 de fevereiro de 2021
    Pode ter um bom CGI, mas nada chega aos pés daquelas máscaras feias super reais! Eu tenho a mesma sensação assistindo Jurassic Park, parece que toda a emoção vai embora com estes desenhos saltitantes ao invés de um objeto físico tocando nos personagens, é outra sensação! é outra proximidade! até para o ator que executa a cena...
    Julia Al
    Julia Al

    Segui-los Ler as 8 críticas deles

    5,0
    Enviada em 14 de abril de 2021
    Achei bem divertido o filme, gostei. Anne Hathaway fazendo um ótimo trabalho também, como sempre
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top