Minha conta
    Yes, God, Yes
    Yes, God, Yes
    12 de fevereiro de 2021 No cinema / 1h 17min / Drama, Comédia
    Direção: Karen Maine
    Roteiro Karen Maine
    Elenco: Natalia Dyer, Timothy Simons, Wolfgang Novogratz
    Usuários
    3,2 11 notas e 2 críticas
    Adorocinema
    3,0
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse

    Em Yes, God, Yes, nos anos 2000, Alice (Natalia Dyer) é uma adolescente do meio-oeste devota ao catoliscismo. Quando um chat online faz com que ela descubra a masturbação, ela passa a ser consumida por culpa e procurar desesperadamente por redenção divina.

    Confira a classificação indicativa no Portal Online da Cultura Digital.

    Críticas AdoroCinema

    3,0
    Legal
    Yes, God, Yes

    Processo de descoberta

    por Barbara Demerov
    O cenário para esta história de autodescoberta de uma jovem garota de família tradicional não poderia ser mais interessante e irônico: uma escola religiosa que ensina aos seus alunos o quão errado é iniciar a vida sexual antes do casamento. Correndo totalmente na direção contrária a essa doutrina rigorosa da instituição - que começa desde a observação do tamanho das saias das alunas e vai até a repreensão do padre/professor -, a protagonista Alice (Natalia Dyer) se encontra num misto de receio e fascínio ao conhecer um lado oculto de sua personalidade.Em Yes, God, Yes, o chamado da sexualidade na adolescência acontece de forma até cômica, mas é válido perceber como o filme dirigido por Karen Maine transmite as contradições da religião católica, que sempre prega por aceitação e respeito mútuo entre as pessoas. Mas, quando Alice passa a se questionar e procura por conselhos que possam lhe...
    Ler a crítica
    Pela web

    Elenco

    Natalia Dyer
    Personagem : Alice
    Timothy Simons
    Personagem : Padre Murphy
    Wolfgang Novogratz
    Personagem : Chris
    Francesca Reale
    Personagem : Laura
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    anônimo
    Um visitante
    4,0
    Enviada em 26 de fevereiro de 2021
    Ancorado pela atuação carismática e comedida da jovem revelação Natalia Dyer, ''Yes God, Yes'' bebe da mesma fonte de Cults como Eleição e Mundo Cão : É uma dramédia independente sobre culpa, conservadorismo, e sexualidade. A diretora é hábil o bastante para checar todas as caixinhas necessárias para torna seu singelo projeto interessante, engraçado, e, acima de tudo, provocativo em sua temática. É um retrato seco, mas empático ...
    Leia Mais
    anônimo
    Um visitante
    4,0
    Enviada em 24 de agosto de 2020
    Ancorado pela atuação carismática e comedida da jovem revelação Natalia Dyer, ''Yes God, Yes'' bebe da mesma fonte de Cults como Eleição e Mundo Cão : É uma dramédia independente sobre culpa, conservadorismo, e sexualidade. A diretora é hábil o bastante para checar todas as caixinhas necessárias para torna seu singelo projeto interessante, engraçado, e, acima de tudo, provocativo em sua temática. É um retrato seco, mas empático ...
    Leia Mais
    2 Comentários do leitor

    Fotos

    14 Fotos

    Últimas notícias

    SXSW 2019: Festival anuncia vencedores segundo o júri e favoritos do público
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    domingo, 17 de março de 2019

    Detalhes técnicos

    Nacionalidade EUA
    Distribuidor Synapse Films
    Ano de produção 2019
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades -
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Jonas Bittencourt Jr.
      Ancorado pela atuação carismática e comedida da jovem revelação Natalia Dyer, ''Yes God, Yes'' bebe da mesma fonte de Cults como Eleição e Mundo Cão : É uma dramédia independente sobre culpa, conservadorismo, e sexualidade. A diretora é hábil o bastante para checar todas as caixinhas necessárias para torna seu singelo projeto interessante, engraçado, e, acima de tudo, provocativo em sua temática. É um retrato seco, mas empático da juventude na américa interiorana. Um pequeno grande filme, e mais novo candidato a Cult...
    • Jonas Bittencourt Jr.
      Em breve? Bitch, please. Nada é em breve pra quem pode baixar um App pirata! Já vi esse filme, em HD e com legenda nos trinques Kkkks...
    Mostrar comentários
    Back to Top